Retrocompatibilidade do PS5 – Mais jogos incompatíveis são descobertos

Em outubro, publicamos um artigo explicando como funcionaria a retrocompatibilidade do PlayStation 5. À época, a Sony confirmou que 99% dos games de PS4 rodariam no PS5. E divulgou uma lista com 10 títulos que não teriam retrocompatibilidade.

Entretanto, agora que o PlayStation 5 foi lançado e os compradores já estão o recebendo, a coisa mudou um pouco de figura. Alguns jogadores descobriram que alguns outros títulos de PS4 também não possuem retrocompatibilidade.

Embora seja frustrante, isso já era algo esperado. Afinal, dificilmente a Sony testou os mais de 4.000 títulos do PS4 no novo console. Ao menos não 100% e não até a exaustão. A empresa japonesa certamente esperava por instabilidades e incompatibilidades não previstas.

Jogos de PS4 que não têm retrocompatibilidade com o PS5

A má notícia é esta: há mais jogos incompatíveis com a retrocompatibilidade do PS5 do que a Sony havia anunciado. Entretanto, há, também, uma boa notícia: os jogos que não tem compatibilidade são pouco conhecidos e não vão fazer muita falta para o grande público.

Inicialmente, a lista divulgada pela Sony em outubro de jogos que não teriam retrocompatibilidade foi a seguinte:

  • DWVR
  • Afro Samurai 2 Revenge of Kuma Volume One
  • TT Isle of Man – Ride on the Edge 2
  • Just Deal With It!
  • Shadow Complex Rematered
  • Robinson: The Journey
  • We Sing
  • Hitman Go: Definitive Edition
  • Shadwen
  • Joe’s Diner

Agora, entretanto, alguns jogadores adicionaram alguns jogos à lista graças aos recentes testes feitos por eles. Eles constataram que os seguintes jogos de PS4 também não têm retrocompatibilidade:

  • The Gardens Between
  • Golem
  • PixelBOT EXTREME!
  • Pool Nation
  • Tower of Time
  • YIIK: A Postmodern RPG

Até o momento, estes foram os títulos confirmados como não-retrocompatíveis com o PS5. Entretanto, é possível que aos poucos eles sejam atualizados e se tornem retrocompatíveis.

É o caso, por exemplo, de PixelBOT EXTREME!. Após a notificação por parte dos players, a empresa por trás do game já lançou uma correção que torna o jogo retrocompatível. Os demais títulos, entretanto, seguem incompatíveis com o PS5.

Como funciona a retrocompatibilidade do PS5

Ser retrocompatível é um dos grandes destaques do novo PlayStation 5. Significa basicamente que você pode jogar games do PS4 no PS5. A retrocompatibilidade pode ser tanto física quanto digital.

A retrocompatibilidade física significa que você pode pegar um disco blu-ray do PS4 e colocar no PS5 que o console vai reconhecer e conseguir lê-lo. Para isso, entretanto, é preciso que você tenha um PlayStation 5 com leitor de discos Blu-ray.

PlayStation 5
(Imagem: Divulgação/Sony)

Aqueles que possuem um PlayStation 5 Digital Edition, que não tem leitor de Blu-ray, só vão conseguir rodar os games digitalmente. Ou seja, caso comprem ou já o tenham comprado virtualmente na PS Store.

Entretanto, é como já mencionamos: há grandes chances de os jogos apresentarem instabilidades e problemas. Afinal, a Sony certamente não testou ao máximo todos os títulos do PS4 no PS5.

Lançamento do PlayStation 5

Nos Estados Unidos, Canadá, Japão e em alguns outros países, a Sony lançou o PlayStation 5 na última quinta-feira, 12 de novembro. O console chegou aos mercados americanos custando US$ 399,99 (Digital Edition) e US$ 499,99 (Edição Padrão).

No Brasil, o console vai chegar nesta quinta-feira, 19 de novembro. O preço sugerido pela Sony é de R$ 4.699,00 para a Edição Padrão, com leitor de discos, e de R$ 4.199,00 para a Digital Edition, sem leitor de discos.

E aí, o que achou da nova lista de jogos não compatíveis? Algum que você queria jogar, mas não vai poder? Ou nem esquentou a cabeça com isso por não conhecer nenhum? Conta para a gente aí nos comentários!

Alexandre Garcia
Redator da WebGo Content, graduado em Letras – Português/Inglês e pós-graduando em Teoria da Literatura pela PUC-PR, tem experiência com redação e revisão de textos para Web. Apaixonado por poesia, literatura, games, tecnologia e gatos.

Deixe seu comentário