Carregadores para celulares da Motorola – Por que comprar originais?

É muito comum o carregador de um celular Motorola ou de qualquer outra marca estragar ao longo do tempo. Porém, ao pesquisar por carregadores oficiais, vem o espanto: eles são mais caros do que geralmente imaginamos.

A primeira reação frente ao preço de um carregador original é óbvia: optar por um carregador pirata. Mas será que vale o risco?

Neste artigo, explicaremos o porquê de sempre se dever comprar um carregador original para um celular da Motorola, apesar do preço ligeiramente maior.

Por que comprar carregadores oficiais da Motorola?

Não só carregadores, mas qualquer produto pirata é feito com uma finalidade: tentar se aproximar da eficiência do original, mas com uma qualidade ligeiramente inferior. Inferior porque são produzidos com materiais mais baratos e geralmente sem nenhuma preocupação com a segurança.

Os carregadores originais da Motorola têm boas razões para serem mais caros do que os piratas. Isso porque são produzidos com materiais melhores, desenvolvidos de maneira a funcionar corretamente nos aparelhos para os quais foram fabricados e, principalmente, por passaram por uma série de testes de segurança e qualidade, de modo a oferecer o melhor resultado aos seus usuários. Esses testes são geralmente negligenciados pelos desenvolvedores dos carregadores piratas.

Celular da Motorola recarregando

Um exemplo de teste de segurança realizado por desenvolvedoras de smartphones, como a Motorola, em relação aos seus carregadores é o da proteção contra descargas elétricas. Isso não significa que os carregadores originais venham a proteger 100% das vezes, mas possuem muito mais proteção que um carregador falsificado.

Além disso, outro exemplo de teste básico realizado é o contra superaquecimento. Os carregadores originais da Motorola são desenvolvidos de modo a não superaquecer ao recarregar o aparelho. Já os falsificados geralmente não levam em consideração essa questão, o que pode fazer não só com que o celular esquente demais, danificando as peças internas, mas também que ele chegue ao ponto de explodir.

Quais os principais perigos de se usar carregadores piratas da Motorola?

São inúmeros os problemas decorrentes do uso de um carregador falsificado. Você pode até argumentar que já usou bastante um carregador pirata da Motorola, que conhece gente que também usa e que nunca deu nenhum problema. Mas basta apenas um problema para colocar não só o seu aparelho em risco, mas também a sua vida.

Os problemas mais graves são os de superaquecimento, choque e, em casos mais extremos, de explosão do aparelho.

O superaquecimento pode fazer com que não só aparelho pegue fogo, mas também sua casa. O choque, em alguns casos, podem provocar até mesmo paradas cardíacas. Já a explosão, como é de se esperar, pode provocar inclusive a morte do indivíduo, especialmente se ele estiver usando o aparelho enquanto o celular está conectado à tomada.

Já em relação a danos causados aos aparelhos da Motorola, a lista inclui desde danificação dos componentes internos, inclusive pelo já mencionado superaquecimento, até desgaste da bateria.

O dano e o desgaste à bateria são os mais comuns, pois os carregadores piratas tendem a não reconhecer quando o aparelho está totalmente carregado e continuam e enviar energia para a bateria. Com o passar do tempo, em casos mais extremos, o celular pode chegar a um nível de não funcionar sem estar conectado à tomada, o que tira totalmente o seu propósito de mobilidade.

Esse problema à bateria é potencializado pelo fato de o carregador pirata não possuir a amperagem indicada ao seu aparelho.  Isso resulta tanto em superaquecimento quanto em um carregamento muito mais lento do que o normal.

Como diferenciar um carregador original de um pirata?

É muito difícil diferenciar um carregar original de um pirata. Primeiro porque os piratas tentam imitar o original em tudo: da aparência ao rótulo. E tanto o rótulo quanto o selo de qualidade podem ser igualmente falsificados e não indicarem as especificações verdadeiras do carregador. O mesmo se aplica ao manual, que pode tanto não acompanhar o carregador pirata, quanto acompanhar, mas ser totalmente falsificado.

Alguns detalhes físicos podem ajudá-lo a identificar um carregador pirata, como o comprimento e a espessura do fio, a qualidade do material utilizado, o acabamento e a qualidade dos pinos do plugue, o peso do carregador etc.

Porém, para realmente eliminar todo vestígio de dúvida, a única solução é comprar o carregador em lojas oficiais da Motorola ou em lojas parceiras confiáveis e com uma boa reputação.

Você possivelmente pagará ligeiramente mais caro por ele, mas evitará os problemas mencionados ao longo deste artigo. Mas coloque na balança: o que é mais caro? Um carregador original ou um aparelho novo, uma vez que o antigo está inutilizável? Um carregador original ou uma cirurgia por problemas de saúde decorrentes de um problema mais grave do uso de carregadores piratas, como uma explosão?

Você já teve problema com algum carregador pirata? Conta pra gente nos comentários! Além disso, aproveite para conferir outros de nossos artigos sobre celulares clicando aqui!

Alexandre Garcia
Redator da WebGo Content, graduado em Letras – Português/Inglês e pós-graduando em Teoria da Literatura pela PUC-PR, tem experiência com redação e revisão de textos para Web. Apaixonado por poesia, literatura, games, tecnologia e gatos.

Deixe seu comentário