Café com Aroma de Mulher | Conheça todas as outras versões da novela! Qual a melhor?

Você conhece todas as versões de "Café com Aroma de Mulher"? Se não, conheça cada uma delas nessa matéria que preparamos.

A série Café com Aroma de Mulher estreou em dezembro na Netflix, mas antes disso a história de amor entre Gaivota e Sebástian já havia ganhado outras versões. É justamente sobre elas que nós iremos falar nessa matéria.

Se você é muito jovem ou nunca foi muito ligado em novelas estrangeiras, talvez não saiba que Café com Aroma de Mulher é uma das novelas mais clássicas da América Latina e já ganhou diversas adaptações.

Sendo assim, se por acaso você não conhece nenhuma além da versão da Netflix, confira nos tópicos a seguir todas as vezes que o casal principal foi vivido nas telas.

Café com Aroma de Mulher (Colômbia – 1994)

A novela de 1994 é provavelmente a mais conhecida entre os brasileiros já que se tornou um sucesso quando desembarcou no país no início dos anos 2000 por meio da emissora de Silvio Santos.

Essa é a novela original, feita na Colômbia e escrita por Fernando Gaitán, e que trazia Margarita Rosa de Francisco e o brasileiro Guy Ecker nos papéis de protagonistas.

A novela alcançou um sucesso estrondoso em seu país de origem com seus mais de 150 episódios e, por conta disso, foi vendida para diversos outros países.

Cuando Seas Mía (México – 2001)

A primeira adaptação da história original foi a mexicana Cuando Seas Mía, lançada em 2001 e que foi produzida pela TV Azteca.

Na novela, algumas mudanças pontuais deram nova cara para a produção, apesar de a história se manter muito fiel a sua inspiração colombiana.

Entre as modificações, as mais marcantes foram os nomes dos protagonistas que ao invés de Gaivota Sebástian, foram intitulados como Paloma Diego. Eles foram interpretados por Silvia Navarro Sergio Basañez.

Apesar da boa recepção do público, a novela de 238 episódios não conseguiu superar o sucesso da versão original. Essa produção não chegou a ser exibida no Brasil.

Destilando Amor (México – 2006)

O México não se deu por satisfeito com sua primeira adaptação de Café com Aroma de Mulher e em 2006 resolveu trazer de volta esse romance para as telas de seus espectadores, mas agora produzido pela Televisa.

Ainda mantendo a história original, a maior mudança feita no roteiro acabou sendo a chave para tornar essa versão um sucesso tão grande quanto a novela original no país. As plantações de café da história clássica foram substituídas por plantações de Agave, planta que serve como matéria-prima para a fabricação de Tequila, a mais popular bebida mexicana.

Angélica Rivera assumiu o papel de Gaivota e Eduardo Yáñez seu par romântico, agora com o nome de Rodrigo Montalvo.

A novela teve 171 episódios e foi exibida no Brasil em 2007, porém, como não obteve boa audiência por aqui, o SBT acabou cancelando sua exibição antes do final.

Café com Aroma de Mulher (Colômbia – 2021)

Por fim, temos a versão mais recente, retornando a suas raízes colombianas e cafeeiras, e com seus protagonistas, William Levy Laura Londoño, assumindo os nomes originais.

Apesar disso, por se passar na atualidade, essa versão também precisou sofrer diversas adaptação já que sem isso, vários momentos importantes da trama acabariam perdendo o sentido.

Mesmo assim, a série da Netflix promete se tornar tão bem-sucedida quanto a novela original, em especial por sua grande exposição através do streaming, por conquistar a geração mais jovem e por ter menos episódios que as novelas anteriores (“apenas” 88).

Qual a melhor versão?

Bem, a verdade é que não há como decidir quais das versões de Café com Aroma de Mulher é a melhor sem assistir todas as quatro, e ainda assim, dificilmente seria possível entrar em um consenso entre os fãs dessa história.

O que podemos afirmar é que há sempre um motivo para que uma história se torne um clássico e o romance complicado entre os protagonistas dessa novela tem tudo para conquistar diversas gerações, desde que faça adaptações necessárias de tempos em tempos, como é o caso da produção mais recente.

Senso assim, não sabemos qual a melhor novela, apenas que a série da Netflix é a mais acessível nesse momento e deve continuar encantando espectadores do mundo todo por um bom tempo.

CONFIRA Também:

5 motivos para começar a assistir “Operação Ecstasy” na Netflix! É mesmo uma das melhores?

Formada em Marketing e pós graduanda do curso de Língua Portuguesa e Literatura. Trabalha na área de comunicação como Criadora de Conteúdo além de fazer trabalhos de atuação e locução para materiais em vídeo. Pseudo-cinéfila e apaixonada por todo universo Geek.

Deixe seu comentário

nove + 13 =