Entendendo o final de ‘Meu irmão, minha irmã’, novo filme da Netflix

Assistiu ao filme da Netflix e ficou confuso(a) sobre o final? Pois confira esta matéria e entenda o final de 'Meu irmão, Minha irmã'!

Entendendo o final de Meu irmão, Minha irmã

O filme Meu irmão, Minha irmã chegou ao catálogo da Netflix no dia 8 de outubro. O novo título de drama do serviço de streaming, de origem italiana, tem deixado os assinantes da plataforma bastante inquietos. Em especial, por causa do final da trama.

Nesta matéria do Tech News Brasil, você confere o que acontece no filme que já apresentamos em outra matéria e entende o final de Meu Irmão, Minha Irmã, título original da Netflix — ou seja, cuidado com spoilers, caso ainda não tenha assistido à produção. Confira!

O que acontece no filme Meu irmão, Minha irmã?

Em Meu irmão, Minha irmã somos apresentados a Nik e Tesla, dois irmãos que são obrigados a conviver sob o mesmo teto após o falecimento do pai. A história se passa em Roma e começa em um funeral, organizado por Tesla, que é mãe solteira. O funeral é justamente de seu pai, Giulio, que atuava como professor de astrofísica.

Todos seguem com os pensamentos voltados a Giulio até que surge Nik, filho mais velho de Giulio. A presença dele no funeral e a forma como fala sobre o pai deixa Tesla notavelmente incomodada. Isso porque o Nik se afastou da família por mais de vinte anos, sem dar qualquer justificativa.

Embora tudo que Tesla deseje é que Nik desapareça novamente, o advogado da família, Federico, anuncia que o apartamento de Giulio foi deixado aos dois irmãos. Assim sendo, eles tem duas opções: ou moram juntos, ou colocam o local à venda para repartirem o valor igualmente. Porém, em respeito à memória do pai, eles decidem morar juntos, na esperança de conseguirem se conectarem outra vez.

Mesmo assim, uma reaproximação entre os dois parece impossível. Em especial porque Tesla tem uma rotina bastante árdua, tendo em vista que tem dois filhos adolescentes, Carolina e Sebastiano. Enquanto isso, Nik segue com sua vida de aventuras. Além de tudo, Sebastiano é esquizofrênico e Tesla se cobra demais para ajudar o filho.

Por qual motivo Tesla odeia Nik?

A lembrança que Tesla guardou de Nik nas últimas décadas que foi a de um irmão mais velho que saiu de casa de uma hora para outra e, desde então, se manteve distante, sem tentar estabelecer qualquer tipo de contato. Depois de um casamento frustrado, ela se dedicou à família mais do que nunca, mas essa atitude não teve os resultados que ela esperou.

Carolina sentia falta do pai, que nunca respondeu suas cartas, e há 5 anos Sebastiano teria sido diagnosticado com esquizofrenia. Então, Tesla começou a sentir que estava tendo sempre que voltar ao início de tudo, começando a culpar o irmão que simplesmente fugiu de suas responsabilidades.

Desse modo, quando Nik se estabelece na casa, Tesla o indaga sobre o motivo por que ele teria saído de casa há 20 anos. Ele então conta que encontrou a noiva, Giada, com outro homem. Mas Tesla só entende tudo de verdade ao ler a carta que seu pai lhe deixou antes de falecer, explicando tudo. A verdade é que Giulio saiu casa porque o homem com quem a Giada estava era seu próprio pai.

Ou seja, Nik saiu de casa pensando no que era melhor para a família, evitando que a família sofresse pelo ocorrido.

Final explicado de Meu irmão, Minha irmã

No final do filme, Sebastiano se envolve em um terrível acidente, sendo atropelado no dia da apresentação de violoncelo depois de ter um ataque de pânico ao ver Sebastiano com Emma, garota de quem Sebastiano gosta. Em meio ao susto, Tesla e Nik conversam e Tesla decide perdoar Nik. Naquele momento, eles finalmente se reconciliam.

Sebastiano também se pronuncia. Ele fala com a família, pontuando questões pertinentes sobre o relacionamento familiar e a importância de estarem juntos. Mais do que isso, ele pede para que sua mãe comece a cuidar mais de si mesma, sugerindo que ela não se preocupe mais tanto com ele.

Embora tudo indicasse que Sebastiano não sobreviveria ao acidente, o garoto acaba vivo. Diante disso, o filme termina com a família mergulhando no mar para despejar as cinzas de Giulio.

Quem também mergulha é Sebastiano, que tinha contado a seu amigo imaginário, Kelvin, sobre o medo de água. Ou seja, Sebastiano enfrentou e superou um grande medo, mostrando que tudo é possível com o amor familiar. Com isso, pode ser que mais adiante ele possa superar a doença mental, também com a ajuda da família.

Gostou da explicação do final de Meu irmão, Minha irmã? Pois confira também:
Entendendo o final de “Tem Alguém na Sua Casa”

Graduanda em Comunicação Organizacional na UTFPR, com experiência na área de Gestão de Pessoas e em Marketing Digital. Amante de filmes de ação com protagonização feminina e fã de café à meia-noite.

Deixe seu comentário

dezessete + sete =