A startup britânica “Vertical Aerospace” entra na corrida para criar serviço de táxi voador

A startup britânica “Vertical Aerospace” entra na corrida para criar serviço de táxi voador

Atualmente muitas empresas consagradas no mercado automotivo veem desenvolvendo protótipos de veículos verticais elétricos capazes de decolar e aterrissar. O que acabou se tornando uma espécie de competição para criar um transporte que possa voar com precisão e segurança para passageiros e pedestres.

E então surgi a até então desconhecida startup “Vertical Aerospace”, com a promessa de oferecer um serviço de táxi voador intermunicipal no Reino Unido até 2022. A empresa Vertical Aerospace, foi fundada pelo CEO da OVO Energy, Stephen Fitzpatrick em 2016, fica localizada na cidade de Bristol na Inglaterra e possui 28 engenheiros e especialistas técnicos.

A startup desenvolveu uma aeronave elétrica de decolagem e aterrissagem vertical (eVTOL), que obteve permissão dos órgãos responsáveis pela fiscalização do espaço aéreo na Inglaterra (CAA) para realizar testes de voos não tripulados, que começaram a ser realizado sobre o aeroporto de Cotswold, em Gloucestershire, Inglaterra, em junho deste ano.

A aeronave foi desenvolvida para acomodar dois passageiros e um piloto, com planos de crescer para levar até quatro passageiros.

Aprendemos muito com a Fórmula 1, tanto em termos de tecnologia quanto em ritmo de desenvolvimento. Os materiais leves, aerodinâmica e sistemas elétricos desenvolvidos pela F1 são altamente aplicáveis ​​às aeronaves, muito mais do que ao transporte rodoviário“, disse Fitzpatrick.

Vale destacar que alguns dos engenheiros e especialistas técnicos da Vertical Aerospace vieram da Fórmula 1.

Fonte:  Business Insider

Outras notícias relacionadas a veículos voadores
A startup britânica “Vertical Aerospace” entra na corrida para criar serviço de táxi voador
Avalie esse artigo!

Deixe uma resposta

Fechar Menu