Falcão e o Soldado Invernal | Terceiro episódio – resumo completo

Nesta sexta-feira (02), saiu o terceiro episódio da série Falcão e o Soldado Invernal no Disney Plus.

O terceiro episódio, intitulado “Mercador do Poder”, está bem recheado com diversas cenas de ação e conta com o retorno de duas figuras importantes do MCU (Marvel Cinematic Universe).

Entre os destaques, vemos o surgimento de uma parceria bem inusitada entre os protagonistas da série e um dos vilões mais perigosos do MCU.

Temos também uma breve aparição de um personagem muito importante dos quadrinhos, ligado à origem do soro de super soldado na série. Além disso, descobrimos um pouco mais sobre a história de Karli Morgenthau e as motivações dos Apátridas.

Confira a seguir um resumão de todos os acontecimentos importantes do terceiro episódio da série Falcão e o Soldado Invernal. Vale lembrar que o resumo contém spoilers do episódio, então fique avisado!

Resumo do terceiro episódio de Falcão e o Soldado Invernal

O terceiro episódio começa com uma breve recapitulação de tudo o que rolou de importante na série até agora.

Por exemplo, durante o desfecho do segundo episódio, vemos que Sam e Bucky decidem visitar ninguém menos que o próprio Barão Zemo na cadeia atrás de informações do soro de super soldado.

Sam e Bucky fazem uma aliança com o Barão Zemo

Sam, Bucky e Barão Zemo
Sam, Bucky e Barão Zemo se unem (Imagem: Reprodução/Marvel/Disney+)

Logo no começo do terceiro episódio, vemos o desenrolar de uma união muito improvável quando Sam e Bucky, após libertarem o Barão Zemo da prisão, se juntam ao vilão para encontrar a origem do soro de super soldado.

Bom, a verdade é que Sam demorou um pouco para aceitar essa união. Isso porque Bucky arquitetou todo o plano de fuga de Zemo sem consultá-lo. Ou seja, Sam só ficou sabendo das boas novas quando o trio se encontrou frente a frente após a grande fuga.

Mas por que eles precisam tanto do vilão para descobrir o paradeiro do soro de super soldado? E por que Zemo concordou em ajudar os heróis?

Primeiramente, temos que lembrar que Bucky pensa que a HYDRA esteja envolvida na recriação e distribuição do novo soro de super soldado. Entretanto, após o fim da organização terrorista, a única pessoa que sabe sobre todos os segredos da HYDRA é o próprio Zemo.

Além disso, graças aos eventos do filme Capitão América: Guerra Civil, sabemos que Zemo não é um dos maiores fãs dos super heróis.

Sabendo disso, Bucky, durante sua visita na prisão, revela para Zemo que o soro de super soldado foi recriado e que está a solta por ai, o que é mais do que o suficiente para fazer com que o vilão retorne à ativa e lute ao lado dos heróis, pelo menos temporariamente.

Supresa, Barão Zemo não traiu os heróis… ainda

Barão Zemo salva Sam e Bucky de uma emboscada
Barão Zemo com sua icônica máscara prestes a salvar os heróis de uma emboscada (Imagem:Reprodução/Marvel/Disney+)

Uma das coisas mais impressionantes do terceiro episódio é que o Barão Zemo não traiu os heróis nem fugiu na primeira oportunidade. Muito pelo contrário, o vilão mostrou todo o seu valor e se manteve fiel à aliança que ele fez com os protagonistas.

Durante o episódio, o vilão foi de grande ajuda para Sam e Bucky, oferecendo informações, contatos e recursos que os ajudou a progredir em sua busca pela origem do soro.

Além disso, Zemo até mesmo salvou os protagonistas durante uma emboscada, mesmo tendo a oportunidade de fugir e se livrar do problema.

Isso mostra que Zemo, apesar de ter cometido várias atrocidades, é um homem que cumpre as suas promessas.

É claro que, eventualmente, Zemo vai trair os heróis e retornar com sua agenda contra os Vingadores. Mas, por hora, podemos aproveitar as cenas de interação entre o vilão e os protagonistas, que de longe foram as melhores do episódio.

Missão em Madripoor

Sam, Zemo e Bucky em Madripoor
Sam, Zemo e Bucky em Madripoor (Imagem:Reprodução/Marvel/Disney+)

Para ajudá-los a encontrar a origem do soro de super soldado, Zemo leva Sam e Wilson para a cidade fictícia de Madripoor. A cidade é controlada pelo temido Mercador do Poder, figura que Zemo desconfia que esteja por trás da origem do soro.

Para encontrar as pistas que precisam, os protagonistas precisam se infiltrar no submundo da cidade. Dessa forma, Sam se disfarça como uma figura bem conhecida de Madripoor chamada Tigre Sorridente, fazendo referência a um personagem de mesmo nome um tanto desconhecido dos quadrinhos da Marvel.

Bucky precisa fingir que ainda é o Soldado Invernal e que está sendo controlado mentalmente por Zemo para não levantar suspeitas.

Juntos eles descobrem que o Mercador do Poder está distribuindo o soro de super soldado, e que o soro foi recriado por um cientista chamado Wilfred Negel, que, nos quadrinhos, foi o responsável pela origem do primeiro Capitão América negro da história.

Sharon Carter retorna ao MCU

Sharon Retorna ao MCU
Sharon Carter (Imagem: Reprodução/Marvel/Disney+)

Como citado no começo do artigo, duas personagens importantes retornaram ao MCU no terceiro episódio de Falcão e o Soldado Invernal.

A primeira é ninguém menos que Sharon Carter, uma ex-agente do governo americano e uma das maiores aliadas de Steve Rogers.

Durante os eventos de Guerra Civil, Sharon Carter se tornou inimiga do estado após roubar do governo o escudo do Capitão América e devolvê-lo para as mãos de Steve Rogers.

Sharon Carter retorna agora, e está muito diferente do que era antes. Após ser nomeada inimiga do estado, Sharon se refugiou na cidade fictícia de Madripoor, onde ganhou uma bela fortuna vendendo obras de arte no mercado negro.

Durante o episódio, descobrimos que Sharon se tornou desiludida com o governo americano e toda a ideia de super-heróis após se tornar inimiga do estado por ajudar o Capitão América.

Para conquistar novamente a sua confiança, Sam promete a Sharon que, caso ela os ajudasse, ele arrumaria uma maneira de conseguir com que o governo perdoasse os seus crimes.

Além disso, Sharon mostra que, apesar da riqueza, ela não perdeu os costumes de quando era uma agente do governo. Além de encontrar o paradeiro de Wilfred Nagel sozinha, ela também salvou a dupla de heróis de duas emboscadas durante o episódio.

A origem do soro de super soldado

Assim como nos quadrinhos, o responsável por recriar o soro de super soldado no MCU é o cientista Wilfred Nagel. Porém, ao contrário dos quadrinhos, Nagel não trabalha para o governo americano e sim para o Mercador do Poder.

Wilfred Nagel recria o soro de super soldado
(Imagem: Reprodução/Marvel/Disney+)

Ao interrogar Nagel, Sam e Bucky descobrem que cerca de 20 doses do soro de super soldados foram roubadas do Mercador do Poder pelos Apátridas. Ou seja, como já apareceram 8 super soldados até agora, é capaz que as outras doses do soro acabem nas mãos de John Walker e de seu parceiro, o Estrela Negra.

Entretanto, no meio da interrogação, Zemo acaba matando o cientista para extinguir o soro de uma vez por todas. Marcando, assim, o fim de sua breve aparição no MCU.

Ayo de Wakanda retorna ao MCU

A segunda personagem a retornar ao MCU no terceiro episódio é Ayo, uma das Dora Milaje, grupo de elite composto somente por mulheres encarregadas de proteger o rei de Wakanda.

Bucky encontra Ayo
Bucky encontra Ayo (Imagem:Reprodução/Marvel/Disney+)

Apesar de fazer apenas uma breve aparição no fim do episódio, ela já deixa bem claro quais são as suas intenções: levar o Barão Zemo à justiça por ter assassinado o rei T’Chaka durante os eventos de Guerra Civil.

Ou seja, podemos esperar um grande conflito entre Ayo e os protagonistas, que precisam proteger Zemo em sua busca de parar os Apátridas.

John Walker em busca dos Apátridas

Apesar da curta aparição de John Walker no episódio, já vemos ele mostrando a sua verdadeira face. Ao interrogar um grupo de civis que abrigaram os Apátridas durante o episódio 2, vemos que o atual Capitão América não tem tempo para brincadeiras, e nem paciência.

Após perguntar delicadamente pelo paradeiro dos Apátridas e ser surpreendido com uma cusparada na cara, Walker perde a paciência e parte logo para a ignorância, agredindo o civil no meio da interrogação.

Mas ele logo se acalma, especialmente após Hoskins explicar que os Apátridas são muito amados pelo povo, pois, ao contrário do governo, eles são os únicos que realmente ajudam os civis afetados pelo Blip.

Um pouco da história de Karli Morgenthau

Karli Morgenthau fala sobre o seu passado
Karli falando sobre o seu passado algumas horas antes de cometer um atentado terrorista (Imagem:Reprodução/Marvel/Disney+)

Mais tarde no episódio, vemos os Apátridas atacando uma base do Conselho de Repatriação Global, uma organização dedicada a ajudar as vítimas que retornaram após o estalo de Thanos.

Pelo menos é o que dizem, pois a base em questão estava lotada de suprimentos que não estavam sendo distribuídos para o povo

Entretanto, bem quando estávamos começando a simpatizar com os Apátridas, sua líder, Karli Morgenthau, decide explodir a base com todos os soldados dentro. Karli defende suas ações usando o argumento de que a violência é a única linguagem que eles conhecem.

Além disso, descobrimos um pouco mais da história de Karli Morgenthau. Por exemplo, descobrimos que ela é muito ligada a uma pessoa conhecida como Moma Donya, que, inclusive, pode ter sido a razão dela ter roubado o soro.

Descobrimos também que ela nem sempre teve desejos assassinos, e que o sonho dela era se tornar professora, assim como Donya.

Descobriremos mais sobre a personagem e os Apátridas nos próximos episódios da série, fique ligado!

Quer ficar por dentro de todas as novidades do mundo da tecnologia e do entretenimento? Então nos siga no Twitter e não perca mais nenhuma postagem da equipe do Tech News Brasil!

A equipe do Tech News retirou todas as informações desse artigo do terceiro episódio de Falcão e o Soldado Invernal, série original do Disney Plus.

Gestor de Projetos e Pessoas da WebGo Content. Especialista em SEO e novos Projetos. Formado em Relações Públicas (PUC/PR) e experiência de mais de 10 anos no Marketing Digital.

Deixe seu comentário

vinte − dezesseis =