Balões da Alphabet “Projeto Loon” cria uma teia de conectividade de até 1.000 km

Balões da Alphabet “Projeto Loon” cria uma teia de conectividade de até 1.000 km

De acordo com uma publicação realizada ontem, terça-feira dia 11 de setembro de 2018, pela Loon LLC, subsidiária da Alphabet (Matriz do Google) que trabalha no fornecimento de acesso à Internet para comunidades não atendidas e carentes ao redor do mundo, no Medium Corporation os balões do Projeto Loon conseguiram atingir uma conexão de dados de 1.000 km através de uma rede de sete balões operando na estratosfera.

O Projeto Loon é uma rede de balões que viajam no limite do espaço, fornecendo conectividade através de uma conexão “Conexão de Backhaul” transportada em uma viagem de retorno onde a conexão passa de um ponto de acesso terrestre para transmitir dados entre balões. Uma tarefa complicada e complexa pelo fato de os balões estarem constantemente mudando de posição um em relação ao outro.

Balões da Alphabet “Projeto Loon” cria uma teia de conectividade de até 1.000 km

No anuncio a Loon LLC explica que está conectividade é possível devido aos avanços tecnológicos em várias frentes, destacaram que em testes anteriores foi possível enviar um filme entre dois balões a 100 km de distância usando a ótica do espaço livre, e que através de implementação de novos métodos para estender a conectividade conseguiram atingir está conexão 10 vezes maior em sete balões.

A Loon LLC ainda informou também que algumas semanas depois de enviar arquivos nessa rede de sete balões, conseguiram atingir outro recorde, onde enviaram com sucesso dados de mais de 600 km entre dois balões. No entanto destacaram que essas conexões foram realizadas usando antenas customizadas montadas na parte inferior da carga de comunicações.

Não estamos simplesmente estendendo a conexão para o último balão na linha. Cada balão na rede é capaz de passar essa conexão para outros balões, ao mesmo tempo em que o utiliza para conectar os usuários no solo. Em vez de um balão utilizando um ponto de conexão terrestre para atender os usuários, podemos usar o mesmo ponto de acesso terrestre para ativar uma rede de vários balões, que podem conectar as pessoas abaixo. Dessa forma, criamos uma rede de conectividade para atender aos usuários sem ter que construir muitas novas infraestruturas no local, o que é um obstáculo significativo para levar o acesso tradicional a comunidades desconectadas e subconectadas em todo o mundo.” explicou Salvatore Candido, Chefe de Engenharia na LoonLLC.

O anuncio foi finalizado destacando que a Loon está se preparando para lançar seu serviço comercial a partir de 2019. No entanto não informaram se o projeto vai criar sua própria operadora de telefonia para fornecer conectividade ou se vão alugar sua rede para empresas locais operarem o serviço.

Fonte: Medium Corporation

Outras notícias sobre subsidiárias da Alphabet

Balões da Alphabet “Projeto Loon” cria uma teia de conectividade de até 1.000 km
Avalie esse artigo!

Deixe uma resposta

Fechar Menu