Inventando Anna: Descubra o que NÃO aconteceu na história real que serviu de inspiração para a Netflix

"Inventando Anna" é baseada em uma história real, mas, você sabe o que é "mentira" na produção da Netflix? Confira!

Após quase duas semanas desde o lançamento de Inventando Anna na Netflix, a curiosidade em volta da série continua, especialmente quando diz respeito ao que, afinal, é “mentira” na produção do streaming que adaptou a história real da golpista.

Pois bem, se você se lembra do primeiro episódio da série, que ainda está no top 10 de produções mais assistidas, também vai se recordar do aviso inicial dizendo: “Essa é uma história totalmente verídica. Exceto pelas partes que foram totalmente inventadas.”

É justamente dessas partes inventadas que vamos falar nesse texto, já que a história real e o que aconteceu depois dela você já conferiu nesse artigo aqui.

A “amizade” improvável entre Anna e a jornalista

inventando-anna-descubra-o-que-nao-aconteceu-na-historia-real-que-serviu-de-inspiracao-para-a-netflix

Sem dúvidas a maior “licença poética” utilizada pela série foi em relação ao relacionamento de uma quase “amizade” que se instaurou entre Anna e a jornalista Vivian.

Na vida real, a profissional é, na verdade, Jessica Pressler, que realmente passou um bom tempo colhendo depoimentos e entrevistas da golpista na prisão. No entanto, não há nada que afirme que outros aspectos da relação entre as duas tenha ocorrido como demonstra a série.

Um bom exemplo disso é que Jessica não via na história de Anna uma forma de reaver sua relevância profissional.

A jornalista realmente passou por mal bocados devido a uma matéria anterior que “sujou” seu nome. Porém, na vida real, ela reconquistou sua posição respeitável após publicar uma outra história, anos antes do caso de Anna Sorokin, que também acabou sendo adaptada para as telas, dessa vez no filme As Golpistas.

Outra coisa completamente inventada está na passagem que mostra Vivian ajudando Anna com seus looks para o tribunal. Ao que se sabe, a golpista nunca usou um vestido da jornalista.

Vivian (Jessica) também não aconselhou Anna em seu julgamento

Ainda nas questões inventadas entre a golpista e a jornalista, na vida real Jessica nunca aconselhou Anna a não aceitar o acordo que lhe foi proposto no tribunal.

Na verdade, a jornalista só soube e se interessou pela história da golpista depois que a mesma já havia se recusado a aceitar a proposta.

Os serviços de Tood (advogado de Anna) não foram gratuitos

Em Inventando Anna, é sugerido que Todd acaba trabalhando de graça para Anna, tanto como uma forma de promover seus serviços, quanto por, de alguma forma, ter se identificado com a golpista, porém, essa é uma “mentira dramática” usada pela produção.

Na vida real, o verdadeiro Todd afirmou em entrevista à BBC que seus serviços foram contratados como por qualquer outro cliente, tanto que parte do dinheiro que Anna Sorokin recebeu da Netflix para a adaptação de sua história acabou sendo usado para cobrir suas despesas judiciais, ou seja, para pagar seu advogado.

Vivian (Jessica) e Todd não se falavam na vida real

Na série, o fato de Todd Vivian trabalharem ao mesmo tempo com Anna e de alguma forma, criarem empatia pela golpista, faz com que eles se aproxime e se tornem amigos. Mais que isso, a série mostra que eles colaboraram em vários momentos um com o outro.

Na vida real nada disso aconteceu, segundo revelou o verdadeiro Todd Spodek. O advogado disse que na época que Anna se tornou sua cliente, a mídia ainda não via interesse na história na moça, portanto, ele não teve contato com a verdadeira jornalista.

Os detalhes sobre Chase também podem ter sido inventados

Diferente de toda a atenção dado ao namorado de Anna, Chase, na série, quase não existem evidências de que ele realmente sabia das intenções da mulher ou que qualquer uma das passagens representadas na tela aconteceram na vida real.

No artigo de Jessica Pressler na qual a série foi baseada só consta que a golpista tinha um namorado que era envolvido em negócios de tecnologia, porém, não há nada que aprofunde a história dos dois.

Jessica (Vivian) não entrou em trabalho de parto enquanto terminava a matéria

Sim, a jornalista estava grávida enquanto trabalha na história de Anna Sorokin na vida real, porém, a cena em que ela entra em trabalho de parto no escritório em Inventando Anna, é mentira.

Jessica revelou à Vulture que conseguiu terminar sua reportagem algumas semanas antes de finamente dar à luz ao seu bebê, sendo assim, isso foi só mais uma forma que a série encontrou de dar mais dramaticidade para a história.

CONFIRA Também:

Não me mate! Filme de terror da Netflix é Sinistro e Assustador! Conheça

E então, o que você achou da série Inventando Anna e do que não aconteceu de verdade? Conta para a gente aqui nos comentários.

Formada em Marketing e pós graduanda do curso de Língua Portuguesa e Literatura. Trabalha na área de comunicação como Criadora de Conteúdo além de fazer trabalhos de atuação e locução para materiais em vídeo. Pseudo-cinéfila e apaixonada por todo universo Geek.

Deixe seu comentário