FIFA começa a testar na Copa Árabe nova tecnologia para detectar impedimentos

Nova tecnologia pode ser utilizada já na Copa do Mundo do Catar em 2022.

FIFA começa a testar na Copa Árabe nova tecnologia para detectar impedimentos (Imagem: Chiraphat Phaungmala/Pixabay)
FIFA começa a testar na Copa Árabe nova tecnologia para detectar impedimentos (Imagem: Chiraphat Phaungmala/Pixabay)

Nesta segunda-feira (29), a FIFA confirmou que passará a testar na Copa Árabe uma nova tecnologia que auxilia na detecção de impedimentos que poderá vir a ser utilizada já na Copa do Mundo de 2022, que acontecerá no Catar.

O novo sistema consistirá na instalação de 10 a 12 câmeras no teto dos estádios, que capturam de forma semiautomática cerca de 50 vezes por segundo até 29 pontos de dados de uma só vez. Com isso, a tecnologia é capaz de rastrear membros dos jogadores e dar uma conclusão a respeito do possível impedimento de forma muito mais agilizada, garantindo assim que o jogo flua de maneira melhor ao evitar interrupções prolongadas e desnecessárias.

Obviamente, a decisão de marcar o impedimento ou não ainda passará pelo operador do replay, pelo árbitro de vídeo e, se necessário, pelo bandeirinha e pelo juiz. A ideia da tecnologia é apenas oferecer uma forma a mais de garantir que os lances sejam decididos de forma justa e precisa. O sistema já foi testado na Inglaterra, na Espanha e na Alemanha; ou seja, há grandes chances de que ele tenha vindo para ficar. Havia planos de testá-lo em ainda mais países antes da Copa do Mundo de 2022, mas a pandemia de Covid-19 dificultou e atrasou a sua implementação.

Para quem não entende muito de futebol, o “impedimento” nada mais é do que a marcação por parte do bandeirinha/do juiz de que determinado jogador está à frente da linha de defesa. Ele serve para impedir que os atacantes de uma equipe fiquem próximo ao gol inimigo, muito longe do último jogador da defesa, apenas esperando a bola chegar até eles para que façam livremente o gol. Com isso, o ataque é obrigado a avançar com a bola e realizar toques a jogadores que estejam apenas na mesma linha ou atrás da linha de defesa. Às vezes, apenas um único pé à frente da linha da defesa já é o suficiente para a anulação do lance, sendo difícil marcar sem o auxílio do árbitro de vídeo.

Gostou dessa notícia sobre a nova tecnologia de impedimentos da FIFA? Pois confira também:
Neymar Jr. é banido da Steam sem motivo aparente; confira as reações

Fonte: BBC

Editor, redator e revisor da WebGo Content, graduado em Letras – Português/Inglês. Tem experiência com redação e revisão de textos para Web. Apaixonado por poesia, literatura, games, tecnologia e gatos.
FacebookLinkedin

Deixe seu comentário

quinze − 13 =