Aplicativo MEI: como usar o portal do empreendedor no celular

O Aplicativo MEI é a maior plataforma de apoio ao microempreendedor individual disponível para smartphone. Em suma, a plataforma oferece as funcionalidades e recursos que o MEI precisa.

Mas como funciona e como usar o Aplicativo MEI no seu celular? Para responder essas perguntas, separamos aqui tudo que você precisa saber sobre o app. Confira!

Aplicativo MEI
(Imagem: Reprodução / Governo Federal)

O que é MEI?

Antes de mais nada, precisamos esclarecer o que é o Microempreendedor Individual, ou MEI. Em resumo, ele é uma opção para quem deseja abrir um negócio, atuando como profissional autônomo.

Contudo, para ser MEI, o profissional precisa atender a alguns requisitos. Um deles, por exemplo, é ter um rendimento anual de até R$ 81 mil. Mas por que optar pela profissionalização com MEI? A categoria traz algumas vantagens.

A principal delas é o imposto com valores fixos, pagamos mensalmente por meio de um Documento de Arrecadação do Simples Nacional (DAS ou DASN). Os valores são os seguintes:

  • Comércio ou indústria: 50, 90 reais;
  • Prestação de serviço: 54,90 reais;
  • Comércio e serviços: 55,90 reais.

Além disso, o pagamento mensal, sem o atraso de dois meses consecutivos, ainda dá ao microempreendedor o benefício da previdência social.

Aplicativo MEI: o que é?

Agora que você já sabe o que é o MEI, precisamos esclarecer o que é o Aplicativo MEI. Em resumo, o app do microempreendedor individual é uma plataforma completa, com todas as funcionalidades e soluções que o MEI precisa.

Assim como o portal do empreendedor, plataforma disponível para uso em navegador, o aplicativo conta com todos os recursos para te ajudar na organização do seu negócio.

O aplicativo foi disponibilizado pela Secretaria Especial da Receita Federal do Brasil (RFB), e já conta com uma versão atualizada para smartphones.

A nova versão, aliás, traz uma atualização tecnológica ao aplicativo, mantendo, contudo, as mesmas funcionalidades da versão anterior. Mas quais são os recursos disponíveis no aplicativo?

Recursos disponíveis

O Aplicativo MEI conta com diversas funcionalidades essenciais para a rotina do microempreendedor individual. Um dos principais recursos do aplicativo é a possibilidade de gerar e emitir o Documento de Arrecadação do Simples Nacional – DAS, para pagamento, tanto nos meses em que a situação estiver devedora ou a vencer.

Mas não é só isso que você pode fazer com o Aplicativo MEI criado para os microempreendedores. Dentre as demais funções disponíveis para uso, estão:

  • Consulta de CNPJ;
  • Visualizar informações como nome, situação, natureza jurídica, endereço, situação e períodos de opção pelo Simples Nacional/SIMEI;
  • Consultar a situação mensal dos débitos tributários;
  • Confirmação de recolhimento tributário;
  • Consulta de ações gerais sobre MEI e SIMEI, como conceitos, formalização e requerimentos, obrigações acessórias e mais.

Assim, o app funciona como uma verdadeira ferramenta, auxiliando o microempreendedor em diversas atividades do seu dia a dia.

Aplicativo MEI: como usar?

Mas como usar o Aplicativo MEI para ter acesso a todos os recursos que ele oferece ao Microempreendedor Individual?

Primeiramente, é preciso fazer o download do app na sua loja de aplicativo. Ele está disponível tanto para aparelhos Android quanto iPhone.

Em seguida, basta acessar o app com o seu CNPJ, gerado após o cadastro como MEI, além de preencher o CAPTCHA de segurança. Mas como fazer o seu cadastro para ser um Microempreendedor Individual?

Cadastro como MEI

Em suma, para se inscrever como MEI, é necessário realizar o cadastro via Portal do Empreendedor – MEI. Para isso, será necessário preencher alguns dados pessoais, além de identificar qual área de atuação profissional você vai atuar.

Contudo, ainda vale destacar que, para atuar como MEI, é necessário atender a alguns requisitos. Dentre eles:

  • Faturar até R$ 81.000,00 por ano ou R$ 6.750,00 por mês;
  • Não ter participação em outra empresa como sócio ou titular;
  • Ter no máximo um empregado contratado que receba o salário-mínimo ou o piso da categoria.

Ao final do cadastro, será gerado o seu CNPJ com o qual você irá acessar o seu perfil do Aplicativo MEI.

 

Curtiu nossas dicas? Então fique ligado aqui no Tech News para mais novidades do mundo da tecnologia e do entretenimento em primeira mão!

Redator da WebGo Content. Especialista em comunicação para internet, com experiência de 04 anos em SEO e Marketing Digital. Apaixonado por tecnologia, comunicação, música e games.
InstagramLinkedinTwitter

Deixe seu comentário

3 × um =