Aumento nos preços da App Store – Apple anuncia aumento de 30% no Brasil

A Apple anunciou recentemente um aumento nos preços da App Store. Com isso, há um reajuste nos preços cobrados na loja de aplicativos em vários países, incluindo o Brasil.

Desse modo, é bem provável que haja uma variação nos valores de aplicativos, muito em razão do aumento na cota do dólar.

Veja mais sobre a Apple em:

aumento preços App Store
Apple anuncia aumento nos preços da App Store. (Foto: Divulgação).

Aumento nos preços da App Store

Apesar de o aumento nos preços da App Stores afetarem diretamente os aplicativos, esses não são os únicos efeitos da mudança. Isto é, compras feitas em apps, a exceção de assinaturas renováveis, também devem ser afetadas.

Atualmente, a conversão realizada pela Apple na cobrança da loja de aplicativos era pratica em R$ 3,75. Desse modo, com o aumento nos preços da App Store, a conversão fica na faixa de R$ 4,90 a R$ 5,75.

Países afetados

Apesar de não ter indicado quando o aumento nos preços da App Store entrará em vigor, a empresa anunciou os países afetados.

Pelo que foi anunciado, apenas alguns países terão o reajuste. Na lista divulgada, estão:

  • África do Sul,
  • Albânia;
  • Colômbia
  • Índia;
  • Indonésia;
  • Islândia;
  • Rússia.

Além disso, como já destacamos, o Brasil também está na lista de países que sofreram o reajuste.

Preços sobem em mais 30% no Brasil

Assim como os demais países, os preços no Brasil sobem em mais de 30%. Com isso, tanto preço de aplicativos quanto compras realizadas neles devem subir.

Contudo, como já indicado, as assinaturas de renovação automática não devem ser afetadas diretamente pela mudança. Por outro lado, a empresa também abriu margem para que os criadores de apps possam redefinir os preços.

Aumento nos preços da App Store – Segundo reajuste desde 2018

Com a mudança nos valores do App Store, a Apple chega ao segundo aumento de preços desde 2018. Isto é, na época, a empresa estabeleceu um reajuste de 15% para aplicativos de iPhone e iPad.

Anteriormente, a conversão de US$ 0,99, que era de R$ 2,90, foi para R$ 3,90, um aumento de 5% em relação ao dólar comercial, na época cotado em R$ 3,69.

Mudança na conversão atual

Desse modo, no aumento atual, os valores que eram de R$ 3,90 para cada US$ 0,99 agora são de R$ 4,90. Segundo indicam os responsáveis pela conversão, o aumento nos preços da App Store visa alinhar os preços usados em outros mercados que vendem em dólar.

Além disso, a medida visa cobrir parte dos valores afetados pelos impostos agregados sobre o valor. A tendência, aliás, é que haja também um aumento nos valores de dispositivos e smartphones, o que devem encarecer os próximos lançamentos.

Iphone 12 mais caro

Isso porque, além da App Store, a Apple também deve aumentar os preços dos iPhones em 2020. Só para exemplificar, após o lançamento do iPhone 12, a marca reajustou os valores do iPhone 11, XR e SE.

Dessa forma, os preços agora variam de R$ 3.699,00 e vão até R$ 7.199,00, considerando as opções mais avançadas em armazenamento.

Outro item que também entra na lista de produtos da Apple afetados pelo aumento de preço são os AirPods. Considerando a 2ª geração, equipada com estojo de recarga, o valor variou de R$ 1.349,00 para R$ 1.899,00.

 

Aproveite para conferir outras novidades no blog Tech News Brasil. Aqui você fica por dentro de todas as notícias e atualidades do mundo da tecnologia! Confira outras dicas e novidades clicando aqui.

Guilherme Montiel
Redator da WebGo Content. Especialista em comunicação para internet, com experiência de 04 anos em SEO e Marketing Digital. Apaixonado por tecnologia, comunicação, música e games.

Deixe seu comentário