A Louva-a-Deus: últimos dias para assistir esta série policial francesa na Netflix!

"A Louva-a-Deus" é uma das melhores séries policias dos últimos tempos, porém, ela está saindo em breve da Netflix. Veja por que maratonar.

Uma das melhores séries policiais já feitas infelizmente vai sair da Netflix em poucos dias, sendo assim, se você ainda não assistiu A Louva-a-Deus na plataforma, corre porque ainda dá tempo.

Produzida e lançada em 2017, essa minissérie foi exibida inicialmente no canal TF1 da França, seu país de origem. Logo após, foi distribuída mundialmente pela Netflix que até agora era quem possuía seus direitos de exibição.

Completando quatro anos desde seu lançamento, a produção saíra do catálogo do streaming no próximo dia 28 de dezembro e ainda não se tem informações se irá para algum outro streaming com transmissão no Brasil.

Ao todo essa minissérie conta com apenas 6 episódios, sendo assim, dá tempo de maratonar e a gente aconselha que você realmente faça isso e não perca a oportunidade de assistir uma produção de qualidade muito acima do comum. Confira a seguir alguns ótimos motivos para ver A Louva-a-Deus antes que ela vá embora da Netflix.

Sobre A Louva-a-Deus

Em A Louva-a-Deus, a polícia francesa se depara com um crime brutal onde um homem foi assassinado de forma extremamente violenta. Apesar disso já ser motivo para uma investigação, o que chama a atenção do investigador Dominique Feraci é que a forma como o assassinato foi cometido é idêntico ao de outro crime cometido décadas atrás pela assassina conhecida como A Louva-a-Deus.

Presa há vários anos, Jeanne Debert, Louva-a-Deus, oferece sua ajuda nas investigações para encontrar seu imitador, mas, para isso ela faz uma única exigência, que seu filho Damien, a quem não vê desde criança, assuma como o responsável do caso.

Motivos para assistir A Louva-a-Deus na Netflix

a louva a deus netflix

Confira agora alguns motivos para assistir essa minissérie antes que ela saia da Netflix.

Uma história cheia de camadas

Apesar de essa série criminal ser mais uma que caça um serial-killer, não há nada de óbvio nela. A história é construída sobre camadas muito mais grossas do que apenas o encontro de um assassino e em vários momentos assume um teor muito mais dramático e sentimental do que se espera em uma trama como essa.

Personagens complexos

Em se tratando de uma trama policial, ainda temos as figuras do policial, do assassino e das vítimas, porém, nada disso se desenvolve de forma muito linear e os estereótipos quase não existem por aqui.

Quase todos os personagens são muito mais complexos e profundos do que aparentam inicialmente, e cada um precisa lidar com seus próprios demônios muito além da figura do assassino.

Uma investigação cheia de reviravoltas

É muito difícil o espectador que consegue desvendar o mistério por trás dos casos de assassinato antes do final dessa série e isso se deve a ótimo construção do roteiro que é repleta de reviravoltas.

Esea é aquele tipo de história que, quando você acha que entendeu tudo, surge uma nova evidência para minar a lógica encontrada anteriormente. Com isso, o espectador pode esperar por uma trama bastante imprevisível e uma investigação que precisa ser montada como um belo quebra-cabeças onde as peças custam a se encaixar.

Perseguições de tirar o fôlego

Durante os episódios, em vários momentos os policiais precisam correr para salvar a vida de alguém ou porque estão no encalço do assassino. E a cada momento como esse o público acompanha o desdobramento da ação tão apreensivo quanto quem está em cena, prendendo a respiração sem saber como aquilo vai acabar.

É realmente emocionante.

Um elenco muito bem escalado

Claro que muito dessa série perderia o efeito se seu elenco não fosse tão bom quanto é.

Carole Bouquet, que dá vida à assassina do título, é quase uma deusa em cena não deixando transparecer suas reais intenções e pontuando seus sentimentos durante toda a série. A atriz oferece um verdadeiro espetáculo com sua atuação.

Da mesma forma Fred Testot, e seu traumatizado Damien, oferece uma atuação muito além do simples e tradicional policial perturbado. Sua dor e agonia em cena são palpáveis para o espectador, o que dá ainda mais veracidade para todo o pano de fundo da história.

Para além dos dois protagonistas, todos os atores são muito competentes e honram a oportunidade que lhes foi dada.

CONFIRA Também:

Se ainda não viu, veja: “O Ilusionista” está fazendo bastante sucesso entre os assinantes da Netflix!

E então, ficou curiosos para assistir A Louva-a-Deus na Netflix? Então corre, porque dia 28 a série vai sair do ar.

Formada em Marketing e pós graduanda do curso de Língua Portuguesa e Literatura. Trabalha na área de comunicação como Criadora de Conteúdo além de fazer trabalhos de atuação e locução para materiais em vídeo. Pseudo-cinéfila e apaixonada por todo universo Geek.

Deixe seu comentário

vinte − 19 =