Nova edição de “Vermelho, Branco e Sangue Azul” causa revolta em fãs de “Harry Potter”; entenda o motivo!

Após falas transfóbicas de J.K. Rowling, referências a "Harry Potter" foram removidas do livro; fãs do bruxo criticam nova edição.

Desde que o Prime Video passou a divulgar novas informações sobre a adaptação de Vermelho, Branco e Sangue Azul“, o livro de Casey McQuinston tem estado em alta nas redes sociais. Publicado originalmente em 2019, o livro se tornou um fenômeno ao apresentar o romance entre Alex Claremont-Diazfilho da Presidente dos Estados Unidos, Henrymembro da família real britânica.

Apesar da adaptação ter pautado os principais assuntos sobre a obra recentemente, uma decisão criativa da autora Casey McQuinston ganhou os holofotes no último fim de semana. Isso ocorreu porque assim como Heartstopper“, o livro Vermelho, Branco e Sangue Azul” foi reimpresso nos Estados Unidos através de uma nova edição, onde todas as referências a Harry Potter” foram removidas.

Em sua nova edição, o livro substitui as citações à obra de J.K. Rowling por referências a outras obras relevantes da cultura pop, como as franquias Percy Jackson” Star Trek“. Apesar de não ter justificado formalmente as alterações, os fãs da obra assumiram que as referências foram alteradas em resposta à transfobia de J.K. Rowlingque tem se provado nas redes sociais como uma inimiga da causa LGBTQIA+ – tão cara ao contexto do livro.

Nova edição de "Vermelho, Branco e Sangue Azul" causa revolta em fãs de "Harry Potter"; entenda o motivo!
Referências a “Harry Potter” foram removidas de “Vermelho, Branco e Sangue Azul” (Imagem: Reprodução/Seguinte/Galileu).

É claro que, ao publicar a obra sem essas citações, a nova edição geraria repercussões negativas entre os fãs que ainda defendem a saga Harry Potter” e sua escritora. Nas redes sociais, diversos deles passaram a apontar problemas nesse tipo de decisão criativa. Confira alguns comentários:

 

Até o momento, a Editora Seguinte, que publicou o livro Vermelho, Branco e Sangue Azul” no Brasil, ainda não se pronunciou sobre a possibilidade das referências a Harry Potter” serem substituídas em reimpressões futuras do país. Informações oficiais a esse respeito devem ser divulgadas quando uma nova edição do livro for anunciada pela editora.

CONFIRA Também:
Emma Watson | Após alfinetar transfobia de J.K. Rowling, atriz enfrenta onda de ódio na internet

Qual é sua opinião sobre esse tipo de estratégia? Acredita que livros e outras mídias devem fazer revisões sobre suas referências? Compartilhe suas opiniões com a gente nas redes sociais, e para mais informações sobre Vermelho, Branco e Sangue Azul” e outros livros de sucesso, continuem frequentemente ligados aqui e nas páginas oficiais do Sobre Sagas!

Fonte: Junkee

Arquiteto e Urbanista aficionado por Cenografia e Cinema. Criador de conteúdo da área desde 2013 e apaixonado por adaptações cinematográficas, especialmente de fantasia.
FacebookInstagramLinkedin

1 comentário

  • Da mesma forma que o fã de HP pode continuar amando e consumindo tudo que surge da saga, outras pessoas também tem o mesmo direito de não fazê-lo, inclusive de reeditar suas obras autorais como bem entendem.

Deixe seu comentário