O que muda com a chegada do 5G ao Brasil?

Quer saber quais serão as principais mudanças proporcionadas pelo 5G no Brasil? A gente te explica tudo nesse artigo!

5G

O tão aguardado 5G enfim chegará ao Brasil no ano que vem, isso após alguns anos de impasses entre governos e outras várias barreiras que precisaram ser ultrapassadas. Mas, afinal, o que é que vai mudar com a chegada dessa internet móvel ultrarrápida por aqui?

Pois bem, da mesma forma como há anos atrás a evolução do 3 para o 4G permitiu que nossas comunicações fora de uma conexão Wi-Fi fluíssem melhor, essa quinta geração de internet deve proporcionar aos usuários uma experiência semelhante.

No entanto, considerando o número de tecnologias recentes que poderão entrar em ação graças ao 5G, o mais provável é que vejamos uma revolução tecnológica, com impactos na sociedade muito maiores do que qualquer outra.

Veja a seguir tudo o que você precisa saber sobre o 5G e o que deve mudar agora que ele irá se tornar uma realidade na vida de boa parte dos brasileiros.

O que é o 5G?

5G é o que podemos chamar de internet móvel de 5ª geração, que está chegando para substituir o 4G, que, simplificando, é a internet de dados que você usa hoje no seu celular.

O 5G promete permitir que as conexões de internet sejam muito mais rápidas do que são hoje, além de garantir mais estabilidade dessa conexão. Com isso, esqueça o sinal caindo naquela sua chamada de vídeo pelo Whatsapp ou aquela live travando bem no meio.

Além dessas questões de velocidade, outro objetivo dessa evolução é permitir que mais pessoas consigam permanecer conectadas à rede ao mesmo tempo, sem que haja quedas de sinal.

Principais diferenças entre o 4G e o 5G

Como dissemos, o 5G é a evolução do 4G, e muitas diferenças serão perceptíveis para os usuários quando a nova tecnologia estiver disponível a partir de 2022. Veja os dois pontos principais a seguir.

Velocidade

A principal diferença entre a 4ª e 5ª geração de internet móvel é a velocidade.

No caso, enquanto o 4G faz um download em uma velocidade média de 100 megabytes por segundo, o 5G conseguirá atingir 10 gigabytes por segundo. Com isso, em tese, um vídeo que você leva mais de 30 minutos para baixar hoje poderá ter seu download concluído em poucos segundos.

Latência

A chamada latência é o tempo de resposta entre rede e dispositivos e pode ser sentido especialmente em atividades em tempo real, como chamadas de vídeos, jogos online, lives etc.

Pois bem, atualmente essa resposta de “transmissão” dada pelo 4G acontece em um tempo médio de 70 milissegundos. Com o 5G isso deve ser reduzido para até 5 milissegundos.

Sendo assim, problemas com delay devem ficar no passado.

Novas tecnologias que serão possíveis com o 5G

Muito além de uma internet mais rápida nos nossos smartphones, o 5G chega para possibilitar que diversos avanços tecnológicos passem a fazer parte do nosso cotidiano.

Em empresas industriais, muitas operações do dia a dia devem ser ainda mais automatizadas, com controle a distância de um profissional que não precisará se preocupar com atrasos de movimentação que podem prejudicar o processo.

Isso também deve ser aplicado no campo da saúde, onde cirurgias poderão ser feitas a distância, por meio de máquinas, com a mesma precisão que o médico de forma física teria ao segurar um bisturi.

De forma a atingir a população em geral, carros inteligentes e autônomos serão cada vez mais comuns e experiências online de realidade aumentada devem se tornar ainda mais imersivas.

Ainda que experiências como o metaverso  de Mark Zuckerberg ainda possam não ser completamente possíveis (ao menos ao nível universal, ou seja, em toda a rede), o 5G sem dúvidas é o primeiro passo para que ele exista algum dia.

Leilão do 5G no Brasil

No início do mês de novembro, aconteceu o Leilão do 5G no Brasil, evento onde diversas operadoras de telecomunicações tiveram a chance de arrematar os lotes de radiofrequência da nova tecnologia que chega em 2022.

Com o arremate, as empresas vencedoras agora ficam responsáveis pelos investimentos na estrutura para a cobertura do 5G, e assumem a responsabilidade de levar a nova geração de internet até todas as capitais do Brasil, além de cidades com mais de 30 mil habitantes.

Para além disso, também fica a cargo das empresas que conquistaram os lotes garantir que a internet 4G funcione em todas as rodovias federais e em localidades que ainda não contam com essa cobertura. Implantar um programa que leve internet de fibra óptica às regiões menos acessíveis da Amazônia, e implantar projetos de conectividades em escolas por todo o país.

Ao todo, o leilão arrecadou R$42,2 bilhões, valor que deve ser investido em melhorias nas estruturas de comunicação do país.

CONFIRA Também:

Facebook: Como desativar a sua conta pelo celular

Para ficar por dentro de todas as novidades do mundo da tecnologia, continue acompanhando a gente aqui no TechNews Brasil.

Formada em Marketing e pós graduanda do curso de Língua Portuguesa e Literatura. Trabalha na área de comunicação como Criadora de Conteúdo além de fazer trabalhos de atuação e locução para materiais em vídeo. Pseudo-cinéfila e apaixonada por todo universo Geek.

Deixe seu comentário

treze − cinco =