Sequestro em Cleveland: O que aconteceu com Ariel Castro após os eventos do filme?

Após ter visto Sequestro em Cleveland, você deve ter se perguntado: o que aconteceu com Ariel Castro? Descubra aqui no Tech News Brasil!

Após ter visto o filme Sequestro em Cleveland, você muito provavelmente deve ter se perguntado o que aconteceu com Ariel Castro após os acontecimentos retratados nele. Pois você descobrirá tudo aqui nessa matéria do Tech News Brasil!

O filme, que está disponível na Netflix, fala sobre um dos casos mais famosos de sequestro cometidos nos Estados Unidos, no início dos anos 2000. Um homem chamado Ariel Castro sequestrou três mulheres e as manteve presas no porão da sua casa por quase uma década. O filme fala sobre tudo que elas tiveram que passar, sobre como elas foram resgatadas e como Castro foi preso.

A seguir, você poderá conferir o que aconteceu com Castro após ser capturado e condenado.

A prisão de Ariel Castro

Em 6 de maio de 2013, Berry, uma das vítimas de Castro, conseguiu escapar da casa levando sua filha de seis anos (que depois foi confirmada também ser filha de Castro através de um teste de paternidade) e pedindo socorro aos vizinhos.

Inicialmente, Berry achou que Castro estava testando elas por deixar as portas destrancadas e as saídas sem cobertura, como ele já tinha feito antes. Mas, dessa vez, Castro havia saído de casa cedo e esquecido de trancar a porta da sala em que as mulheres estavam presas. Berry pediu ajuda ao gritar aos vizinhos por uma janela.

Após os vizinhos terem ajudado Berry, Amanda e Gina a saírem da casa, eles chamaram a polícia, que chegou após alguns momentos, e revistaram a casa, porém Castro não foi encontrado. Após algum tempo procurando, a polícia conseguiu encontrá-lo e o prenderam. Berry e sua filha, junto com Amanda e Gina, foram levadas até o hospital central de Cleveland, onde foram liberadas um dia depois.

Sequestro em Cleveland: O que aconteceu com Ariel Castro após os acontecimentos do filme? (Imagem: Reprodução/ vejaabril.com.br
Sequestro em Cleveland: O que aconteceu com Ariel Castro após os acontecimentos do filme? (Imagem: Reprodução/Veja)

Sentença de Ariel Castro

Castro foi preso no dia 6 de maio de 2013. Inicialmente, ele havia sido declarado culpado de 4 casos de sequestro e 3 de estupro, resultando em 10 anos de prisão. Os dois irmãos de Castro, Pedro e Onil, também foram levados sob custódia e interrogados, mas foi descoberto que eles não tiveram relação com os crimes de Castro e foram liberados.

Castro apareceu no tribunal pela primeira vez em 9 de maio de 2013, e os promotores queriam que ele recebesse a pena de morte. Ele também foi declarado culpado de assassinato, tentativa de assassinato e ataques. Sempre que Castro era acusado de ter cometido sequestros e estupros, ele dizia que era inocente.

Com o passar do tempo, Castro foi declarado culpado de mais e mais crimes. Em 7 de junho, ele foi declarado culpado de 329 casos de estupros, e em 26 de julho ele foi declarado culpado de um total de 977 casos de estupro, junto com os sequestros, assassinatos e tentativas de assassinato.

Ele recebeu sua sentença em 1 de agosto, condenado a mais de mil anos de prisão sem a possibilidade de liberdade condicional e nem fiança. Antes de ser levado para a prisão, ele fez um discurso de mais ou menos vinte minutos, no qual ele disse repetitivamente que era inocente, porém isso não o ajudou em nada.

Morte de Ariel Castro

Castro passou a ser conhecido como “O Sequestrador de Cleveland” após o caso ter ficado famoso. Ele foi encontrado morto na sua cela no Centro de Acolhimento Penitenciário em Orient, no estado de Ohio, usando um lençol como uma forca, cerca de um mês após ter recebido sua sentença. Ele tinha 53 anos quando morreu.

Gostou de ler? pois aproveite e confira também:
Sequestro em Cleveland: filme da Netflix mostra em detalhes um dos sequestros mais famosos dos EUA

Redator da WebGo Content com interesse por tecnologia, jogos e história. Gosta de jogos de simulação e estratégia e encontrou na escrita uma forma de se comunicar com o mundo.

Deixe seu comentário