Uma Mãe Perfeita: conheça a história real que inspirou a nova série da Netfix

Confira aqui nessa matéria do Tech News Brasil a história real da série "Uma Mãe Perfeita", que tem tido muita atenção nos últimos tempos.

Após ter assistido a série Uma Mãe Perfeita, você provavelmente deve ter se perguntado se a série foi ou não baseada em fatos reais. Pois, se esse for o seu caso, confira aqui nessa matéria do Tech News Brasil tudo o que sabemos sobre a história real da produção da NetflixUma Mãe Perfeita“!

Uma Mãe Perfeita: história real

A série foi baseada em um livro, que possui o mesmo nome, e que, por sua vez, foi baseado em uma história real. A série fala sobre uma estudante dos EUA que viaja até a Espanha para ter aulas de intercâmbio, mas a estudante, que se chama Emma, é acusada de ter assassinado um homem.

A mãe de Emma, Jennifer, vai até a Espanha para trazer sua filha de volta aos EUA, pois ela acredita que a sua filha não teve nada a ver com isso. Porém, conforme ela começa a mergulhar cada vez mais profundamente no caso, ela percebe que a sua filha não é a pessoa tão boazinha e perfeita que ela acreditava ser.

Uma Mãe Perfeita: conheça a história real que inspirou a nova série da Netfix (Imagem: Reprodução/ Netflix)
Uma Mãe Perfeita: conheça a história real que inspirou a nova série da Netfix (Imagem: Reprodução/ Netflix)

O livro é baseado no famoso caso de Amanda Knox, mas o livro foca mais na parte da relação entre a mãe e a sua filha, principalmente no conflito emocional que Jennifer tem que enfrentar, que, com o passar do tempo, passa a duvidar a inocência de sua filha cada vez mais.

Inclusive, a série faz algumas modificações na história, como, por exemplo, ao mudar o local dos acontecimentos para a França ou dar um passado diferente para Emma. O livro também traz o personagem Roberto Ortiz, um advogado e detetive que não possui uma ligação com Jennifer, porém, na série, eles têm um passado romântico e o namorado de Emma no livro é um traficante de drogas, diferentemente da série, na qual ele é um imigrante ilegal.

Quem é Amanda Knox?

Amanda Knoz tinha 20 anos em 2007, quando o caso aconteceu. Ela estava na Itália e dividia o apartamento em que ela estava com Meredith Kercher. Durante a noite do crime, Amanda tinha passado a noite com o seu namorado, Rafaelle Sollecito, e, no dia seguinte, ela havia retornado para o apartamento para encontrar Meredith morta no seu quarto e sangue no banheiro.

Eventualmente, o caso chamou a atenção da mídia rapidamente e Amanda tornou-se a principal suspeita do caso. Ela havia dito aos policiais durante o interrogatório que estava no apartamento durante a noite em que Meredith foi assassinada, colocando-se assim no meio do caso. Porém, mais tarde ela disse que foi forçada a fazer essa afirmação devido ao modo agressivo e hostil que os policiais a trataram.

Amanda e Rafaelle foram ambos condenados a 25 anos de prisão, e, simultaneamente, um homem chamado Rudy Guede também foi preso, pois suas impressões digitais foram encontradas na cena do crime. Ele foi condenado a 30 anos de prisão.

O que houve com Amanda Knox após o julgamento?

Cerca de 4 anos depois de ter recebido a sua sentença, ela foi declarada inocente pela Corte Suprema Italiana em 2015. Todas as acusações contra ela foram removidas, pois, segundo a corte, não havia provas o suficiente para realmente provar que Amanda era culpada. Quando ela foi libertada, a sua imagem havia decaído muito, e, durante e antes do julgamento, ela foi retratada como uma pessoa má e cruel, com a mídia dizendo todo o tipo de maldades sobre ela.

Desde que ela retornou aos EUA, ela vem tentando continuar a sua vida, mesmo com todas as críticas que ela ainda recebe. Ela tem trabalhado como uma ativista e participado de várias organizações. Inclusive, ela é autora do livro Waiting to Be Heard. 

Além disso, Amanda, junto com o seu marido, Christopher Robinson, trabalham juntos nos podcasts The Truth Abou The Crime e Labyrinths. Ela tem falado contra filmes, programas de TV, livros e séries que tentam ganhar lucro e atenção com a sua história. E ela não está nem um pouco feliz com a produção da Netflix Uma Mãe Perfeita, que tenta pintar um quadro dela como “manipuladora e culpada do assassinato”.

Gostou de ler? Pois aproveite e confira também:
Interceptor: Novo filme mais visto da Netflix tem dividido opiniões; entenda o motivo

Redator da WebGo Content com interesse por tecnologia, jogos e história. Gosta de jogos de simulação e estratégia e encontrou na escrita uma forma de se comunicar com o mundo.

Deixe seu comentário