Quem Matou Sara? | Entenda por que a 3ª temporada vem dividindo opiniões dos assinantes da Netflix

A 3ª temporada de "Quem Matou Sara?" já está disponível, mas nem todo mundo parece ter gostado do final da série. Veja o porquê.

A 3ª e última temporada de Quem Matou Sara? chegou à Netflix na última quarta-feira (18) e quem já assistiu parece ter opiniões bem fortes sobre esse desfecho.

Após mais de uma ano de espera, finalmente os espectadores descobriram o que realmente aconteceu com a protagonista Sara Guzmán (Ximena Lamadrid), no entanto, nem todo mundo pareceu satisfeito com o desfecho e com diversos outros pontos da série até seu último minuto.

Cheia de reviravoltas e um andamento criado para testar a paciência de qualquer espectador, Quem Matou Sara? é mais uma produção Netflix que divide os assinantes entre amar ou odiar o final da série.

Confira a seguir alguns motivos para tanta polêmica em volta do final de Quem Matou Sara?.

Sobre a 3ª temporada de Quem Matou Sara?

quem-matou-sara-entenda-por-que-a-3a-temporada-vem-dividindo-opinioes-dos-assinantes-da-netflix

Depois do final da segunda temporada da série onde os espectadores descobrem que a morte da protagonista foi responsabilizada ao culpado errado, a terceira temporada da série chega com ainda mais questões envolvidas no caso de Sara.

A maior de todas as reviravoltas é apresentada logo no trailer, com a revelação de que a protagonista não morreu, afinal, na queda de paraquedas que deu origem a toda trama da série.

Ao descobrir isso, Álex (Manolo Cardona) vai atrás de mais pistas e chega a conclusão de que sua irmã foi usada em uma espécie de experimento científico de uma clínica conhecida como Medusa.

A partir de então, novos segredos devem ser investigados para que Álex finalmente descubra que fim levou sua irmã.

Motivos para Quem Matou Sara? dividir opiniões

As opiniões entre aqueles que gostaram e não gostaram do final da série de mistério da Netflix, estão bem dividas.

Entre aqueles que gostaram do final, os motivos mais citados foram a explicação inesperada do caso. Muitas pessoas acabaram relevando todos os outros problemas da temporada e da série em geral, por conta da conclusão da história misteriosa de Sara.

Isso, no entanto, não é unânime, e entre aqueles que não gostaram, os motivos abaixo são os mais citados.

Mais enrolação

Entre aqueles que não gostaram do desfecho da série uma das opiniões mais repetidas é o fato da terceira temporada, mais uma vez, ter se enrolado demais para dar a conclusão de tudo.

Essa já é uma crítica antiga da série e, inclusive, motivo para vários espectadores abandonarem a história no meio do caminho. O vai e volta nas informações sobre o caso, os desvios de atenção para histórias secundárias pouco interessantes, as pistas falsas colocadas no caminho do protagonista, tudo isso tem irritado os espectadores de Quem Matou Sara? desde sua primeira temporada, e na última parte da história, isso não parece ter sido corrigido.

Desvio chocante e sem sentido da narrativa

Outra crítica é o fato da terceira temporada ter levado a história por um caminho totalmente fora da curva das outras duas, inserindo elementos que, para alguns, simplesmente não encaixaram na narrativa anterior da série.

Inserir um experimento científico, cientistas malucos e malvados, e um laboratório que, do nada, passa a ser “conhecido por todos”, não convenceu a maior parte dos espectadores. Muitos reclamaram que nem parecem os mesmos roteiristas que escreveram as outras duas temporadas.

Conclusão ruim

Por fim, a pior reclamação de todas, pois demonstra que para muitos assistir três temporadas foi uma perda de tempo, foi a conclusão do caso Sara.

Muitos espectadores se mostraram decepcionados com a explicação do que aconteceu com a protagonistas, na opinião de muitos, um final forçado e sem sentido.

CONFIRA Também:

O Poder e a Lei: Entendendo o final da 1ª temporada

E você, já assistiu a 3ª temporada de Quem Matou Sara? O que achou do final da série? Conta para a gente aqui nos comentários e também nas redes sociais do Sobre Sagas.

Formada em Marketing e pós graduanda do curso de Língua Portuguesa e Literatura. Trabalha na área de comunicação como Criadora de Conteúdo além de fazer trabalhos de atuação e locução para materiais em vídeo. Pseudo-cinéfila e apaixonada por todo universo Geek.

Deixe seu comentário