James McAvoy | Os 7 melhores papéis do ator (que faz aniversário hoje!)

James McAvoy completa 42 anos hoje. Relembre os principais papéis que o astro escocês já fez no cinema e na televisão.

Nesta quarta-feira (21), o ator escocês James McAvoy completa 42 anos de idade. E obviamente o Sobre Sagas não vai deixar a data passar desapercebida:  para homenagear o aniversariante do dia, nós preparamos uma lista com os 7 melhores papéis de James McAvoy em filmes e em séries!

O que pode ser uma tarefa muito difícil. Afinal, ao longo de seus quase 26 anos de carreira, James McAvoy fez uma série de papéis memoráveis para o cinema e para a televisão. O que já rendeu a ele uma série de prêmios, inclusive um BAFTA (British Academy Film Awards) de Estrela em Ascensão em 2006, ano de bastante efervescência em sua carreira.

Enfim, sem mais delongas, confira a seguir a nossa seleção de 7 papéis memoráveis para você relembrar a carreira de James McAvoy, aniversariante do dia!

Diferentes papéis de James McAvoy
James McAvoy em diferentes papéis

Mr. Tumnus em As Crônicas de Nárnia

Embora tenha estreado sua carreira como ator em 1995, o primeiro papel que alavancou seu nome à fama internacional foi o de Mr. Tumnus na adaptação cinematográfica da série de livros de fantasia As Crônicas de Nárnia, de C. S. Lewis.

James McAvoy começou a fazer o papel do fauno Mr. Tumnus em 2005, com o lançamento de As Crônicas de Nárnia: O Leão, a Feiticeira e o Guarda-Roupa. Papel que ele reprisou outras duas vezes: em As Crônicas de Nárnia: Príncipe Caspian (2008) e em As Crônicas de Nárnia: A Viagem do Peregrino da Alvorada (2010).

James McAvoy como Mr. Tumnus na franquia As Crônicas de Nárnia
James McAvoy como Mr. Tumnus na franquia As Crônicas de Nárnia (Imagem: Reprodução/Disney)

Por este papel, McAvoy foi indicado a dois prêmios: ao Empire Awards (2006) e ao London Critics Circle Film Awards (2006), mas não chegou a ganhar nenhum dos dois. Entretanto, também em 2006, o ator ganhou o BAFTA de Estrela em Ascenção.

Dr. Nicholas Garrigan em O Último Rei da Escócia

O segundo papel de James McAvoy que elevou seu nome às alturas foi o de Dr. Nicholas Garrigan em O Último Rei da Escócia (2006), um médico que viaja a Uganda e se torna médico pessoal do presidente Idi Amin (Forest Whitaker), considerado um dos maiores déspotas da história.

Entretanto, o médico logo percebe que Idi Amin não é o líder bondoso que ele finge ser, mas um brutal ditador. Na história de Uganda, Amin, que autoadotava títulos imponentes para si mesmo, como “Príncipe da Escócia”, é conhecido como “O Açougueiro de Uganda”.

James McAvoy como Dr. Nicholas Garrigan em O Último Rei da Escócia
James McAvoy como Dr. Nicholas Garrigan em O Último Rei da Escócia (Imagem: Reprodução/Fox Searchlight Pictures)

Embora Idi Amin realmente tenha existido, o médico Dr. Nicholas Garrigan, interpretado por James McAvoy, é um personagem fictício. Ainda assim, é muito interessante de se ver a relação que ele tem com Amin — e a surpresa que ele tem ao descobrir a verdade.

Por este papel, James McAvoy foi indicado ao BAFTA, ao British Independent Film Awards, ao European Film Awards, ao London Critics Circle Film Awards e ao Variety Club of Great Britain Awards, tendo ganhado apenas o último.

Aproveite e leia também: 10 séries que já foram gravadas e devem ganhar novas temporadas em breve

Robbie Turner em Desejo e Reparação

Em 2007, McAvoy interpretou o papel de Robbie Turner em Desejo e Reparação, filme ganhador do Oscar de Melhor Trilha Sonora Original. O filme, ambientado na Segunda Guerra Mundial, explora acontecimentos passados da família Talles.

Enquanto ainda era um garoto, Robbie Turner, filho do caseiro da família Talles, é acusado injustamente pela suspeita de ter estuprado Cecília Talles, com quem tinha uma paixão de infância, pela irmã mais nova de Cecília, Briony.

James McAvoy como Robbie Turner em Desejo e Reparação
James McAvoy como Robbie Turner em Desejo e Reparação (Imagem: Reprodução/Universal Pictures)

Quatro anos depois, Robbie se junta ao exército para lutar na Segunda Guerra Mundial, onde acaba reencontrando Cecília, que agora é uma enfermeira ajudando nos esforços de guerra. E o reencontro traz à tona o passado, com Briony se arrependendo e tentando reparar as coisas.

Por seu papel em Desejo e Reparação, James McAvoy recebeu diversas indicações para vários prêmios, inclusive ao BAFTA e ao Golden Globe Awards.

Charles Xavier na franquia X-Men

Já em 2011, James McAvoy foi escalado para interpretar o papel de jovem Professor Charles Xavier no filme X-Men: Primeira Classe. Posteriormente, ele reprisaria o papel em outras quatro produções da Marvel Studios: X-Men: Dias de um Futuro Esquecido (2014), X-Men: Apocalipse (2016), Deadpool 2 (2018) e X-Men: Fênix Negra (2019).

James McAvoy como o jovem professor Charles Xavier
James McAvoy como o jovem professor Charles Xavier (Imagem: Reprodução/Marvel Studios)

Bruce ‘Robbo’ Robertson em Filth

No ano de 2013, McAvoy fez o papel do Detetive Robbo Robertson no filme de comédia Filth, do diretor Jon S. Baird. O personagem é um verdadeiro mau-caráter: brigão, manipulador, misantrópico, que se entrega às drogas ao álcool e a relações sexuais abusivas. Enquanto investiga um caso de assassinato de um estudante japonês de intercâmbio, almejando o cargo de Inspetor Chefe,  Bruce começa a ter alucinações, desprendendo-se da realidade.

Pelo papel inédito até então em sua carreira, James McAvoy ganhou três prêmios de peso: o de Melhor Ator pelo British Academy Scotland Awards, de Melhor Performance pelo British Independent Film Awards e o de Melhor Ator pelo Empire Awards.

Você também pode gostar de ler: Emma Watson | Filmes para conhecer o trabalho da atriz para além de Harry Potter

Kevin Wendell Crumb em Fragmentado

Um papel mais recente de James McAvoy, que você certamente deve se lembrar, foi o de Kevin Wendell Crumb em Fragmentado (2016), papel que ele reprisou posteriormente em Vidro (2019).

James McAvoy como Kevin Wendell Crumb em Fragmentado
James McAvoy como Kevin Wendell Crumb em Fragmentado (Imagem: Reprodução/Universal Pictures)

O personagem sofre de Transtorno Dissociativo de Identidade e tem ao todo 23 personalidades, cada uma com seus próprios trejeitos — e problemas. Além disso, a soma de todas elas resulta numa forma final, conhecida como “A Besta”.

Lord Asriel Belacqua em His Dark Materials

Por fim, um dos trabalhos mais recentes de James McAvoy é o de Lord Asriel Belacqua, na série da BBC e da HBO His Dark Materials, baseada na série de livros do escritor britânico Philip Pullman.

James McAvoy como Lord Asriel Belacqua na série His Dark Materials
James McAvoy como Lord Asriel Belacqua na série His Dark Materials (Imagem: Reprodução/BBC | HBO)

Como o nome sugere, Asriel é um membro da aristocracia no universo paralelo da série, em que a Igreja é a principal soberana. O personagem tem um papel importante na primeira temporada da série, pois é a partir de um segredo que ele e Marisa Coulter (Ruth Wilson) têm que a trama da série se desenrola.

 

Mas e aí, de qual papel de James McAvoy você gosta mais? Sentiu falta de alguma na lista? Não vê a hora de ver os próximos trabalhos do ator? Pois conta para a gente aí nos comentários! Vamos adorar ler sua opinião! Além disso, não se esqueça de seguir o Sobre Sagas nas redes sociais para receber matérias como essa em primeira mão!

Fontes: IMDB e Wikipédia

Editor, redator e revisor da WebGo Content, graduado em Letras – Português/Inglês. Tem experiência com redação e revisão de textos para Web. Apaixonado por poesia, literatura, games, tecnologia e gatos.
FacebookLinkedin

Deixe seu comentário

treze + 8 =