Furioza: por que este filme polonês está dividindo opiniões do público da Netflix?

O filme "Furioza", que chegou à Netflix na semana passada, não está agradando todos os assinantes. Confira alguns motivos para isso.

Filmes que dividem as opiniões do público são muito comuns na Netflix, afinal de contas, com tantos lançamentos semanas é quase impossível trabalhar com produções que apenas agradem os assinantes. O caso mais recente disso é o filme polonês Furioza, que apesar de ter sido muito elogiado pela crítica, definitivamente não é uma unanimidade entre o público da Netflix.

Classificado como uma produção para maiores de 18 anos, esse é um filme de violência crua, e deixa isso bastante claro desde o início. No entanto, esse fato acabou não agradando boa parte dos espectadores, que têm relatado a desistência do filme antes do final.

Por outro lado, ainda há aquelas pessoas que gostaram do filme justamente por ele não amenizar os aspectos realistas da violência comum às gangues de torcidas organizadas.

Confira a seguir mais detalhes sobre os motivos por trás das críticas desfavoráveis ao filme Furioza da Netflix.

Sobre Furioza

furioza-por-que-este-filme-polones-esta-dividindo-opinioes-do-publico-da-netflix

Nesse filme, a policial Dkiza pretende encontrar provas de que uma torcida organizada violenta também serve de faixada para uma rede de tráfico de drogas.

Para isso, no entanto, ela vai precisar que um ex-namorado se infiltre na gangue e comece a passar as informações para a polícia. Dawid é um ex-membro da torcida que decidiu deixar a vida de violência para trás.

Dzika consegue fazê-lo aceitar a convocação ao garantir que caso contrário seu irmão, o chefe da tal organização, será preso. Com isso, o rapaz retorna para suas raízes da juventude e precisará fazer de tudo para que seus colegas não descubram que ele está tramando contra eles.

Motivos para Furioza dividir opiniões na Netflix

Contando uma história sobre uma torcida organiza hollygan, Fuioza realmente demora um pouco para engrenar em sua história e isso é um grande motivo para muitos dos espectadores não terem curtido essa produção.

O início do filme é muito sobre embates corporais e pouca história, o que acaba chateando quem não tem paciência para aguardar por uma mudança no enredo, que acaba acontecendo quase na metade do longa.

Além disso, como já falamos anteriormente, a violência representada aqui é realmente chocante, e definitivamente não consegue agradar todo tipo de pessoa. Mesmo quem é acostumado a acompanhar produções violentas pode se sentir um tanto impressionado com as cenas desse longa, e não tanto pela questão gráfica, mas sim pela imagem realística delas.

Por fim, o desfecho da história é outra coisa que desagradou boa parte do público.

Ainda que um final feliz não fosse exatamente o mais esperado, com certeza o fator surpresa dos últimos minutos do filme teve qualidade duvidosa até mesmo para quem curtiu a história. Para a maioria das pessoas, o final foi desnecessário.

Pontos positivos de Furioza

É claro que, apesar dos apontamentos e da opinião de parte do público, Furioza tem sim muitos pontos positivos, e esse desagrado em relação ao filme também não é uma unanimidade.

Esse longa polonês conta com uma super produção, e sua fotografia é primorosa. Até mesmo as cenas violentas, tão criticadas por alguns, são inegavelmente bem feitas. Não à toa seu tom de realismo que incomoda.

O roteiro, para quem consegue mergulhar no universo de violência entre gangues, também é um ponto alto, entregando muita dramaticidade e uma investigação policial aprofundada e lógica. O desfecho é surpreendente e nada óbvio (pelo menos até os últimos minutos).

Por fim, as atuações são o maior destaque, já que praticamente todos os atores se entregam completamente a seus papeis e tem interpretações viscerais.

Concluindo, se você não sabe se vale ou não a pena assistir a esse filme apenas lendo os comentários ou esse texto, dê o play na Netflix.

O melhor a se fazer é julgar a obra por si mesmo.

CONFIRA Também:

Ainda Estou Aqui: novo sucesso da Netflix mostra que o amor verdadeiro transcende a morte

Formada em Marketing e pós graduanda do curso de Língua Portuguesa e Literatura. Trabalha na área de comunicação como Criadora de Conteúdo além de fazer trabalhos de atuação e locução para materiais em vídeo. Pseudo-cinéfila e apaixonada por todo universo Geek.

Deixe seu comentário