Google Play Store: novo recurso otimiza a instalação de apps

Com o objetivo de otimizar a instalação de apps, o Google Play Store vai receber um novo recurso. A ideia da empresa é melhorar a experiência dos usuários, ao mesmo tempo em que reduz o tamanho de alguns apps.

Apesar de não ser uma novidade, o recurso é fruto de um esforço antigo do Google. A ideia da empresa é diminuir o tamanho de aplicações, otimizando a instalação. Com a recente iniciativa, a tendência é que isso comece a acontecer.

Google Play Store Otimização Download Apps
Google Play Store terá recurso de otimização no download de aplicativos (Imagem: Obi Onyeador / Unsplash)

Google Play Store: recurso otimiza a instalação de aplicativos

Inicialmente, a Google Play Store desenvolveu esforços para trazer melhorias na instalação de aplicativos para celulares básicos.

Contudo, a empresa trabalha agora para trazer essa otimização para os demais celulares. Com foco em modelos Android, a gigante da tecnologia anunciou a ferramenta “Otimização de Instalação de aplicativos”.

Ou seja, o novo recurso pode chega à Play Store com objetivo de facilitar a interação do usuário. Para isso, a ferramenta traz melhorias na velocidade e tamanho dos downloads.

Google Play Store: como a otimização funciona?

Em suma, o recurso de “Otimização de Instalação de aplicativos” do Google Play Store vai priorizar o download de recursos mais usados.

Dessa forma, quando você ativa o recurso, o Google vai focar em baixar apenas algumas partes do app, com foco naquelas que o usuário utiliza ao abrir a aplicação pela primeira vez.

Por exemplo, ao baixar o Instagram, a plataforma trará apenas recursos essenciais, como telas de login e feed. Outras partes do app, como o Reels, ou a loja, ficaram para outro momento.

Em linhas gerais, isso faz com que o aplicativo seja otimizado, ocupando um espaço menor no aparelho. A velocidade no uso também deve ser um benefício que o recurso de otimização traz.

Recurso escolhe as partes do app antes de baixar

De acordo com o Google, será a própria ferramenta quem vai escolher as partes do aplicativos para baixar primeiro.

Ou seja, o recurso decide quais delas são mais importantes para os usuários antes de iniciar o download otimizado. Para isso, a ferramenta vai analisar os hábitos de download de milhões de usuários.

A empresa ainda garante que a coleta de dados para otimização é restrita apenas ao app. Assim, informações pessoais, como nome, imagens e vídeos do usuário não serão coletados.

O objetivo é identificar as tendências de uso e, dessa forma, decidir quais partes de um aplicativo são mais importantes em termos gerais.

Play Store diminui comissão para pequenos desenvolvedores

Mas o recurso de otimização não é a única novidade que a Google Play Store está trazendo. A plataforma recentemente anunciou a redução da comissão que pequenos desenvolvedores devem pagar ao publicarem seus apps ou jogos na plataforma.

Agora, a empresa fica com 15% da receita de pequenos desenvolvedores com receitas abaixo de USD$ 1 milhão.

Em outras palavras, para quem produz aplicativos para a plataforma, os custos de publicação são menores. A empresa está alinhando a comissão com a da Apple Store. A empresa da maçã, para atrair criadores, estabeleceu a mesma porcentagem.

Por outro lado, receitas acima de USD$ 1 milhão pagam uma comissão de 30%. O objetivo é estimular a criação de mais aplicações para a Play Store

 

Aproveite também para seguir o Tech News Brasil no Twitter. Lá você fica por dentro de todas as notícias e novidades do mundo da tecnologia e do entretenimento em primeira mão!

Fonte: 9to5Google

Redator da WebGo Content. Especialista em comunicação para internet, com experiência de 04 anos em SEO e Marketing Digital. Apaixonado por tecnologia, comunicação, música e games.
InstagramLinkedinTwitter

Deixe seu comentário

15 + 7 =