Uber Green | Uber expande modelo de viagens com carros elétricos

Nesta terça-feira (12), a Uber anunciou que está expandindo a modalidade de viagens com carros elétricos e híbridos, conhecida como Uber Green.

Mais de 1.400 cidades do Norte dos Estados Unidos e algumas do Canadá vão receber esta modalidade de viagens, que ainda está em fase de desenvolvimento e é uma novidade mesmo para o país de origem do serviço.

Uber Green
(Imagem: Reprodução/Uber)

Nessa primeira expansão, o alvo são cidades grandes e populosas. Algumas delas são, por exemplo, Nova Iorque, Washington (D.C.), Austin, Houston, Miami e Winnipeg.

A expansão do modelo é uma oportunidade não apenas para os passageiros, mas também para os motoristas. Isso porque eles vão receber um extra no pagamento de cada viagem. O preço varia em relação ao tipo de combustível.  Caso o veículo seja híbrido, o motorista recebe um extra de USD$ 0.50. Caso ele use apenas energia elétrica, o valor sobe para USD$ 1,50.

Por ora, os motoristas vão ter a opção de optar ou não pelos carros. Apenas os que realmente desejarem vão fazer a transição. Com o tempo, entretanto, é possível que a mudança vire obrigatória.

Além disso, os passageiros também vão ter o direito de escolha. Dentre as várias modalidades de viagem, como Uber Black e UberX, por exemplo, o passageiro vai poder optar pela opção “Uber Green”. Para isso, entretanto, o interessado vai precisar pagar USD$ 1,00 a mais pela viagem.

Uber planeja investir pesado em carros elétricos

A expansão do modelo faz parte do protejo ambiciosa que a Uber tem de, até 2040, ter apenas veículos elétricos em sua frota. O projeto foi apresentado em setembro do ano passado pelo CEO da Uber, Dara Khosrowshahi.

Para alcançar este objetivo ousado, um passo bastante grande já está previsto para até 2025: investir USD$ 800 milhões como incentivo para que os motoristas mudem para veículos elétricos.

Inicialmente, esse investimento de 2025 vai abranger apenas motoristas dos EUA até que toda a frota do país torne-se elétrica. Em 2030, Canadá e alguns países da Europa vão ser incluídos. Até que, por fim, em 2040, todos os carros da Uber, em todos os países do mundo em que o serviço está presente, vão ser carros elétricos.

Além disso, a Uber também já firmou uma parceria com a EVgo, empresa com mais de 800 estações de recarga elétrica espalhadas pelos Estados Unidos. Com isso, os motoristas da Uber vão ter desconto ao utilizarem estas estações para recarregarem seus veículos.

Mudança visa diminuir poluição e destruição do meio ambiente

O investimento na Uber Green tem por objetivo diminuir a emissão de gás poluente pela frota de carros de motoristas da Uber. A empresa tem sido duramente criticada por ONGs e grupos de ativistas por fazer vista grossa em relação ao problema.

O plano ambicioso de mudar completamente a frota, atualmente majoritariamente composta por carros que usam combustível fóssil, para veículos elétricos até 2040 pode ser um presságio de uma realidade futura.

  • Leia também: Uber Eats – Vantagens, Como usar e Promoções!

Afinal, embora a tecnologia de carros elétricos ainda esteja dando seus primeiros passos, ela vem crescendo bastante nos últimos anos. Recentemente, as ações da Tesla, empresa que produz veículos elétricos, cresceram a ponto de ela valer mais do que as principais montadoras juntas.

Isso é um caso de bolha especulativa ou um sinal de que, no futuro, carros elétricos vão realmente dominar o mercado? Ainda é cedo para saber. Entretanto, o investimento da Uber em veículos híbridos e totalmente elétricos parece concordar com essa tese.

Mas e você, o que acha dessa novidade? Acredita que a Uber vai conseguir cumprir a meta ousada que estabeleceu até 2040? Acha que a novidade vai ser bem recebida pelos motoristas? Pois conta para a gente aí nos comentários!

Alexandre Garcia
Redator da WebGo Content, graduado em Letras – Português/Inglês e pós-graduando em Teoria da Literatura pela PUC-PR, tem experiência com redação e revisão de textos para Web. Apaixonado por poesia, literatura, games, tecnologia e gatos.

Deixe seu comentário