5 motivos para assistir ao filme Antonia: Uma Sinfonia na Netflix

O filme sobre a primeira maestrina da história está no catálogo da Netflix. Confira 5 motivos para assistir 'Antonia: Uma Sinfonia'.

5 Motivos para assistir Antonia: Uma Sinfonia

Já faz um tempo que ‘Antonia: Uma Sinfonia’ chegou ao catálogo da maior plataforma de streaming e se tornou um sucesso entre os assinantes do serviço. Apesar de a febre já ter passado, é sempre bom ressaltar as qualidades da brilhante produção. Pensando nisso, o Tech News Brasil separou 5 motivos para assistir Antonia: Uma Sinfonia.

O filme não é recente, visto que seu lançamento aconteceu ainda em 2018. Mas o sucesso da produção é a mais atual possível. Isso porque ela é baseada em uma história real: a jornada da primeira maestrina da história e as dificuldades pelas quais ela passou para alcançar esse feito em meio a uma sociedade extremamente patriarcal.

Dirigida por Maria Peters, a produção de origem holandesa foi bastante aclamada pela crítica e pelo público.

Por que assistir Antonia: Uma Sinfonia hoje mesmo

Motivos para acompanhar Antonia: Uma Sinfonia
Christanne de Bruijn interpreta a personagem Antonia em ‘Antonia: Uma Sinfonia (Imagem: Reprodução/Netflix)

São muitos os motivos para dar uma chance à trama de Antonia: Uma Sinfonia. Confira 5 motivos a seguir!

Narrativa de marco histórico

Até o lançamento da produção, a história de Antonia de Brico (Christanne de Bruijn), a primeira maestrina, se fazia pouco conhecida. Assim, Maria Peters, já citada como a diretora da produção, ao tomar conhecimento da história de Antonia por meio de um documentário, fez questão de se engajar no produzir um filme para contar a história da figura histórica.

A jornada da personagem histórica não foi fácil, começando pelo fato de que, na infância, a holandesa teve de se mudar para Nova York, nos Estados Unidos, durante o período da chamada “Grande Depressão” — ou seja, na década de 1920. Ainda quando criança, Antonia aprendeu a tocar piano e a partir disso desenvolveu o desejo de se tornar a maestrina da filarmônica alemã.

Apesar de demonstrar talento para isso e passar por academias de música renomadas, havia muitos obstáculos para Antonia, os quais ela conseguiu superar, assim se tornando a primeira maestrina da história. Esse por si só é um grande motivo para acompanhar a trama de Antonia: Uma Sinfonia.

História de amor envolvente

Como diretora, Maria Peters tomou liberdades na construção da história que deveria ser narrada no filme. Apesar de fazer o máximo para se manter fiel à trajetória de Antonia, ela incrementou à história um romance envolvente.

Na trama, um homem cruza o caminho de Antonia (que, no filme, se chama Willy Wolters), Frank Thomsen. A princípio, a relação entre ele e a protagonista se resume a desprezo e ódio. Porém, conforme os personagens têm encontros casuais, eles têm a oportunidade de conhecer melhor um ao outro e a partir disso começam a construir uma relação.

Essa aproximação cautelosa permite ao espectador conhecer ambos os personagens e se manter envolvido pela trama.

Best-seller europeu

Outro motivo para assistir à produção é o fato de se tratar de um best-seller europeu. Depois de produzir o filme, Maria Petters escreveu um romance homônimo com uma história bastante similar. Após o lançamento do filme de sucesso, não demorou para que livro de Peters também se tornasse um sucesso.

Ou seja, não dá para duvidar da qualidade da narrativa de Antonia: Uma Sinfonia. Enquanto o livro foi sucesso nas livrarias, o filme foi sucesso de bilheteria.

Produção altamente requintada

Um dos pontos que contribuem para a construção da produção é o alto requinte que existe nela. A história, que se passa na década de 1920, ganha força com o cenário e os figurinos dos personagens. Além disso, a produção não poupou esforços quanto à construção de luzes e iluminação. Em linhas gerais, a produção é visualmente agradável e harmônica.

Mas vale ressaltar que não é apenas a parte visual que se destaca no filme. Outro ponto que faz valer a pena assistir a essa produção é a trilha sonora. É nítido que houve uma preocupação em produzir um filme à altura de Antonia de Brico.

Fonte de inspiração e esperança

Ao acompanharmos a história de Antonia, é impossível não encontrar o mínimo de esperança ou inspiração na personagem. Afinal de contas, a personagem histórica passou por inúmeras situações desagradáveis até se tornar a primeira mulher a comandar a filarmônica de Berlim, realizando seu grande sonho.

Gostou de conhecer esses 5 motivos para assistir Antonia: Uma Sinfonia? Pois confira também:
Este é um dos melhores filmes da Netflix — e pouca gente o conhece!

Graduanda em Comunicação Organizacional na UTFPR, com experiência na área de Gestão de Pessoas e em Marketing Digital. Amante de filmes de ação com protagonização feminina e fã de café à meia-noite.

Deixe seu comentário

4 + dezesseis =