Paramount+ | Quando chega ao Brasil, quanto vai custar e muito mais

Na última quarta-feira (24), a ViacomCBS confirmou em um evento virtual que o seu serviço de streaming, o Paramount+, vai chegar ao Brasil no dia 04 de março de 2021 com um valor de assinatura de R$ 19,90/mês.

Não apenas o Brasil vai receber o serviço nesta data, mas também diversos países da América Latina e da América do Norte, incluindo Canadá e Estados Unidos. Ou seja, o Brasil faz parte já do lançamento inicial do serviço.

Paramount+
(Imagem: Divulgação/Paramount)

Assinatura do Paramount+

Pelo o que sabemos até o momento, o Paramount+ vai ter um único plano de assinatura, no valor de R$ 19,90/mês. É muito provável, entretanto, que o serviço chegue também com uma assinatura anual, que diminua consideravelmente o valor mensal.

Além disso, já no seu lançamento, os usuários vão poder solicitar um teste grátis de 7 dias. O assinante só começa a pagar depois do término do período gratuito.

Quais filmes e séries estarão disponíveis no Paramount+?

No anúncio do serviço, a ViacomCBS prometeu mais de 5.000 horas de conteúdo no catálogo do Paramount+. Nos Estados Unidos, ao menos, o serviço vai chegar com mais de 30.000 episódios de séries, 7.000 programas infantis e 5.000 episódios de reality shows. A Paramount não confirmou, entretanto, o número de filmes.

Convém observar que muito provavelmente nem todos estes conteúdos estarão disponíveis também no Brasil. Por questões de direitos autorais e direitos de reprodução, muita coisa talvez fique de fora do catálogo brasileiro.

O que não seria nenhuma surpresa, já que esta é uma prática comum em se tratando de serviços de streaming. Os catálogos de plataformas como Netflix, Disney Plus e Amazon Prime, por exemplo, são muito maiores lá fora do que aqui.

Entretanto, há grandes chances de o Paramount+ chegar já com um catálogo de bastante peso.  Afinal, a ViacomCBS tem como subsidiárias a Paramount Pictures, a CBS Television Distribution, a CBS Studios International, a Bellator MMA dentre outras.

Por exemplo, a Paramount Pictures foi responsável por filmes como Um Lugar Silencioso, Sonic: O Filme, O Poderoso Chefão, Titanic, Top Gun, Forrest Gump etc. Estes são títulos que muito provavelmente farão parte do catálogo do serviço.

Um lugar silencioso
“Um Lugar Silencioso” é um dos títulos com distribuição da Paramount (Imagem: Reprodução/Paramount Pictures)

Além disso, a Paramount também é responsável por uma das franquias mais aclamadas de todos os tempos: Star Treak. Que muito provavelmente não apenas estará no serviço, mas também ganhará ainda mais conteúdo.

Além disso, títulos das marcas Showtime, Nickelodeon, MTV, Comedy Central, BET e Smithsonian Channel também vão estar presentes. Resta-nos saber, entretanto, quais conteúdos vão estar disponíveis também no Brasil.

Paramount+ vai investir em conteúdos originais

Além disso, também já sabermos que o Paramount+ vai investir pesado em filmes, séries, realities e documentários originais. Por exemplo, há indícios de que a Paramount está trabalhando em um revival de Frasier, além de uma série ambientada no universo de O Poderoso Chefão, uma no universo do game Halo, dentre outras.

Além disso, a Paramount já sugeriu que vai diminuir consideravelmente o tempo que suas produções cinematográficas vão ficar em exibição nos cinemas. O objetivo é justamente fazer com que elas cheguem o quanto antes à plataforma de streaming.

Em que plataformas o Paramount+ vai estar disponível?

Quem se interessar pelo Paramount+ vai poder curtir o serviço em diversas plataformas. Isso porque ele chega, já no seu lançamento, para Android, iOS e para Smart TVs.

Além disso, o público também vai poder solicitar o serviço via Claro Brasil, Mercado Livre, Oi e Vivo. Além, é claro, de a possibilidade de acessar o serviço via navegador, através do site oficial do Paramount+.

Compensa assinar o Paramount+?

Ainda é cedo para dizer se compensa ou não assinar o Paramount+. Afinal, o serviço ainda nem foi lançado, nem teve seu catálogo oficial divulgado.

Entretanto, por ter um preço acessível (R$ 19,90/mês) e provavelmente um catálogo de peso, é possível, sim, que o serviço chegue competindo diretamente com os principais serviços de streaming disponíveis hoje no mercado.

Além disso, não custa nada experimentar o serviço por sete dias grátis após o seu lançamento aqui no Brasil, não é?

Quer ficar por dentro de todas as novidades do mundo da tecnologia e do entretenimento? Pois nos siga no Twitter e tenha acesso em primeira mão a todas as postagens aqui do Tech News Brasil!

Editor, redator e revisor da WebGo Content, graduado em Letras – Português/Inglês. Tem experiência com redação e revisão de textos para Web. Apaixonado por poesia, literatura, games, tecnologia e gatos.
FacebookLinkedin

Deixe seu comentário

8 − sete =