LG desenvolve um exoesqueleto robótico para trabalhos pesados

LG desenvolve um exoesqueleto robótico para trabalhos pesados

A gigante multinacional sul-coreana LG vai apresentar durante a IFA Berlim, que acontecerá a partir do dia 31 de agosto de 2018 é irá até o dia 5 de setembro de 2018 na Alemanha, a sua mais nova adição a linha robótica CLOi o primeiro dispositivo “CLOi SuitBot ” vestível robótico com foco em humanos.

O CLOi SuitBot “robô vestível” é um exoesqueleto robótico projetado para apoiar e melhorar as pernas do usuário, dando às pessoas que fazem trabalhos pesados ​​ou que operam ferramentas pesadas, maior força e mobilidade.

De acordo com a LG, o CLOi SuitBot  foi desenvolvido a partir de uma parceria entre a companhia e a empresa coreana SG Robotics . O dispositivo exoesqueleto robótico foi projetado com um ajuste confortável, para ser usado sobre as roupas e possui encaixes para os pés/sapatos que se ajustam automaticamente ao usuário. Funções que possibilitam maior conforto, mobilidade, adaptabilidade e reduz o impacto de longos períodos de trabalho pesado.

O robô vestível faz parte da linha de robôs de serviço CLOi da LG, conforme relatado pela companhia o SuitBot irá se conectar aos outros robôs de serviço da linha CLOi (robôs que ajudam com bebidas, compras e bagagem) para formar uma equipe automatizada que funciona em conjunto, como uma “rede de trabalho inteligente” montados para diferentes funções.

Não foram divulgadas informações quanto a previsões de quando o SuitBot “robô vestível” será disponibilizado comercialmente ou quanto ao preço, no entanto vale ficar de olho no anuncio da companhia durante a IFA Berlim, onde a LG pode trazer mais detalhes sobre o dispositivo exoesqueleto robótico.

Vale lembra que outras companhias também vem trabalhando em dispositivos exoesqueletos robóticos que são desenvolvidos para auxiliar humanos. Como a Hyundai e a Cyberdyne que mostraram exoesqueletos como foco em auxilio médicos e atualmente temos também a Ford que vem trabalhando em um projeto para auxiliar pessoas que trabalham com veículos.

Fonte: CNet

Deixe uma resposta

Fechar Menu