Sandman: Final da 1ª temporada explicado – O que ocorreu com o Vórtice? Guerra contra o Inferno?

Ficou sem entender tudo o que aconteceu no final da 1ª temporada de "Sandman"? Confira a explicação de tudo que ocorreu no último capítulo.

Desde a manhã de hoje (5), quando a primeira temporada de Sandman” estreou no catálogo da Netflix, a série original tem estado entre os assuntos mais comentados das redes sociais.

Baseada nos quadrinhos de Neil Gailman, o primeiro ano do título acompanha Morpheus, Rei dos Sonhos, tentando recuperar seus objetos mágicos e lutando contra uma força que ameaça seu reino.

Como todos os capítulos foram disponibilizados simultaneamente, diversos assinantes da Netflix já devem ter conferido a primeira temporada completa da série. Por se tratar de uma trama complexa, contudo, alguns detalhes podem ter passados sem ser compreendidos pelo público. Confira, nos tópicos a seguir, um resumo do que aconteceu no episódio final da temporada:

O que ocorreu com o Coríntio?

Sandman
Coríntio foi exerminado por Sandman em episódio final da 1ª temporada (Imagem: Divulgação/Netflix).

Por se tratar de uma história com diversos núcleos, um dos principais antagonistas por trás do que ocorreu na 1ª temporada de Sandman” era o Coríntio, pesadelo que escapou do Mundo dos Sonhos e passou a ter relação com um grupo de assassinos em série no 3° ato da série. Após um discurso acalorado para seus seguidores, ele é confrontado novamente por Morpheu, que selou de vez o seu destino.

Após discursar sobre como as intenções de Coríntio eram malignas, o Rei dos Sonhos afirmou que não o queria de volta em seu mundo, e com isso, utilizou sua magia para descriar“, em suas próprias palavras, o personagem. Após ser reduzido a areia, tudo o que restou de Coríntio foi uma miniatura de crânio, objeto guardado por Lucienne posteriormente.

A verdade sobre o vórtice de “Sandman”

Vórtice é transferido para Unity em episódio final da série (Imagem: Divulgação/Netflix).

Após se livrar de uma vez por toda de Coríntio, Morpheus passou a dedicar-se a resolver seus conflitos com o vórtice, personificado inicialmente pelos poderes de Rose Walker. A esse respeito, o personagem estava pessimista com o fato de ter que matar a garota para salvar o Reino dos Sonhos, mas tudo muda quando Lucienne Unity Kincaid interferem no arco.

Ao visitarem a Biblioteca do reino, ambas descobrem que o vórtice portado por Rose pertenceria, inicialmente, à jovem Unity. Quando Morpheus foi preso e ela entrou em sono profundo, a maldição acabou recaindo sobre seus descendentes – e com isso, Rose acabou ficando com os poderes capazes de conflitar esses dois universos.

Após descobrirem a origem dos poderes, a força do vórtice é transferida de uma vez por todas para Unity, que se sacrifica para que sua bisneta possa continuar existindo. É também nesse momento que Morpheus reconhece o formato utilizado pelo vórtice e descobre, de uma vez por todas, que sua origem está ligada diretamente ao Desejo,  um dos seus irmãos.

Era o Desejo o tempo todo

Sandman
Morpheus confronta Desejo sobre suas atitudes recentes (Imagem: Divulgação/Netflix).

Nos capítulos iniciais da série, os espectadores conseguem acompanhar os perpétuos Desejo Desespero, irmãos de Morpheus, planejando algo contra o Rei dos Sonhos. É nessa direção que o terceiro ato da série mostra o protagonista se dirigindo ao palácio de Desejo, onde questiona seu irmão sobre suas ações envolvendo o vórtice.

Em uma conversa nada amistosa, Morpheus ameaça Desejo e ressalta que é mais poderoso que  o irmão. Além disso, o Rei dos Sonhos revela que não será tão piedosos caso os planos perversos do personagem voltem a cruzar seu caminho. “Na próxima vez, derramarei sangue”, rebate o perpétuo.

Guerra contra o Inferno?

Sandman
Lúcifer é instruída a entrar em guerra contra o Reino dos Sonhos (Imagem: Divulgação/Netflix).

A princípio, alguns fãs de Sandman” se surpreenderam pelo fato da série destinar apenas um dos seus episódios ao núcleo do inferno, onde a atriz Gwendoline Christie empresta seu talento a uma versão impiedosa e imponente de Lúcifer Morningstar. Em sua cena final, a série retorna ao Reino dos Mortos e mostra a personagem recebendo uma mensagem de Azazel, um dos generais do Inferno.

Na ocasião, Lúcifer é avisada que os generais comandantes do Inferno deixaram suas diferenças de lado e se reuniram para decidir qual seria a resposta aos desafios de Morpheus. Juntos, eles decidiram que as forças do Inferno deverão insurgir contra o Reino dos Sonhos. Ao aceitar o comando, Lúcifer apresenta aos fãs de Sandman” o que deve ser, provavelmente, o roteiro da 2ª temporada da série.

CONFIRA Também:
Crítica: “Sandman” é uma verdadeira aula sobre adaptações e fantasia épica

O que você achou da 1ª temporada de Sandman“? Está ansioso para descobrir o que a Netflix tem preparado para o 2° ano da série? Compartilhe suas opiniões com a gente nas redes sociais, e para ficar por dentro de tudo que envolve a plataforma, fiquem sempre ligados aqui e nas páginas oficiais do Sobre Sagas!

Arquiteto e Urbanista aficionado por Cenografia e Cinema. Criador de conteúdo da área desde 2013 e apaixonado por adaptações cinematográficas, especialmente de fantasia.
FacebookInstagramLinkedin

Deixe seu comentário