Como funciona e como evitar o golpe de clonagem de WhatsApp

Um dos golpes mais comuns de hoje em dia é o golpe de clonagem de WhatsApp. Ele é muito fácil de ser evitado, mas muitos não sabem como ele funciona e podem acabar sendo enganados pelos golpistas.

Segundo uma pesquisa realizada pelo PSafe no começo do ano passado, cerca de 8,5 milhões de brasileiros já caíram no golpe de clonagem de WhatsApp. E esse número certamente cresceu bastante de lá para cá.

WhatsApp
(Imagem: M. H./Pixabay)

Como funciona o golpe de clonagem de WhatsApp?

O golpe de clonagem de WhatsApp funciona da seguinte maneira: o golpista pega o número da vítima e cadastra ele em outro dispositivo celular. Com isso, uma mensagem de texto, com um código, é enviada pelo próprio WhatsApp ao celular da vítima.

O golpista, então, entra em contato com a vítima, se passando por alguém que trabalha no WhatsApp ou em alguma outra empresa, e solicita o código em questão. Caso a vítima passe o código, o golpista vai poder finalizar o cadastro do número da vítima no outro dispositivo.

Assim, o golpista toma o controle do WhatsApp da vítima, tendo acesso às conversas pessoais, à lista de contatos etc. E assim ele pode começar a aplicar a segunda parte do golpe, causando prejuízo à vítima.

Quais são os principais prejuízos da clonagem de WhatsApp?

Uma vez que o golpista tenha conseguido clonar o WhatsApp da vítima, ele pode fazer uma série de coisas bastante prejudiciais à vítima. Como, por exemplo:

  • Vazar conversas e fotos privadas;
  • Enviar links de golpes para os contatos da vítima;
  • Solicitar dinheiro para os contatos da vítima;
  • Fazer chantagem com a própria vítima etc.

Por exemplo, caso o golpista encontre alguma conversa ou foto comprometedora, ele pode começar a solicitar dinheiro à vítima para que ele não vaze as informações nas redes sociais.

No caso em que o golpista solicita dinheiro para os contatos da vítima, ele o faz se passando pela própria vítima. Por exemplo, se o usuário tem um contato salvo como “mãe”, o golpista pode se passar pelo filho e solicitar dinheiro alegando estar em uma situação de perigo ou necessidade.

Como evitar o golpe de clonagem de WhatsApp?

Por sorte, é muito fácil evitar o golpe de clonagem de WhatsApp. Tudo o que a vítima tem de fazer é evitar passar qualquer código que receber em seu celular para outras pessoas.

O WhatsApp ou outras empresas JAMAIS vão entrar em contato com os usuários solicitando informações pessoais, como senhas, códigos, documentos etc.

Muitas vezes, o golpista se passa por um representante de algum banco e solicita o código com a desculpa de que ele é necessário para confirmar a transferência de determinada quantia de dinheiro para a conta da vítima. Não caia nessa!

Primeiro que ninguém dá dinheiro de graça para ninguém. E segundo que um banco jamais vai entrar em contato assim. Se você estiver em dúvida, ligue para o seu banco ou compareça presencialmente a ele a fim de conferir se é verdade ou não (embora certamente não seja).

Além disso, outra dica é a seguinte: não compartilhe seu número de WhatsApp com desconhecidos! Em hipótese alguma, por exemplo, publique ele nas redes sociais, em fóruns, nas seções de comentário etc. Ao fazer isso, as chances de algum golpista salvá-lo e tentar aplicar um golpe em você são grandes.

Tive meu WhatsApp clonado: o que fazer agora?

Se você acabou caindo num golpe e tendo o seu WhatsApp clonado, calma que nem tudo está perdido. Há algumas coisas que você pode fazer para diminuir os danos que o golpe pode te causar.

A começar, por exemplo, por recuperar o acesso à sua conta. Para isso, cadastre novamente o seu número no WhatsApp. Você vai novamente receber um código numérico via SMS. Insira este código para completar o cadastro e NÃO O PASSE PARA MAIS NINGUÉM!

Em seguida, já tendo o controle novamente do WhatsApp, faça o o seguinte procedimento:

Passo 1. Primeiramente, abra o WhatsApp e aperte nos três pontinhos no canto superior direito.

Como evitar golpe de clonagem de WhatsApp
(Captura: Alexandre Garcia Peres/Tech News Brasil)

Passo 2. Em seguida, vá na opção “WhatsApp Web”.

Como evitar golpe de clonagem de WhatsApp
(Captura: Alexandre Garcia Peres/Tech News Brasil)

Passo 3. Depois, aperte em “desconectar de todos os aparelhos”.

Como evitar golpe de clonagem de WhatsApp
(Captura: Alexandre Garcia Peres/Tech News Brasil)

Passo 4. Por fim, aperte em “desconectar” para confirmar a solicitação.

Como evitar golpe de clonagem de WhatsApp
(Captura: Alexandre Garcia Peres/Tech News Brasil)

Isso vai fazer com que qualquer pessoa que se conectou ao seu WhatsApp via WhatsApp Web perca o acesso à sua conta.

Além disso, avise todos os seus contatos sobre o que aconteceu, ou seja, sobre o golpe que você acabou de sofrer. Sabendo disso, eles vão poder se defender caso o golpista tenha salvado os números e venha a entrar em contato com cada um deles.

Alexandre Garcia
Editor e redator da WebGo Content, graduado em Letras – Português/Inglês. Tem experiência com redação e revisão de textos para Web. Apaixonado por poesia, literatura, games, tecnologia e gatos.

Deixe seu comentário

16 + treze =