Iphone 12: Procon notifica Apple pela venda do aparelho sem carregador

Nesta última terça-feira (27), a Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor de São Paulo (Procon) notificou a Apple pela estratégia de venda do novo iPhone 12 sem carregador. A estratégia da Apple de não incluir o carregador na caixa do novo aparelho causou polêmica e repercutiu bastante nas redes neste mês de outubro.

Com a notificação, a Apple vai ter até 72 horas (três dias) para responder algumas perguntas feitas pelo Procon. Confira a seguir o posicionamento da fundação e as perguntas enviadas à Apple.

Posicionamento do Procon

Em entrevista para O Globo, Fernando Capez, diretor executivo do Procon-SP, afirmou que “a venda separada do aparelho e do carregador é uma inovação que pode configurar prática abusiva, pois um precisa do outro para ter utilidade”.

Lembrando que a estratégia da Apple não é exclusiva para o Brasil. A empresa vai lançar mundialmente todas as versões do novo iPhone 12 sem o adaptador para tomada., apenas com o cabo Lightning para USB-C. Além disso, não haverá também fone de ouvido na caixa.

As perguntas feitas pelo Procon-SP à filial brasileira da Apple foram as seguintes:

  • “quais razões fundamentam a decisão comercial da empresa”
  • “Qual será o custo dos dispositivos ofertados em separado”
  • “O que será disponibilizado para aquisição do consumidor para que seja efetuada a recarga e qual o tempo de previsão de carregamento do aparelho com o novo dispositivo”
  • “se o consumidor tem alternativa para utilização de outros dispositivos com a mesma função”
  • “como se dará o atendimento em garantia, já que os itens serão comprados em períodos distintos”

Até o momento, a Apple ainda não respondeu a notificação. Lembrando que ela tem até esta sexta-feira (30) para dar uma resposta às perguntas.

Notícia quente: Anatel homologa iPhone 12 Pro Max!

Entenda a justificativa da Apple

A Apple usou dois argumentos para justificar sua decisão de não incluir o carregador na caixa.

O primeiro argumento foi o de que a não-inclusão do carregador diminui bastante o tamanho da caixa. Assim, a Apple vai conseguir transportar mais caixas numa única viagem. Isso vai melhorar a logística e diminuir a poluição causada pelos veículos.

Caixa do iPhone 12, sem carregador nem fone
A caixa ligeiramente menor do iPhone 12 (Imagem: Divulgação/Apple)

Já o segundo argumento é o de que já há carregadores o suficiente no mundo. Assim, a estratégia de não incluir o carregador vai obrigar os consumidores a reutilizarem carregadores antigos.

Entretanto, especialistas da área defendem que a estratégia terá pouco impacto na redução do lixo eletrônico. Isso porque carregadores e fios são apenas uma parte muito pequena do problema.

Para entender melhor esta polêmica, confira este nosso artigo completo sobre o assunto.

Apple fazendo escola

Muitas empresas, após o anúncio da Apple, zombaram da estratégia, criando memes e anúncios irônicos.

Entretanto, nem todas as empresas de smartphones acharam a decisão ruim. Recentemente, um boato surgiu de que a Samsung, por exemplo, cogita lançar o Galaxy S21 sem carregador nem fone na caixa.

A decisão do Procon, portanto, pode ser uma maneira de fazer com que a prática de não se incluir carregador nem fone na caixa não se torne o “novo normal”.

Você achou certa a decisão do Procon de notificar a Apple pelo iPhone 12? Ou está do lado da empresa da maçã? Conta para a gente aí nos comentários! Em seguida, clique aqui para ver outras notícias relacionadas à Apple!

Editor, redator e revisor da WebGo Content, graduado em Letras – Português/Inglês. Tem experiência com redação e revisão de textos para Web. Apaixonado por poesia, literatura, games, tecnologia e gatos.
FacebookLinkedin

Deixe seu comentário

2 × dois =