DESALMA | Conheça a série original de suspense do Globoplay

Desalma é uma série de drama e suspense sobrenatural, escrita por Ana Paula Maia que estreou no Globoplay em 22 de outubro de 2020. A série foi exibida no Festival Internacional de Cinema de Berlim, onde foi aclamada por sua história e por sua fotografia pelos espectadores e por diversos especialistas em cinema. A prod7y0ução nacional é exibida internacionalmente através da distribuição pela Sony Pictures Television em uma das parcerias com o Grupo Globo.

E uma entrevista divulgada pelo Globoplay, a criadora da série Ana Paula Maia falou sobre a sua estreia na TV com o desenvolvimento de Desalma. Maia tem 7 livros publicados e já ganhou o Prêmio São Paulo de Literatura.

Maia foi perguntada sobre as influências que teve para o desenvolvimento da série, que tem uma relação forte com o gênero de terror e suspense:

“A grande influência da minha literatura é Sergio Leone, então meus livros têm cara de faroeste, onde os personagens não são pobres coitados. É um universo muito diferente do que fiz para o audiovisual. ‘Desalma’ não tem absolutamente nada a ver com os livros, é um projeto que tem a ver com as minhas referências de série e cinema”.

Ela também falou um pouco sobre a influência da cultura ucraniana, que faz parte da trama principal da série:

“Eu moro em Curitiba há quatro anos e foi lá onde comecei a identificar os costumes e tradições de outros povos. Meu primeiro impacto foi na comida, até que comecei a ver os bosques, os parques da cidade, as festas típicas, os vários grupos folclóricos. Comecei a achar isso muito impressionante e pensei que o resto do Brasil precisava conhecer o que existe ali. Então, me aprofundei nessa cultura em Prudentópolis, cidade do interior do Paraná, foi lá que me inspirei para criar Desalma.

A maior comunidade ucraniana fora da Ucrânia é no Brasil. Eles mantêm vivas as festas, as tradições, e quase ninguém sabe nada sobre isso. Além disso, o leste europeu é extremamente místico. Peguei essa atmosfera muito rica culturalmente para uma história com elementos sobrenaturais. A ideia era trazer um costume diferente, que é lindo e está praticamente apagado, e que também faz parte do Brasil”.

Um dos responsáveis pela produção sair do papel, o diretor artístico Carlos Manga Jr. falou um pouco sobre a produção e os elementos do gênero sobrenatural inseridos na história:

“O grande desafio de fazer gênero é acertar na escolha dos códigos. A primeira coisa para falar da embalagem de ‘Desalma’ é o figurino, que tem dois momentos: um em que ele quase não aparece, mas desperta o interesse; e outro que ele aparece e aborda questões folclóricas. De início, procuramos uma paleta de cores neutra, já que os tons são todos rebaixados. Indo de encontro à direção sugerida, o figurino é todo conectado.

No caso de Haia, por exemplo, é preciso que o público acredite que ela bordou sua própria capa, que ela usa aquele casaco há muitos anos ou que foi passado de mãe para filha. Tudo em ‘Desalma’ tem que ter cheiro, você acredita que aquilo é real. Na fotografia, a gente foge dos clichês. Gravamos muitas cenas diurnas no extremo sul do Brasil, onde achamos esse bosque cercado de árvores. A sensação é que a floresta é infinita. São árvores imensas e praticamente geométricas em colunas, onde o sol não consegue ultrapassar.

É como se fosse um tabuleiro de xadrez: quando você está no meio desse bosque, você olha em volta e são árvores e mais árvores. A luz praticamente não chega nas pessoas. É muito interessante porque você sabe que é dia, mas a atmosfera é densa, porque o sol não consegue ultrapassar essa barreira. É muito bom não ter que usar a noite e o escuro para ser um código de thriller”.

Sinopse

A história começa com o desaparecimento da jovem Halyna em 1988, na cidade fictícia de Brígida, fundada por imigrantes ucranianos. Na época do desaparecimento, a cidade celebrava Ivana-Kupala, uma festa com origens pagãs e ligada a ritos de fertilidade que foi incorporada mais tarde no calendário dos cristãos ortodoxos, e na verdade é realizada na virada de 6 a 7 de julho. A tragédia fez com que a festa fosse banida do calendário da cidade, e trinta anos depois, quando a tradição é retomada, eventos misteriosos acontecem novamente. Três mulheres são marcadas por transformações e perdas, algumas delas irreparáveis. Rituais de bruxaria são capazes de reverter até mesmo a morte. Às vésperas da noite mais escura do ano, quando almas das trevas têm o poder de caminhar sobre o mundo dos vivos, a floresta parece atrair os ingênuos para seu interior frio, de árvores altas, onde eventos sobrenaturais assombram os integrantes das famílias envolvidas na tragédia do passado.

Elenco e equipe de produção

O elenco de Desalma conta com Cassia Kis como Haia Lachovicz, Maria Ribeiro como Giovana, Camila Botelho como Melissa Skavronski, Juliah Mello como Emily Skavronski, Nathália Garcia como Oksana,  Alexandra Richter como Natasha, Cláudia Abreu como Ignes Skavronski Burko, Ismael Caneppele como Boris Burko, Bruce Gomlevsky como Ivan Burko, Nathália Falcão como Iryna, Gabriel Muglia como o Policial Pablo, Lucas Lentini como Iuri, João Pedro de Azevedo como Anatoli Skavronski Burko, Giovanni de Lorenzi como Maksym e Isabel Teixeira como Anele. A série ainda conta com várias participações como Giovanna Figueiredo, Bela Leindecker, Nikolas Antunes, Valentina Ghiorzi, Eduardo BorelliAnna Melo, Nicolas Vargas, Giovanni Gallo e Lucas Soares.

Ana Paula Maia é a criadora e roteirista da série, a direção de Desalma é de João Paulo Jabur, Pablo Müller e Carlos Manga Jr.

LEIA TAMBÉM: DE VOLTA AOS 15 | Maísa Silva irá estrelar nova adaptação da Netflix

Filmagens e produção

Desalma estava originalmente programada para ser lançada em abril de 2020, porém devido à pandemia de coronavírus, o lançamento foi adiado para junho e deppois acabou sendo adiado novamente.

Durante 30 dias, as filmagens de Desalma ocorreram na região serrana do Rio Grande do Sul, com o uso de mais de 36 conjuntos, 16 deles em uma área de 300.000 metros quadrados na cidade de São Francisco de Paula. Também foram gravadas cenas por seis semanas em Santa Catarina e no Paraná. Rio de Janeiro e Teresópolis também serviram como plano de fundo para as gravações da série, que duraram nove meses ao todo.

Lançamento

Após vários adiamentos por conta da pandemia de coronavírus, a primeira temporada Desalma finalmente foi lançada em 22 de outubro de 2020, no streaming do Globoplay.

A série conta com 10 episódios e cada episódio com duração de 35 a 44 minutos.

Em setembro de 2020, antes mesmo da estreia da 1° temporada da série, foi anunciado a renovação de Desalma para a 2° temporada com previsão de estreia ainda para 2021.

Assista ao trailer de Desalma:

Gestor de Projetos e Pessoas da WebGo Content. Especialista em SEO e novos Projetos. Formado em Relações Públicas (PUC/PR) e experiência de mais de 10 anos no Marketing Digital.

Deixe seu comentário

nove + 19 =