A série ‘Missa da Meia-Noite’ é baseada em fatos reais? Descubra aqui!

Quer saber se a série da Netflix 'Missa da Meia Noite' é baseada em fatos reais? Pois confira esta matéria do Tech News Brasil e descubra!

Missa da Meia Noite é baseada em fatos reais?

Entre as novidades da Netflix no gênero terror está a minissérie de televisão Missa da Meia Noite, que estreou no dia 24 de setembro. Ainda hoje (04/10), o título ocupa a 9ª posição entre o Top 10 dos mais assistidos do serviços de streaming.

Nesta matéria do Tech News Brasil, você confere um pouco sobre a série que tem sido bem recebida pelo público e pela crítica e descubra se Missa da Meia Noite é baseada em fatos reais ou não. Confira!

Sobre Missa da Meia Noite

A minissérie de terror da Netflix tem feito sucesso entre o público pela marca de genialidade que o diretor de cinema Mike Flanagan deixou nela. Isso porque o criador e diretor da produção não poupou esforços em construir uma narrativa de qualidade, entregando ao público reflexões bastante pertinentes, o que já pontuamos nesta outra matéria. Inclusive, vale mencionar que esse foi projeto no qual Flanagan trabalhou por 10 anos.

A trama de Missa da Meia Noite se passa na Ilha de Crockett que tem uma pequena comunidade. Quando um jovem rapaz, ex-condenado, retorna à cidade, chega também um novo padre. Ao mesmo tempo, milagres estranhos começam a acontecer, fazendo com que os moradores da ilha, até os ateus, se aproximem da igreja.

Desse modo, em Missa da Meia Noite encontramos reflexões interessantes a respeito do fanatismo religioso. Em entrevista ao The New York Times, Flanagan admitiu que a série reflete “como a crença molda nossas comunidades, nosso mundo e nossos destinos”. Na mesma entrevista, o cineasta afirmou que esse é o seu trabalho favorito, até o momento, já que ele pôde abordar um assunto que lhe chama muito a atenção, que é a escuridão da natureza humana, nas palavras dele.

Se você é assinante Netflix, pode se interessar em ler também:
Quais são as chances de ‘Maid’ ganhar uma 2ª temporada na Netflix?

Missa da Meia Noite é baseada em fatos reais?

Uma resposta direta para essa pergunta é: não, a série Missa da Meia Noite não é baseada em uma história real. Ou seja, a narrativa da produção é ficcional. Porém, apesar de a narrativa ser construída com base na ficção, vale ressaltar que Mike Flanagan se baseou em suas experiências pessoais na hora de escrevê-la. Por causa disso, é certeiro dizer que esse é o projeto mais pessoal de Flanagan — e é natural que seja o seu favorito até então.

Quando tinha 10 anos, Flanagan foi coroinha de uma igreja católica em Nova Iorque. Estando nessa posição, ele cresceu se perguntando a respeito de certos comportamentos do comunidade e também sobre questões relacionadas à própria Igreja, como alguns fatos perturbadores.

Ao longo dos anos, Flanagan teve a oportunidade de refletir bastante sobre essas questões e, mais ainda, de desenvolver a história de Missa da Meia Noite. Tendo isso em vista, é certo que a proposta mudou diversas vezes com o tempo. Assim, também, os elementos que Flanagan traria à narrativa, uma vez que ele tinha o objetivo de abordar elementos que se opõem para a narrativa, como fé e ateísmo.

Ainda, vale apontar que Flanagan luta contra o alcoolismo e isso também é pauta que aparece em Missa da Meia Noite. Apenas em 2018 o cineasta conseguiu ficar sóbrio, comemorando 3 anos de sobriedade. Isso reflete no personagem principal da trama, que tem uma luta contra o álcool baseada na experiência pessoal de Flanagan.

Sendo assim, está claro que Flanagan não se baseou em uma narrativa real, mas ele reuniu diferentes experiências pessoais para abordar em uma mesma obra.

Gostou de saber se Missa da Meia Noite é baseada em fatos reais? Pois confira também:
A série Clickbait da Netflix é baseada em uma história real?

Fonte: The New York Times

Graduanda em Comunicação Organizacional na UTFPR, com experiência na área de Gestão de Pessoas e em Marketing Digital. Amante de filmes de ação com protagonização feminina e fã de café à meia-noite.

Deixe seu comentário

quatro × quatro =