Fortnite | Quem ou o que é o CUBO KEVIN? Entenda aqui!

Confira aqui tudo o que já sabemos até o momento sobre o Cubo Kevin, objeto que terá um papel importante na Temporada 8 do Fortnite

O Cubo Kevin, objeto misterioso presente em boa parte da história do Fortnite (Imagem: Reprodução/Fortnite Fandom)

No evento final da Temporada 7 do Capítulo 2 de Fortnite, um velho conhecido dos jogadores voltou: o Cubo Kevin. E não apenas nele: ao que tudo indica, o Cubo Kevin também terá uma importância bastante grande na Temporada 8 do Capítulo 2 de Fortnite!

Nesta matéria original do Tech News Brasil, você vai descobrir tudo o que já sabemos sobre o Cubo Kevin, qual foi o seu papel nas temporadas passadas e o que pode significar a sua volta nesta nova temporada. Confira!

O que é o Cubo Kevin?

O Cubo Kevin, objeto misterioso presente em boa parte da história do Fortnite (Imagem: Reprodução/Fortnite Fandom)
O Cubo Kevin, objeto misterioso presente em boa parte da história do Fortnite (Imagem: Reprodução/Fortnite Fandom)

O Cubo“, também conhecido como Kevin, é um objetivo misterioso que apareceu na ilha do Fortnite no dia 24 de agosto de 2018, próximo à localização conhecida como Paraíso das Palmeiras.

Imenso e bastante instável, acreditava-se na época que o Cubo tinha a cor roxa e habilidades relacionadas a trovões graças à Tempestade, que o havia corrompido. Porém, depois do evento Operação: Céu em Chamas, que deu fim à Temporada 7 do Capítulo 2, a natureza do Cubo está ainda mais incerta. Talvez a única certeza seja a de que é possível corromper ou purificar o cubo, já que, quando os jogadores encostaram nele dentro da Nave-Mãe no já mencionado evento, ele perdeu a sua coloração roxa e passou a ficar azul.

O evento Operação: Céu em Chamas nos deu uma boa pista sobre a origem do Cubo: ao que tudo indica, ele foi criado pela Última Realidade (a raça alienígena que invadiu recentemente a ilha) como uma forma de colocar seus planos de dominação em prática. E não apenas isso: não há apenas um cubo como pensávamos até então, mas milhares e milhares deles.

Outra coisa que chama bastante a atenção no Cubo Kevin é a presença de runas e símbolos estranhos. Além disso, quem se aproxima do Cubo passa a ganhar lentamente uma carga de escudo — porém, ao se aproximar muito, o jogador é repelido pelo Cubo, o que pode fazer dele uma boa plataforma de impulso. Desde que o jogador não abuse muito disso: do contrário, ele receberá uma descarga elétrica que aplica ao jogador cerca de 30 de dano.

Quando o Cubo Kevin chegou ao Fortnite e o que ele fez?

Como comentamos, o primeiro Cubo Kevin chegou à ilha do Fortnite no dia 24 de agosto de 2018, na Temporada 5 do Capítulo 1. Ele aterrissou nos arredores do Paraíso das Palmeiras e prontamente passou a se mover lentamente pelo mapa, deixando ao todo sete runas gravadas na ilha. Ao término do trajeto, ele destruiu algumas construções nas Torres Tortas e, posteriormente, corrompeu o antigo Lago do Saque.

Engana-se quem pensa que o Cubo Kevin aterrorizou o Fortnite apenas na Temporada 5: ele também esteve presente na Temporada 6 do Capítulo 1, formando a Ilha Flutuante no centro do mapa, a movendo por cada uma das runas que havia marcado no chão do mapa anteriormente e, por fim, a explodindo no começo do Fortinemares de 2018, dando origem aos monstros que aterrorizaram a ilha entre o Halloween e o dia 04 de novembro.

O Cubo Kevin "segurando" a Ilha Flutuante na Temporada 6 do Capítulo 1 de Fortnite (Imagem: Reprodução/Fortnite Fandom)
O Cubo Kevin “segurando” a Ilha Flutuante na Temporada 6 do Capítulo 1 de Fortnite (Imagem: Reprodução/Fortnite Fandom)

Um dia antes, no dia 03 de novembro, o Cubo Kevin começou a rachar e a vazar um líquido roxo. No já mencionado dia 04 de novembro, o Cubo passou a girar freneticamente, causando um enorme flash de luz branca, teletransportando os jogadores para o Nexus e dando origem à famosa Borboleta.

Depois do dia 04 de novembro, o Cubo Kevin, em si, nunca mais foi visto no Fortnite (até o evento do último domingo, 12 de setembro de 2021). Ainda assim, ele parece ter continuado influenciado os acontecimentos da ilha…

Possíveis influências do Cubo Kevin na Ilha do Fortnite

As Chaminés Chamuscantes, que geram a energia claramente através de uma influência do Cubo Kevin (Imagem: Reprodução/Fortnite Fandom)
As Chaminés Chamuscantes, que geram a energia claramente através de uma influência do Cubo Kevin (Imagem: Reprodução/Fortnite Fandom)

Depois do seu desaparecimento, o Cubo Kevin continuou influenciando a história do Fortnite. Confira a seguir algumas das suas aparições (ou semiaparições):

  • Na Temporada 7 do Capítulo 1, o Rei do Gelo usou um fragmento do Cubo Kevin para conjurar a Legião do Gelo
  • Já na temporada 9, a Espada da Singularidade, usada para derrotar O Devorador, foi construída com fragmentos do Cubo Kevin
  • A Ilha Flutuante, criada pelo Cubo Kevin na Temporada 6, retornou na Temporada 10 através de um portal. Nesta mesma temporada, um memorial ao Cubo foi erguido no Lago do Saque
  • Na Temporada 1 do Capítulo 2, surgiu no mapa as Chaminés Chamuscantes, até hoje existentes. Na entrada dela, há uma estátua do Cubo Kevin e a energia gerada pelas chaminés, chamada “Kevolution Energy”, tem nitidamente uma relação com o Cubo
  • Já na Temporada 5 do Capítulo 2, a instalação que o Agente Jonesy usa para acessar a ilha do Fortnite e a tecnologia usada para conter o Ponto Zero parecem usar partes do Cubo Kevin
  • Na Temporada 6 do Capítulo 2, o Artefato da Seita do Pináculo, que corrompeu Raz, tem a mesma cor e as runas presentes no Cubo Kevin

Além disso, ao longo de toda a Temporada 7 do Capítulo 2, que terminou ontem, há diversas referências explícitas ao Cubo Kevin, como você deve se lembrar: a destruição do Pináculo com o poder do Cubo, uma versão em miniatura nos laboratórios e, é claro, os milhares e milhares de Cubos Kevin dentro da Nave-Mãe no final do evento Operação: Céu em Chamas.

Gostou dessa matéria sobre o Cubo Kevin no Fortnite? Pois confira também:
Fortnite | Primeiras informações oficiais da Temporada 8 do Capítulo 2

Fonte: Fortnite Fandom

Editor, redator e revisor da WebGo Content, graduado em Letras – Português/Inglês. Tem experiência com redação e revisão de textos para Web. Apaixonado por poesia, literatura, games, tecnologia e gatos.
FacebookLinkedin

Deixe seu comentário

catorze − onze =