Tecnologias que amenizam as dificuldades da pandemia: saiba quais são as principais

A quarentena do novo coronavírus trouxe uma série de desafios para a vida moderna. No entanto, existem tecnologias que amenizam as dificuldades da pandemia.

Com elas, fica mais fácil lidar com as dificuldades que a pandemia trouxe em nossa vida. Por causa disso, é importante tê-las próximas de você a todo momento ou sempre que surgir a necessidade.

Mas quais são as tecnologias que amenizam as dificuldades da pandemia? Vejamos algumas a seguir!

4 tecnologias que amenizam as dificuldades da pandemia

1. Aplicativos de entrega

Os apps de delivery estão entre as tecnologias mais importantes (e mais utilizadas!) durante a pandemia do novo coronavírus. Isso porque eles são extremamente versáteis e suprem muitas necessidades dos usuários.

Por exemplo, a versão Supermercados Rappi permite que os usuários possam fazer compras de mercado sem sair de casa. Um entregador do app vai até o mercado, faz a separação de todos os itens e entrega para o cliente em sua casa. Isso aumenta bastante o nível de isolamento social e mantém todos em segurança (além de gerar renda para quem está desempregado).

O mesmo aplicativo, por exemplo, também entrega remédios de farmácias e vários outros itens que podem ser carregados em um baú de moto ou bicicleta. Dessa forma, as pessoas podem evitar sair de casa ao máximo, mantendo nas ruas apenas quem está ganhando a renda fazendo as entregas.

Isso sem falar, claro, nos já tradicionais pedidos de comida pronta em restaurantes, pizzarias, lanchonetes e todos os tipos de estabelecimentos alimentícios. Por causa desses aplicativos, essas empresas puderam continuar trabalhando, ainda que parcialmente.

Não é à toa que o uso desses aplicativos mais do que dobrou durante o primeiro semestre de 2020. Ninguém sabe se o ritmo continuará assim nos próximos meses, mas é fato que eles vieram para ficar.

2. Streaming de filmes e séries

Ficar em casa em quarentena não é fácil. Boa parte da população brasileira ficou trabalhando remotamente, claro, mas outra parte teve de ficar de férias forçadas do emprego. Estudantes, então, tiveram de acompanhar aulas pelo computador ou ficar em casa estudando por conta própria.

Por causa disso, o tédio pode acabar sendo bem grande. Afinal, sem poder sair para ir a um cinema, restaurante ou algum passeio do tipo, o que podemos fazer em casa? Uma tecnologia ajuda nisso: os streamings de séries e filmes!

Existem muitos aplicativos focados nisso, como a Netflix, o Amazon Prime Video e o Hulu. Além disso, outros estão a caminho, como a Disney+, com lançamento previsto para novembro de 2020.

O uso dessas opções para entretenimento foi tão grande durante a quarentena na Europa que um desses serviços de streaming foi obrigado a diminuir a qualidade dos filmes para não sobrecarregar as conexões pelo continente. Pelo menos as pessoas ficaram mais em casa e diminuíram o ritmo de contágio por lá.

3. Videochamadas

Você provavelmente viu nas redes sociais algum vídeo sobre gafes realizadas em videochamadas nessa pandemia. Alguns ficaram muito populares com as pessoas indo ao banheiro durante encontros de trabalho, por exemplo.

No entanto, as videochamadas não foram recursos extremamente úteis somente para o ambiente de trabalho. Elas também foram (e são!) muito importantes para as relações pessoais também.

Muitos aniversários foram comemorados através delas (e tantos outros ainda serão nas próximas semanas), as pessoas podem conversar e matar um pouco da saudade também.

Isso sem falar no uso das videochamadas para atendimento jurídico (para quem foi demitido de maneira irregular, por exemplo) ou para atendimento psicológico. Este último, inclusive, é um dos serviços mais importantes durante a quarentena por causa do nível de ansiedade que a situação causa.

Ficar em casa sem poder sair é um desafio muito intenso para o nosso psicológico. Especialmente quando há problemas com a família, o espaço pode ser pequeno demais ou o dinheiro está um pouco curto.

Por causa disso, o nível de estresse no corpo das pessoas é maior e ter alguém especializado com quem conversar ajuda a lidar com essas emoções e prevenir que elas fiquem reprimidas.

4. Aplicativos de exercícios físicos

Para muita gente, é complicado ficar em casa sem poder ir até a academia e seguir a rotina de treinos. No entanto, alguns aplicativos e equipamentos podem ajudar a manter o corpo em forma nesse período.

Muitas empresas desenvolveram certos aplicativos que usam câmeras dos celulares e a realidade aumentada para ajudar os usuários a manter o corpo em movimento com certas rotinas de treinos.

Enquanto isso, outras alternativas podem ser ainda mais divertidas. Alguns games do Nintendo Switch e do Nintendo Wii possuem equipamentos que auxiliam o jogador na prática de exercícios físicos. Todas as rotinas são leves e planejadas por profissionais especializados em Educação Física.

Como deu para ver, existem muitas tecnologias que amenizam as dificuldades da pandemia. Cada uma delas pensa em uma dificuldade desse momento: há aquelas que ajudam com as compras para você não sair de casa, outras que ajudam com os exercícios físicos, entretenimento e até a matar a saudade dos amigos e familiares.

E aí, qual dessas tecnologias é a sua favorita? Conte pra gente nos comentários abaixo!

Gestor de Projetos e Pessoas da WebGo Content. Especialista em SEO e novos Projetos. Formado em Relações Públicas (PUC/PR) e experiência de mais de 10 anos no Marketing Digital.

Deixe seu comentário

4 × cinco =