Entrevías: apesar de fictícia, trama da série da Netflix tem elementos reais. Entenda

"Entrevías" continua fazendo muito sucesso na Netflix e aqui a gente te conta quais as inspirações da vida real que foram usadas na série.

Entrevías continua entre as produções mais assistidas da Netflix e parte do motivo de tanto sucesso pode estar relacionado aos elementos da vida real que são abordados pela série.

Não, Entrevías não é baseado em uma história real e personagens como Tirso são puramente fictícios. No entanto, o criador da série, David Bermejo, revelou que acabou se baseando em cenários e fatos reais para criar sua história.

Confira a seguir quais foram os elementos que acabaram sendo utilizados como base para a criação de Entrevías.

Sobre Entrevías

entrevias-apesar-de-ficticia-trama-da-serie-tem-elementos-reais-entenda

Nessa série, o ex-capitão militar Tirso Abantos é um senhor aposentado e recluso, dono de uma loja de ferramentas no bairro Entrevías na Espanha.

Quando sua neta jovem e rebelde acaba sendo enviada para morar com ele, Tirso tem uma grande mudança em sua vida já que sua personalidade rabugenta complica a convivência entre eles, e a garota acaba fugindo de casa com o namorado.

Isso se torna um problema ainda maior quando Tirso descobre que a fuga envolve a gangue de traficantes que tomou conta do bairro. Com isso, o homem precisa colocar seus conhecimentos táticos em prática e declarar guerra contra o chefe criminoso do bando para salvar sua neta.

O impacto do tráfico em pequenas comunidades

O fator que move Entrevías é o modo como a “institucionalização” do tráfico de drogas no pequeno bairro espanhol acabou afetando diretamente a vida da comunidade, inclusive dos moradores mais antigos.

Segundo o criador da série, a ideia da série era retratar como esse problema tão grave e comum no século XXI, tem impactos na vida em sociedade muito além do aspecto criminoso e como moradores reais de locais que passam por isso se sentem em seu dia-a-dia.

O personagem Tirso surge como a personificação da indignação frequente dessas pessoas, obrigadas a ver o tráfico afetando suas vidas e as de suas famílias, sem que as autoridades e governos tomem providências eficientes contra isso.

Claro que o autor e roteiristas focaram na realidade de diversos bairros da Espanha, porém, como bem sabemos, essa é uma situação constante em diversos outros países, o que pode explicar a série estar fazendo tanto sucesso aqui no Brasil também.

O preconceito xenofóbico

A xenofobia é outro assunto muito explorado em Entrevías, e outro que o autor se inspirou em casos reais e comuns da sociedade espanhola.

Tirso ainda que se torne um “herói” improvável ao longo da série e caia nas graças do espectador, é um personagem extremamente preconceituoso. O personagem acredita que parte da culpa por seu bairro ter entrado nas estatísticas criminais é dos imigrantes que se mudaram para lá. Ao longo da série, vemos essa sua visão evoluindo, mas nem sempre isso acontece na vida real.

Especialmente em países considerados “desenvolvidos”, o preconceito contra estrangeiros é gigantesco e frequentemente motivo de desavenças e divisão de comunidades, mesmo quando não está associado à criminalidade.

Segundo o autor, em sua série ele quis explorar que mesmo no século XXI e apesar de toda a evolução em vários campos sociais, esse ainda é um aspecto que mantém a sociedade espanhola (e europeia no geral) no passado.

Inspiração nas próprias origens

Por fim, Bermejo revelou em entrevista no início desse ano que Entrevías é uma série com grande inspiração em suas próprias experiências quando jovem, já que o autor nasceu e cresceu em um bairro muito semelhante da Espanha.

Além disso, o cineasta deixou claro que sua série não se baseia em nada no bairro real de Entrevías situado na Espanha, e que o uso do mesmo nome não passou de uma coincidência.

CONFIRA Também:

Entrevías: entenda por que a série vem dividindo a opinião dos assinantes da Netflix

E você, o que achou da série Entrevías disponível na Netflix? Conta para a gente aqui nos comentários.

Formada em Marketing e pós graduanda do curso de Língua Portuguesa e Literatura. Trabalha na área de comunicação como Criadora de Conteúdo além de fazer trabalhos de atuação e locução para materiais em vídeo. Pseudo-cinéfila e apaixonada por todo universo Geek.

2 comentários

  • Amei a primeira temporada 😍

  • Achei a série muito boa, retratando problemas muito importantes e tão comuns não só na Espanha, como em todo mundo

Deixe seu comentário