6ª temporada de ‘Superstore’ chegou hoje à Netflix! Vale a pena começar a assistir?

A 6ª temporada de "Superstore" acabou de chegar à Netflix, mas, se você não conhece essa série, confira alguns bons motivos para assisti-la.

A série de comédia Superstore estreou esse ano na Netflix e hoje sua 6ª temporada também chegou à plataforma.

Muito elogiada pela crítica e uma das séries mais vistas dos Estados Unidos, a popularidade de Superstore no Brasil é discreta, mas quem acompanha o programa acaba se apegando à história e a seus personagens fortemente.

Portanto, se você nunca viu a série, mas gostaria de saber mais sobre ela e descobrir se vale a pena começar a assistir, nesse artigo a gente conta alguns detalhes e te dá a nossa opinião!

Sobre Superstore

Superstore é uma série humorística dos Estados Unidos que acompanha um grupo de funcionários de uma grande loja de departamento, a Cloud 9.

Cada personagem possui uma personalidade curiosa e, em suma, a história gira em torno de suas interações no ambiente de trabalho onde, por vezes, são gerados conflitos por opiniões divergentes e instauradas situações absurdas.

Elenco

Parte do elenco de Superstore é bastante conhecido do público e possui longas carreiras em programas de comédia.

A começar pela protagonista do programa, America Ferreira. A atriz que dá vida à responsável Amy ganhou fama mundial após estrelar a versão estadunidense de “Betty a Feia”. Dessa forma, se você acompanhou as três temporadas de Ugly Betty, certamente vai se lembrar do rosto da atriz.

Além dela, o ator Ben Feldman é outro velho conhecido do público após ter tido participação em algumas temporadas do aclamado drama Mad Men.

Para além dos dois, Superstore também conta com a atuação da super comediante canadense Lauren Ash, que está perfeitamente impagável no papel da chefe de segurança Dina.

Outros nomes no elenco são Nichole Bloom, Colton Dunn, Nico Santos, Mark McKinney, Kalilo Kauahi, Jon Barinholtz, entre outros.

Motivos para assistir Superstore

superstore-netflix

Apesar de parecer um enredo simplista, a verdade é que Superstore tem fortes motivos para fazer tanto sucesso nos Estados Unidos.

Mesmo com um humor fácil de agradar, a verdade é que o roteiro dessa série é cheio de intervenções inteligentes, fugindo, e muito, do senso comum e trabalhando de forma sutil e certeira diversas críticas sociais.

Veja alguns bons motivos para pelo menos dar uma chance à série Superstore na Netflix.

Personagens absurdos e engraçados

Todos os personagens de Superstore são engraçados, seja por suas características absurdas, seja simplesmente por como lidam com as situações nas quais são colocadas.

Na série temos desde um gerente completamente fora do ar e sem autoridade até uma chefe de segurança que é quase uma sociopata com “bom coração”.

Certamente, um dos motivos para assistir essa comédia são seus personagens comicamente bem construídos.

Críticas sociais inteligentes

Como já adiantamos, Superstore está longe de ser uma comédia vazia, e em praticamente todos os seus episódios temos um tipo de crítica social trabalhada de maneira inteligente.

Mas calma, não se tratam de “lacrações”. A ideia aqui é apontar o que há de errado em questões de xenofobia, racismo, práticas abusivas de trabalho, mas de forma cômica, muitas vezes parodiando essas situações, o que acaba enfatizando ainda mais o absurdo de cada uma delas.

Episódios curtinhos

Outro ótimo motivo para assistir Superstore é que seus episódios são curtinhos, dificilmente ultrapassando os 25 minutos.

Dessa forma, por seu teor cômico, essa é a série perfeita para assistir naquela pausa para o almoço ou para desanuviar a cabeça do trabalho por alguns minutos.

É uma série encerrada

Para quem não curte ficar esperando a chegada de novas temporadas, a boa notícia é que Superstore é uma série encerrada e a 6ª temporada que chegou hoje à Netflix é justamente a última.

Sendo assim, se você está pensando em maratonar uma boa série de comédia, pode dar play nessa sem medo de ficar sem saber o final.

Uma série cheia de representatividade

Claro que, se tem crítica social, essa não poderia ser uma série que pecasse na escalação de seu elenco, certo?

Sendo assim, aqui encontramos um mar de representatividade com atores de todas as etnias e tipos, desde cadeirantes, até latinos, asiáticos, gordos, magros, e etc.

CONFIRA Também:

Madrinha fura-olho? Uma jornalista tenta conquistar o noivo às vésperas do casamento neste novo filme da Netflix

E então, ficou curioso para assitir Superstore na Netflix? Quando assistir, não deixe de voltar aqui e nos contar a sua opinião sobre ela, ok?

Formada em Marketing e pós graduanda do curso de Língua Portuguesa e Literatura. Trabalha na área de comunicação como Criadora de Conteúdo além de fazer trabalhos de atuação e locução para materiais em vídeo. Pseudo-cinéfila e apaixonada por todo universo Geek.

Deixe seu comentário