Sistema operacional da Huawei: como vai funcionar?

Uma das marcas de smartphones que está ganhando cada vez mais espaço por entre o mundo inteiro, é sem dúvidas a Huawei, conhecida por ser nativa da China e por ter câmeras com qualidade única.

Mas, ela também é lembrada por ter um sistema único, por muitos motivos que vão além da vontade de empresa, e que você poderá entender melhor abaixo. Portanto, leia abaixo mais sobre o sistema operacional da Huawei, como ele funciona, quais são suas vantagens, desvantagens e muito mais.

Continue lendo e saiba informações completas sobre a modalidade da Huawei de destaque.

Sistema operacional da Huawei: como vai funcionar?

Sistema operacional da Huawei: como vai funcionar?

Primeiro, é preciso entender que a Huawei tinha como intenção utilizar o já disseminado Sistema Android, que ganha cada vez mais espaço no mundo, porém, devido a um embargo comercial ocasionado pelos Estados Unidos da América, não será possível. Isso porque o país norte americano, afirma que a empresa chinesa tem a intenção de utilizar o sistema para fins investigativos.

Dessa forma, já foi anunciado em demais congressos que o sistema operacional que está em desenvolvimento pela empresa, que tem o nome chamado no ocidente por Harmony OS, tem a intenção de substituir não somente o Android em smartphones, mas também o já conhecido Windows em computadores. Isso ganha cada vez mais destaque pelas restrições estabelecidas pelos EUA com empresa chinesa.

O sistema já existe em telas conectadas, sendo que neste ano, tem como pretensão atingir a linha de smartwatches da Huawei, que também é muito forte no mercado. Ademais, computadores, smartphones e smartwatches, o sistema está em processo de avaliação para uso tanto em tablets quanto em aparelhos no quesito da IoT – Internet das Coisas.

A empresa toma uma posição agressiva no mercado, visto que pelas sanções ocasionadas pelo Governo Trump, quer competir também no ramo de processadores. A divisão HiSilicon chegou para atrapalhar a supremacia norte americana, que domina o mercado com a empresa Qualcomm – comercializadora dos processadores Snapdragon -, além da sul coreana, Samsung com sua linha Exynos.

O novo bloqueio realizados pelos EUA foi assinado logo no trimestre em que a empresa tentou tirar a hegemonia norte americana e sul-coreana quando o assunto é venda de celulares, depois de longos nove anos de domínio de ambas.

Criação do sistema da Huawei

HarmonyOS 2.0: Informações atualizadas

O sistema Harmony é parte do plano da empresa de tentar reduzir sua dependência de demais tecnologias estrangeiras, principalmente quando o assunto é EUA, criando assim suas próprias soluções, sem que fiquem a mercê do bloqueio externo.

Muitas pessoas já fizeram a pergunta de ouro sobre quais são as principais intenções da empresa ao desenvolver o próprio sistema, porém, nunca se há uma resposta convicta, justificando como uma alternativa para dispositivos IoT.

Indo além da procura por maneiras de usar aplicativos do Google em seus telefones além da China, a Huawei também adaptou suas alternativas que foram criadas para uso não só em seu país de origem, do qual o Google não oferece ferramentas como a Play Store, Gmail, YouTube e demais possibilidades, mas também para celulares do mundo inteiro, desenvolvendo assim o Huawei Mobile Services.

Esse sistema possui soluções caseiras ou demais parcerias, como é o caso do aplicativo de mapa, chamado de Here.

HarmonyOS 2.0: Informações atualizadas

Já foi confirmado para o ano de 2021 o novo modelo de sistema da Huawei, o HarmonyOS 2.0, do qual já foi divulgado um novo vídeo mostrando a versão beta do sistema. Foi mostrado algumas partes do sistema que não estão sobre regra de confidencialidade. É interessante lembrar que ele ainda está no processo de testes, necessitando de demais ajustes, que tem como data de aprimoramento até seu lançamento original.

O sistema é a segunda versão a ser desenvolvida, tendo como principal intuito de ser lançada nos smartphones no ano de 2021, sem falar nos outros dispositivos criados pela Huawei. Ainda será necessário fazer vários tipos de ajustes, mas, a empresa promete um ecossistema integrado e que seja de fácil navegação.

No vídeo do smartphone é possível ver o medidor de SpO2, que mede a frequência cardíaca, rastreador de demais atividades e muitos gestos que ampliam a navegação da IU. Também já foi revelado que a marca tem a intenção de expandir o sistema para além de 2021, já começando sua entrada no mercado internacional.

Continue acompanhando nosso site para receber demais atualizações sobre o assunto e não perca nenhuma novidade.

Jornalista formada pela PUCPR viciada em música de todos os tipos, livros e séries. Mestre em curiosidades inúteis, está sempre procurando fugir da rotina.

Deixe seu comentário

doze + quatro =