Stranger Things: 5 mortes mais tristes até agora

A 4ª temporada de Stranger Things está chegando e nessa matéria você relembra algumas das mortes mais tristes da série (por enquanto).

Dia 27 de maio a 4ª temporada de Stranger Things chega à Netflix depois de mais de 3 anos de espera, e para já ir esquentando e lembrando de alguns fatos importantes que já se passaram na história, que tal recordar algumas mortes dolorosas que já enfrentamos nessa série?

Pois é, apesar de ser uma série em que os protagonistas eram crianças, Stranger Things nunca facilitou muito nossa vida de fã com os personagens que decidiu matar ao longo de suas temporadas.

Alguns foram traumáticos, outros bastante tristes e a seguir você confere as 5 mortes que vão ficar para sempre na memória de qualquer espectador de Stranger Things.

Benny Hammond

stranger-things-5-mortes-mais-tristes-ate-agora

É possível que você não lembre desse nome, mas provavelmente vai lembrar do quão triste a morte desse personagem acabou sendo em Stranger Things.

Na primeira temporada, quando Eleven consegue fugir do laboratório pela primeira vez, Benny é a primeira pessoa que a acolhe.

Na ocasião, a menina tinha invadido seu restaurante e estava roubando comida. Ao invés de expulsá-la, o homem a veste e a alimenta.

Infelizmente ele acaba sendo morto por Connie, uma agente que está atrás da menina e, na tentativa de não deixar testemunhas, acaba atirando em sua cabeça, fazendo com que pareça suicídio.

Barbara Holland

morte-barb-em-stranger-things

A morte de Barb, como era chamada por Nancy, foi tão marcante na primeira temporada da série que ela foi responsável por levantar a tag #justiceforBarb entre os fãs e nem parecia que a personagem mal teve participação na história até aquele ponto.

Arrastada pelo Demogorgon enquanto estava sozinha na piscina da casa de Steve, a adorável nerd e melhor amiga de Nancy (que não era uma amiga tão legal assim) encerrou ali mesmo sua passagem por Stranger Things, tendo sua morte confirmada poucos episódios depois quando parte de seu corpo é mostrado no Mundo Invertido.

Bob Newby

Se teve uma morte de Stranger Things que doeu foi a de Bob, o amável e impressionantemente corajoso namorado de Joyce na segunda temporada.

Doce e disposto a ajudar sua amada com os filhos ou absolutamente qualquer outra coisa, ele acaba tendo uma morte terrível ao se colocar como isca enquanto ela e os outros buscavam uma saída do Hawkings Lab. Bob acaba não conseguindo sair a tempo, e é dilacerado pelos Demodogs na frente de Joyce.

Triste e traumatizante.

Alexei

Quem não se apegou ao russo estranho e engraçado, mesmo sabendo que ele foi um dos responsáveis por abrir o portal da desgraça do Mundo Invertido no shopping, não é mesmo!?

Alexei se mostrou muito mais gentil e consciente do que o esperado para um cientista maluco, e em pouco tempo ficamos sabendo que ele também foi usado pelos vilões.

Por isso mesmo que quando ele acabou sendo morto pelo soldado russo, Grigori, enquanto curtia pela primeira vez sua liberdade, acabou sendo tão triste para todos os espectadores.

Alexei era um cara legal que andou as pessoas erradas durante muito tempo.

Billy Hargrove

Nem você, nem eu poderíamos imaginar que justamente o babaca Billy Hargrove acabaria protagonizando uma das mortes mais triste de todas as temporadas de Stranger Things (pelo menos até a 3ª), certo?

Tudo isso porque, primeiro vemos que suas atitudes horríveis são consequência da criação abusiva que ele teve, e segundo porque, depois que Eleven o salva do controle do monstro Devorador de Mentes, ele morre se sacrificando por ela, e principalmente, para manter sua irmã Max em segurança.

A reação de Max ao presenciar a cena horrível não facilita nossa vida de fãs e só faz tudo parece ainda mais trágico.

CONFIRA Também:

Noah Schnapp: Principais trabalhos para conhecer a carreira do ator de sucesso de “Stranger Things”

Formada em Marketing e pós graduanda do curso de Língua Portuguesa e Literatura. Trabalha na área de comunicação como Criadora de Conteúdo além de fazer trabalhos de atuação e locução para materiais em vídeo. Pseudo-cinéfila e apaixonada por todo universo Geek.

Deixe seu comentário