Jogos cross-gen são criados do zero para o PlayStation 5, afirma Sony

Recentemente, em uma entrevista para o The Telegraph, o presidente e CEO da Sony, Jim Ryan, afirmou que os jogos cross-gen vão ser criados do zero para o novo PlayStation 5.

Jogos “cross-gen” são aqueles que são lançados na transação de uma geração para a outra e possuem versões para ambos os consoles. Ou seja, jogos que vão ter versões tanto para o novo PlayStation 5 quanto para o PlayStation 4.

A informação de Jim Ryan é importante porque uma das principais preocupações dos fãs em relação a jogos cross-gen é de que a versão do PS5 seja apenas uma versão reciclada da de PS4. Quando isso acontece, a versão para o novo console não explora todas as funcionalidades que o novo aparelho oferece.

Se as empresas vão ter de criar do zero as versões de PlayStation 5, isso significa que os jogos vão aproveitar todas as funcionalidades do novo console da Sony. Isso inclui, por exemplo, fazer uso da tecnologia de SSD, que garante carregamentos super-rápidos, e explorar as novas funções do novo controle Dual Sense.

God of War Ragnarok pode fazer parte dos jogos cross-gen da Sony

Desta mesma entrevista com o CEO da Sony nasceu também um rumor sobre a possibilidade de o novo God of War Ragnarok ser um destes jogos cross-gen. Isso porque, quando indagado, Ryan respondeu de maneira evasiva, não negando a possibilidade de um cross-gen estar nos planos da Sony.

A resposta de Jim Ryan nos permite interpretar tanto que a Santa Monica Studios está desenvolvendo uma versão de PlayStation 4, quanto que ela não está planejando fazer isso e que a resposta do CEO foi uma maneira de não abaixar as expectativas do fãs.

God of War (2018)
(Imagem: Divulgação/Sony)

Embora haja um rumor de que God of War Ragnarok vai ser cross-gen, a Sony ainda não confirmou esta informação (mas também não negou). Entretanto, já sabemos com certeza que alguns games vão realmente ser cross-gen.

Entretanto, já sabemos que alguns games realmente vão ser cross-gen, ou seja, que eles vão ter versões tanto para PlayStation 4 quanto para PlayStation 5. Alguns deles são, por exemplo, o novo Spider-Man: Miles Morales e Horizon: Forbidden West.

Todos os jogos cross-gen vão ser criados do zero para o PlayStation 5?

Essa é uma dúvida que a fala do CEO da Sony, Jim Ryan, levanta. Não ficou claro se apenas os jogos desenvolvidos por estúdios parceiros da Sony, como os já mencionados Spider-Man: Miles Morales e Horizon: Forbidden West, vão ser criados do zero para o novo console.

Isso porque diversos outros títulos, lançados por estúdios à parte, como Watch Dogs: Legion, da Ubisoft, e o próprio Cyberpunk 2077, da CD Projekt RED, também vão ser cross-gen.

É difícil de acreditar, portanto, que a Sony realmente obrigou todos os estúdios a criarem versões do zero de seus jogos para o PlayStation 5. Isso levanta um problema: o de que alguns títulos não-exclusivos de PS5 não tenham um avanço tecnológico e gráfico muito grande.

A CD Projekt RED, por exemplo, não vai lançar a versão de PS5 do Cyberpunk 2077 já com gráfico de next-gen. A empresa pretende lançar só em 2021 um patch de atualização que vai dar uma roupagem completamente nova ao game.

Lançamento do PlayStation 5 no Brasil

O PlayStation já está disponível nos EUA, Japão, Canadá, México e em outros países desde o dia 12 de novembro. No Brasil, a Sony lançou o console ontem, quinta-feira, dia 19 de novembro.

Playstation 5 mais barato
Novo console da Sony chega ao Brasil com preço reduzido (Imagem: Divulgação/Sony)

A edição padrão do PlayStation 5 chegou ao Brasil custando R$ 4.699,00. Já a Digital Edition, sem leitor de discos, chegou aos mercados brasileiros custando R$ 4.199,00. Alguns compradores, portanto, já estão neste momento recebendo seus novos consoles, especialmente aqueles que o compraram durante a pré-venda ao longo do mês de outubro.

Alexandre Garcia
Redator da WebGo Content, graduado em Letras – Português/Inglês e pós-graduando em Teoria da Literatura pela PUC-PR, tem experiência com redação e revisão de textos para Web. Apaixonado por poesia, literatura, games, tecnologia e gatos.

Deixe seu comentário