Cyberpunk 2077 | Designer Chefe deixa CD Projekt Red após oito anos

No início da manhã da última segunda-feira (22), Andrzej Zawadzki deixou o posto de Designer Chefe da CD Projekt Red, estúdio responsável por games como The Witcher 3 e Cyberpunk 2077, após oito anos no cargo.

Zawadzki anunciou sua decisão em seu Twitter pessoal. Confira a postagem a seguir:

O que Andrzej Zawadzki afirmou, portanto, foi o seguinte: “Após quase 8 anos, minha equipe na CDPR (CD Projekt Red) chegou ao fim. É hora de uma nova aventura. A todos que eu conheci neste caminho – muito obrigado :). Foi uma honra e um prazer. Vejo vocês por aí :)”.

Embora o tom de Andrzej tenha sido conciliatório, o clima certamente não está dos melhores na CDPR.

Trajetória de Andrzej Zawadzki na CDPR

Andrzej Zawadzki entrou no estúdio na parte de testes de qualidade de produto durante o desenvolvimento de The Witcher 3: Wild Hunt e das DLCs Hearts of Stone e Blood and Wine.

Em 2016, Andrzej Zawadzki assumiu o cargo de Designer de Gameplay já trabalhando no projeto de Cyberpunk 2077. Ao longo do projeto, um dos mais ambiciosos do estúdio, Zawadzki passou por outros cargos, como por Coordenador de RPG, até assumir o cargo de Designer Chefe, que ocupou até o começo dessa semana.

Quem acompanhou o desenvolvimento de Cyberpunk 2077 sabe que foi um projeto grande, ousado e com um desfecho não tão feliz assim para o estúdio, para os desenvolvedores e para os fãs.

Possível motivo da saída de Andrzej Zawadzki

Embora nem o Designer Chefe nem a CD Projekt Red tenham comentado, o motivo da saída de Andrzej Zawadzki do estúdio parece óbvio: o fracasso de Cyberpunk 2077.

O hype em cima do jogo cresceu muito desde que o seu desenvolvimento começou em 2016. Afinal, a CDPR já era um estúdio de sucesso, sendo muito bem visto pelo público pela franquia The Witcher.

Depois de diversos atrasos, Cyberpunk 2077 enfim saiu no dia 10 de novembro de 2020. Entretanto, ele certamente não estava à altura do hype que os fãs criaram.

Pelo contrário: o jogo estava bastante problemático e até mesmo injogável em algumas plataformas. Por exemplo, a Sony removeu Cyberpunk 2077 da PlayStation Store e ofereceu reembolso a todos os que compraram o game. E até hoje ele segue indisponível para compra no PlayStation 4 e no PlayStation 5. A versão de Xbox também não ficou livre de problemas.

Cyberpunk 2077
Cyberpunk 2077 pode ter sido um dos motivos da saída de Andrzej Zawadzki (Imagem: Reprodução/CD Projekt Red)

Além dos bugs e das instabilidades, a jogabilidade, a inteligência artificial e a história de Cyberpunk 2077 também deixaram bastante a desejar. O que certamente causou a revolta dos fãs.

Por conta de tudo isso, as ações da CD Projekt Red despencaram vertiginosamente após o lançamento de Cyberpunk 2077. Além disso, até mesmo ameaças de morte foram enviadas à equipe de desenvolvimento do estúdio.

Com os acionistas atacando de um lado e o público atacando de outro, a saída de alguns dos responsáveis por Cyberpunk 2077 era questão de tempo. E, nesta segunda-feira, ela enfim aconteceu.

CD Projekt Red está trabalhando em melhorias para Cyberpunk 2077

Para consertar os problemas do game, a CD Projekt Red já anunciou uma série de atualizações. Na última sexta-feira (19), por exemplo, o estúdio divulgou as novidades do patch 1.2, que você pode conferir neste artigo.

Além disso, para compensar alguns pontos fracos do jogo, o estúdio também já confirmou o lançamento de DLCs gratuitos para Cyberpunk 2077. Entretanto, estas certamente estão em segundo plano. Afinal, a prioridade deve ser a correção de bugs, crashes e instabilidades.

Cyberpunk 2077 está atualmente disponível para PCPlayStation 4PlayStation 5Google StadiaXbox One e Xbox Series X. Como comentamos ao longo desta matéria, Cyberpunk 2077 segue fora da PlayStation Store, sendo difícil encontrar o game à venda.

 

Quer ficar por dentro de todas as novidades do mundo da tecnologia e do entretenimento? Pois nos siga no Twitter e tenha acesso em primeira mão a todas as postagens aqui do Tech News Brasil!

Fonte: PC Gamer

Editor, redator e revisor da WebGo Content, graduado em Letras – Português/Inglês. Tem experiência com redação e revisão de textos para Web. Apaixonado por poesia, literatura, games, tecnologia e gatos.
FacebookLinkedin

Deixe seu comentário

onze + sete =