Samsung anuncia preços e pré-venda da linha Galaxy S21 no Brasil

A Samsung acabou de lançar a nova linha S21 no exterior. Menos de um mês depois, anunciou a pré-venda dos novos celulares aqui no Brasil, que acontece entre 10 de fevereiro e 4 de março

Como se espera de um top de linha, os aparelhos trazem um processador de última geração, nesse caso o Exynos 2100, ótimas câmeras, certificação IP68 (resistência à água e poeira) e conexão 5G

Uma novidade que a empresa trouxe na série S21 foi o design. Os S20 eram simples, arredondados e sem muitas surpresas. Agora, numa estética mais ousada, o módulo de câmeras é uma continuação lateral metálica, os modelos vêm em combinações de cores diferentes e a traseira é fosca. O resultado é um visual único e elegante.

Outra coisa que pode surpreender os usuários, mas não positivamente, é a falta de um carregador na caixa. De agora em diante, o que acompanha o aparelho é apenas um cabo USB-C. Além disso, não há possibilidade de expansão da memória interna por meio de cartão micro SD

S21

O Galaxy S21 é o mais simples dos três modelos e seu maior diferencial é o tamanho compacto, de apenas 6,2 polegadas. Sua tela é sem curvas, com um painel Dynamic AMOLED 2x de resolução 1080p e até 120 Hz de atualização. Aqui, a proteção fica por conta do Gorilla Glass Victus.

Uma característica marcante e que revela que o S21 é mesmo o mais simples entre os três é a traseira feita de plástico. Num celular dessa faixa de preço, essa característica pode não ser bem vinda. 

O hardware desse aparelho é muito potente, trazendo o Exynos 2100, 8 GB de RAM e 2 opções para armazenamento, 128 ou 256 GB. Sua bateria é também a menor entre os irmãos, de 4000 mAh, mas a duração da bateria deve ser compensada pelo tamanho menor da tela.

Já o módulo de câmera traz um sensor principal de 12 MP, uma ultrawide também de 12 MP com “super steady video” e um sensor telefoto de 64 MP e zoom de até 30x. Já a câmera frontal é de 10 MP. 

O Galaxy S21 poderá ser encontrado em quatro cores: rosa, violeta, cinza e branco e seu preço de lançamento é  R$ 5.999.

S21 +

O S21+, versão mediana entre os três modelos, é realmente uma versão “plus” do S21. Em comparação com o irmão, as principais diferenças são tela e bateria maiores e o acabamento mais premium

Essa versão é bem maior, com um tela de 6,7 polegadas, mesmo painel Dynamic Amoled 2x de resolução Full HD e taxa de atualização variável 120Hz (controlada por inteligência artificial). 

A bateria pulou de 4000 mAh para 4800mAh e a traseira é de vidro, também revestida pelo Gorilla Glass Victus.

As câmeras não sofrem alterações, sendo as mesmas principal e ultrawide de 12 MP e uma telefoto de 64 MP. As cores disponíveis na versão Plus são violeta, preto e prata

Os preços de lançamento desse modelo são R$ 6.999, para o modelo de 128 GBR$ 7.399 para a versão de 256 GB

S21 Ultra

O último modelo é o Galaxy S21 Ultra, recheado de tecnologia de ponta e sem corte de gastos. Ele é o maior entre os três, com 6,8 polegadas e sua tela é a única que tem resolução Quad HD (1440p) com taxa de atualização adaptativa de até 120 Hz. 

Uma das grandes surpresas que a Samsung trouxe para esse aparelho é o suporte à S-Pen. Esse é o primeiro Galaxy fora da linha Note a apresentar esse recurso. 

Além disso, a versão Ultra traz um conjunto mais potente de câmeras, sendo que a principal possui um sensor de 108 MP, há uma ultrawide de 12 MP e duas lentes dedicadas para telefoto. Ambas são de 10 MP, mas uma possui zoom óptico de até 3x e a outra consegue chegar a 10x. 

Entre outros upgrades do S21 Ultra está a câmera frontal, que chega a 40 MP e a memória RAM é de 12 GB. O processador e o armazenamento se mantém, sendo esses o Exynos 2100 e 256 GB de RAM. Para completar a configuração, a bateria é de 5000 mAh.

Há uma edição limitada do Ultra que conta com 16 GB de memória RAM e 512 GB de armazenamento interno. O preço desta versão limitada é  R$ 10.499, enquanto o da versão Ultra normal é  R$ 9.499, e eles podem ser encontradas em prata ou preto.

 

Luiz Torrens
Formado em Jornalismo, atua como redator de notícias desde 2017 escrevendo sobre games e tecnologia. Também é Co-Fundador da Crenix Games, empresa de jogos digitais de Curitiba onde exerce uma de suas paixões: Design de Narrativas para Games.
FacebookLinkedinWikipédia

Deixe seu comentário

cinco × 5 =