Projeto Portal de Consulta de Linhas Pré-Pagas tem lançamento previsto para janeiro de 2020

Projeto Portal de Consulta de Linhas Pré-Pagas tem lançamento previsto para janeiro de 2020

A Agencia Nacional de Telecomunicações (Anatel) divulgou na tarde da última segunda-feira, dia 04 de novembro de 2019, será inaugurado no dia 06 de janeiro de 2020 o Portal de Consulta de Linhas Pré-Pagas, por meio do endereço https://cadastropre.com.br/, que se encontra em construção.

De acordo com a Anatel, o Portal de Consulta de Linhas Pré-Pagas possibilitará que os consumidores verifiquem a existência de linhas móveis pré-pagas ativas cadastradas em seu CPF, junto a cada prestadora.

Além disso, a plataforma também vai disponibilizar informações do procedimento que deve ser adotado pelo consumidor, junto à respectiva prestadora, no caso de constatação de cadastros indevidos em seu nome.

O objetivo do Projeto é garantir uma base cadastral do serviço correta e atualizada, a fim de evitar a ocorrência de fraudes de subscrição (linhas associadas indevidamente a CPFs) e, dessa forma, proporcionar mais segurança aos consumidores.”, afirma a nota oficial da Anatel.

Como funciona o Projeto Cadastro Pré-Pago

O consumidor que possuir uma linha móvel pré-paga com dados cadastrais incompleto receberá de sua prestadora uma notificação, por meio de mensagens de texto SMS, voicer (chamada de voz gravada), pop up (mensagem sobreposta) na tela do celular e/ou ligação do call center, que tem o intuito de alertá-lo sobre a necessidade do recadastramento.

Caso o consumidor receba essa notificação e não providencie a atualização dos dados da sua linha móvel pré-paga, o mesmo terá a linha bloqueada. O cidadão que tiver a linha pré-paga bloqueada por não ter atualizado os dados cadastrais poderá providenciar à atualização das informações junto à sua prestadora por meio dos canais de atendimento disponíveis como call center e espaço do consumidor na internet.

Entre os dados solicitados para atualização será exigido informações como nome completo, número do CPF (pessoa física) ou CNPJ (pessoa jurídica) e endereço com o número do CEP. Além disso, também podem ser solicitadas informações adicionais de validação do cadastro.

Para finalizar a Anatel também afirmou que está disponibilizando uma página na sua plataforma, intitulada “Cadastro Pré-Pago”, onde os consumidores podem confirmar, por meio de acesso aos números de telefone utilizados pelas prestadoras, se realmente houve de fato o envio de uma solicitação de recadastramento.

Fonte: Anatel Notícias

Deixe uma resposta

Fechar Menu