Executivo da ABC está processando a Disney por homofobia; entenda o caso

Vice-presidente de Finanças da ABC Signature está processando a Disney em Los Angeles. Executivo alega ter sofrido homofobia em sua carreira.

Disney Mês do Orgulho (Imagem: Reprodução/Deadline).

Ontem, no primeiro dia do mês em que a comunidade LGBTQIAP+ comemora o Mês do Orgulho, a The Walt Disney Company foi pega de surpresa com uma notícia chocante: um dos seus executivos mais antigos está processando a empresa por ser discriminado pela sua orientação sexual. A alegação foi feita através de um processo formal aberto contra os estúdios, e os documentos foram entregues ontem pelos advogando de Joel Hopkins à Corte Superior de Los Angeles.

Atualmente, Hopkins ocupava o cargo de Vice Presidente de Finanças na recém-formada ABC Signature, mas sua história com a The Walt Disney Company é de longa data: em 1994, ele ingressou na companhia como Diretor de Produção Financeira para a Buena Vista TV, e nos anos 2000 foi promovido ao cargo de Vice-Presidente de Finanças da Touchstone TV, outra marca do grupo.

“O requerente fez repetidas reclamações diretas ao RH sobre a discriminação que sofreu enquanto empregado pelos Réus e, concomitantemente, as falhas relacionadas em promovê-lo e pagá-lo ao mesmo nível dos outros chefes de departamento”, diz parte do escopo do processo. O documento, de 10 páginas, conta com descrições detalhadas das ações que fizeram Hopkins se sentir discriminado pela gigante de mídia:

Após sua orientação sexual ter sido conhecida pelos seus superiores e ter sido discriminado, sua carreira foi colocada em um beco sem saída e promoções foram repetidamente negadas sem nenhum remédio ou alívio do RH. O requerente está informado e acredita que, mais uma vez, por volta de Abril de 2021, diversas promoções ocorreram, mas o Requerente não foi promovido […] O Requerente acredita que essas promoções ocorreram mesmo com as alegações de que a Disney estaria sofrendo financeiramente e não promovendo.

No processo, Hopkins estabeleceu que as ações seriam respondidas pela The Walt Disney Company, ABC Signature Studios, Inc. e a Riverside Television Services LLC. De acordo com ele, o conhecimento de sua orientação sexual aconteceu durante os anos 2000, quando sua identidade como homem gay foi descoberta por diversas pessoas dos estúdios, inclusive seu supervisor da época, Jim Hedges, chefe financeiro da ABC.

Disney processada por Homofobia
Mês do Orgulho: Disney é acusada por homofobia no mesmo dia que celebra em suas redes (Imagem: Reprodução/Disney).

O objetivo de Hopkins é conseguir indenizações compensatórias, punitivas e ter os custos do processo cobertos pelo grupo. E, de acordo com o portal Deadline, esses valores podem ser realmente altos se o juiz levar em consideração o que Hopkins poderia ter ganhado por décadas se ele tivesse ascendido dentro da companhia, como deveria ter acontecido.

“O Requerente também é informado e acredita que sua remuneração é menor do que a de outros indivíduos que também são chefes de departamento, e que seu cargo é inferior ao de outros indivíduos, que também são chefes de departamento, especialmente para alguém com a experiência e as posses do Requerente”, conclui o processo entregue pelos advogado à Corte Superior de Los Angeles.

A The Walt Disney Company chegou a ser procurada pelo Deadline, mas seus representantes ainda não se posicionaram oficialmente sobre o caso. Novidades sobre o processo devem ser compartilhadas em breve. Enquanto isso, fiquem ligados aqui no Sobre Sagas para mais informações sobre o caso!

CONFIRA Também:
Mês do Orgulho LGBTQIAP+ | 10 Filmes imperdíveis para celebrar a diversidade

Fonte: Deadline

Arquiteto e Urbanista aficionado por Cenografia e Cinema. Criador de conteúdo da área desde 2013 e apaixonado por adaptações cinematográficas, especialmente de fantasia.
FacebookInstagramLinkedin

Deixe seu comentário