Uber estuda usar inteligência artificial para identificar usuários bêbados

Uber estuda usar inteligência artificial para identificar usuários bêbados

A Uber registrou na última semana um pedido de patente de uma tecnologia capaz de usar o smartphone para identificar se um passageiro apresenta comportamento embriagado. De acordo com a empresa, com esta tecnologia a Uber poderia adaptar melhor suas opções de condutores para os clientes.

O pedido de patente descreve um sistema que aprende como o usuário normalmente usa o aplicativo Uber, para que ele possa identificar um comportamento incomum. O sistema se baseia em um algoritmo para avaliar vários fatores, incluindo erros de digitação, a precisão com que um usuário clica em links e botões, velocidade de deslocamento e quanto tempo leva para solicitar uma viagem. A hora do dia, e onde um passeio é solicitado também pode ser considerado.

A patente também cita que o serviço que o Uber oferece aos usuários pode mudar, de acordo com os resultado.

Uber estuda usar inteligência artificial para identificar usuários bêbados

Ao ser detectado que o passageiro apresenta um comportamento embriagado, os condutores devem ser informados sobre o estado do passageiro e a plataforma poderia direcionar o mesmo para motoristas com experiência ou treinamento relevante ao estado daquele passageiro. O aplicativo ainda bloquearia o UberPOOL para que os passageiros não tenham a opção de participar de uma corrida compartilhada.

O sistema poderia trazer algumas mudanças negativas, uma vez que o preço da corrida poderia ficar mais caro para os passageiros que estão embriagados, os motoristas poderiam se recusar a realizar algumas corridas e ainda envolver questões mais preocupantes como agressões ou abusos sexual de passageiros.

No entanto apesar das preocupações, ainda não existe confirmação ou uma previsão de que a novidade será liberada de fato, afinal é comum que empresas registrem patentes apenas enquanto testam e estudam a utilidade ou a rentabilidade de suas ideias. Entretanto, a consolidação de um sistema que identifica passageiros com comportamento embriagado pode causar muita discórdia, levando em conta que para muitos usuários o Uber é considerado uma solução para não dirigir depois do barzinho ou noitada.

Fontes: CNNThe VergeEndadget.

Uber estuda usar inteligência artificial para identificar usuários bêbados
Avalie esse artigo!

Deixe uma resposta

Fechar Menu