NETFLIX | Streaming testa recurso para impedir compartilhamento de senhas

Desde seu lançamento no Brasil, a Netflix busca diferenciar as características dos seus planos para que o serviço se torne acessível e atenda às expectativas dos seus usuários.

Além dos valores, uma das principais diferenças entre os pacotes diz respeito ao número de aparelhos que podem acessar o conteúdo simultaneamente. O plano “Básico“, que custa R$21,90/mês e é o mais acessível, permite o acesso através de um único aparelho por vez, enquanto o pacote “Premium”, mais completo, possibilita o acesso em até quatro aparelhos simultâneos pelo valor de R$45,90 mensais.

Uma das regras de uso que podem passar despercebidas no momento de assinatura, entretanto, restringe consideravelmente esse recurso de telas simultâneas: elas só podem ser acessadas por pessoas que moram na mesma residência que o titular da conta. “Somente as pessoas que moram com você podem usar sua conta“, expressa os termos da plataforma.

Netflix Termos de Uso
Netflix: Termos da assinatura garantem que apenas pessoas que moram na mesma residência podem utilizar a conta.

De acordo com o The Hollywood Reporter, um novo recurso pode impedir que essas senhas sejam compartilhadas entre pessoas que não residem juntas. Em alguns países, usuários do serviço já estão recebendo o seguinte comunicado: “Se você não mora com o proprietário dessa conta, você precisa de uma conta própria para continuar assistindo“.

Uma vez que o alerta é mostrado, o usuário tem duas opções: ou confirma sua identidade através de um código enviado para o e-mail ou celular do proprietário, ou opta por “verificar depois” e ganha mais tempo para continuar assistindo ao conteúdo.

Embora não tenha especificado como a plataforma identificará o compartilhamento, um representante confirmou a veracidade da estratégia para o THR: “Esse teste é planejado para garantir que as pessoas utilizando contas da Netflix estejam autorizadas a fazer isso”.

Um insider do gigante de streaming também compartilhou que a justificativa do recurso é proteger o proprietário da conta, que pode ter sua plataforma invadida e utilizada sem sua autorização.  A medida, entretanto, será aplicada de diferentes formas, e ainda não sabemos se será implementada no Brasil.

Para mais informações e novidades sobre e Netflix, não se esqueça de seguir o Tech News Brasil no Twitter.

Arquiteto e Urbanista aficionado por Cenografia e Cinema. Criador de conteúdo da área desde 2013 e apaixonado por adaptações cinematográficas, especialmente de fantasia.

Deixe seu comentário

dois + quatro =