Entendendo o final de “Tem Alguém na Sua Casa”

Assistiu a "Tem Alguém na Sua Casa", mas não tem certeza se entendeu direito o final? Então confere esse artigo que a gente tira suas dúvidas!

tem-alguem-na-sua-casa final

O terror “Tem Alguém na Sua Casa” estreou no último dia 6 de outubro na Netflix e o final do filme tem dado o que falar.

Com um enredo focado em um grupo de jovens que precisa fugir de um serial killer mascarado, o filme fez jus as produções passadas nas quais se inspirou, e entregou um slasher competente, ainda que sem muitas inovações, ao público.

Com um final realmente bem amarrado, porém, com muitas informações, pode ser que ao terminar de assistir Tem Alguém na Sua Casa, você tenha deixado passar alguma coisa.

Por isso mesmo, nesse artigo a gente vai retomar o desfecho do filme e explicar tudo o que aconteceu para que não reste nenhuma dúvida. Então, vamos lá!

Quem era o assassino e qual sua motivação?

Makani-e-Ollie final tem alguém na sua casa

Durante a maior parte do filme as desconfianças pelos assassinatos acaba recaindo sobre Oliver Larsson, muito mais por uma visão preconceituosa e cruel pelo passado do garoto, do que por qualquer outra coisa.

Os pais de Oliver eram alcoólatras e morreram em um acidente de carro, porém a lenda criada na cidade é que eles se suicidaram, e isso leva alguns de seus colegas a pensar que ele é um sociopata. Inicialmente isso é só um comentário maldoso feito por Alex Rodrigo, mas as coisas mudam depois que Rodrigo  é esfaqueado na festa de revelação de segredos, justamente depois de falar diretamente para Oliver que ele é um sociopata.

Depois que isso acontece, Alex praticamente tem certeza sobre a culpa do garoto e mesmo a protagonista Makani, que está em um tipo de relacionamento secreto com o menino, passa a desconfiar dele.

Após Oliver revelar que conhece o segredo do passado dela e ela ser atacada em sua casa, Makani também passa a ter certeza de que ele é o assassino.

Isso acaba resultando na prisão do menino.

Contudo, quando todos pensam que enfim o assassino foi preso, um ataque na escola confirma que Oliver não é culpado e que o serial-killer ainda está à solta.

Enfim já nos momentos finais, durante o festival que está acontecendo no milharal, descobrimos que o verdadeiro assassino é Zach, que acaba matando o próprio pai.

O assassino revela que o motivo para cometer os homicídios é o ódio que sente de qualquer pessoa que esconda segredos, fingindo ser algo que não é de verdade, “pessoas que usam máscaras”. Essa percepção está diretamente ligada à sua família e ao modo como foi criado pelo pai.

Cansado de se recriminar por nascer como um homem branco e rico, (“privilegiado” como ele mesmo diz) e por ter um pai odioso, Zach então canaliza todo o ressentimento que sente em um tipo de vingança contra todos aqueles que considera serem “falsos”.

Nesse momento o espectador pode perceber o quão hipócrita são esses motivos na verdade, já que o próprio Zach fingia ser um amigo receptivo e que sentia a perda de cada colega, e era ele quem escondia o pior dos segredos.

Análises à parte, no fim, Zach ainda consegue apunhalar Oliver, porém, acaba sendo morto por Makani.

Nos momentos finais vemos que Oliver sobreviveu, e todos os sobreviventes acabam tendo um final feliz.

Confira Também:

Depois de polêmica, Netflix edita número mostrado em Round 6

O segredo sombrio de Makani

E afinal de contas, qual era o segredo sombrio do passado de Makani?

Após ser atacada pelo serial killer em sua casa, a garota precisa ir para o hospital e é lá que revela seu passado aos amigos.

Quando ainda morava no Havaí, Makani passou por terrível trote ao entrar em uma nova escola do ensino médio. Naquela noite, garotas veteranas da tal escola, prenderam ela e outras garotas perto de uma fogueira e as obrigaram a consumir muita bebida alcoólica, enquanto eram humilhadas com palavras e atitudes ofensivas.

Após serem soltas, Makani conta que todos estavam bêbados, e ao tentar falar com uma colega e ser repelida por ela, acabou empurrando a garota para dentro da fogueira, quase sem perceber.

A garota empurrada, Jasmine acabou ficando com o rosto desfigurado pelo fogo. Enquanto isso, Makani foi a julgamento e mesmo depois de ser absolvida, passou a receber diversas ameaças.

Seus pais também acabaram se separando após o ocorrido, tornando a vida anterior da adolescente insustentável.

Por isso, ela decidiu adotar outro sobrenome e se mudar para a casa da avó. Seu objetivo era começar uma nova vida em um lugar onde ninguém soubesse de seu passado.

CONFIRA Também:

Conheça A Vingança das Juanas, nova série mexicana da Netflix

E então, ainda ficou com alguma dúvida sobre o final de “Tem Alguém na Sua Casa”? O que você achou do filme da Netflix?

Conta para a gente aqui nos comentários!

Formada em Marketing e pós graduanda do curso de Língua Portuguesa e Literatura. Trabalha na área de comunicação como Criadora de Conteúdo além de fazer trabalhos de atuação e locução para materiais em vídeo. Pseudo-cinéfila e apaixonada por todo universo Geek.

Deixe seu comentário

dois × dois =