Vale a pena começar a assistir ‘Locke & Key’ na Netflix? Descubra aqui!

A segunda temporada de "Locke & Key" estreou semana passada na Netflix e se você não conhece a série, confira se vale a pena assisti-la.

Na última sexta-feira (22) a segunda temporada de Locke & Key finalmente chegou à Netflix após mais de um ano e meio de espera por parte dos fãs.

Inspirada nos quadrinhos de Joe HillGabriel Rodriguez, quando foi lançada rapidamente a série conseguiu conquistar a atenção e boas avaliações por parte do crítica especializada e do público. Mas, e você que não conhece a história? Será que vale a pena começar a assistir “Locke & Key” na Netflix?

É isso o que pretendemos responder nesse artigo a partir de mais detalhes sobre a série que podem te fazer se interessar ou não por ela. Continue a leitura!

Sobre Locke & Key

 

Em “Locke & Key” acompanhamos a tentativa de recomeço da família Locke em uma cidade diferente na chamada Lockehouse, antiga e misteriosa casa da família para onde se mudam após a morte do patriarca Rendell.

Chegando lá, em pouco tempo o filho caçula, Bode, começa a ter experiências estranhas, primeiro conversando com algo que ele chama de “eco” em um antigo poço, e em seguida encontrando misteriosas chaves com poderes mágicos por toda a casa.

A partir de então, ele e seus irmãos começam uma busca para encontrar todas as chaves e com isso descobrir mais sobre o passado não revelado de seu pai. O problema é que, sem saber, eles começam a abrir caminhos para que uma entidade de poder inimaginável coloque suas vidas e a de todo o mundo em perigo.

Vale a pena assistir Locke & Key na Netflix?

Locke e Key

Quem curte o gênero fantasia, cheio de entidades mágicas e com um segredo a ser desvendado, com certeza vai gostar de “Locke & Key”. Mas atenção, não se engane pensando que essa é uma série infantil.

Apesar dos diversos elementos que fazem lembrar obras para crianças, “Locke & Key”, acaba partindo para um lado muito mais sombrio e mesmo violento. Sendo assim, é mais certo dizer que ela é uma série teen com grandes chances de agradar também aos adultos, visto sua abordagem.

Personagens complexos

Apesar de inicialmente a história parecer apenas mais um clichê onde uma mãe e seus filhos precisam superar a morte do marido e pai, no decorrer dos episódios percebemos que a construção de cada um desses personagens é muito mais complexa.

A mãe Nina luta desde sempre com demônios internos que voltam a tona após a tragédia, e apesar de amorosa com os filhos, não consegue manter uma figura exemplar sempre. Da mesma forma, as crianças acabam encontrando sua própria maneira de lidar com tudo o que aconteceu.

Os personagens secundários também são bem pensados, não ficando apenas na superficialidade.

Tudo isso trabalha para que, apesar de um enredo fantasioso, todos mantenham personalidades próximas à realidade.

A história é bem desenvolvida

“Locke & Key” não é aquele tipo de série que demora a pegar no tranco. Logo no primeiro episódio a história já diz a que veio e consegue criar interesse no público e assim se mantém durante a maior parte da série.

Sem muito enrolação, os objetivos das chaves são revelados e vão ditando o ritmo de toda a história. O mistério sobre o pai e o passado que de alguma forma pode ter resultado em sua morte, também é suficientemente bem construindo para prender a atenção e não tem uma explicação simples que serve apenas para concluir a temporada.

No todo, um enredo que se desenvolve bem, com algumas surpresas chocantes e que não se torna cansativo.

Um vilão realmente aterrorizante

Grande parte do motivo para essa série não ser a mais indicada para crianças, é o vilão da história que quando analisado mais profundamente, realmente é aterrorizante.

Sem freios, a entidade diabólica que passa a aterrorizar a família Locke não trabalha com filtros e possui atitudes manipuladoras e extremamente violentas. É aquele tipo de vilão construído com mais que apenas um único objetivo. Estamos falando de um ser vingativo e realmente cheio de maldade e egoísmo.

Uma bela alegoria para psicopatas da vida real.

CONFIRA Também:

Séries mais assistidas da Netflix: Conheça os maiores sucessos!

Em conclusão, se você é chegado em histórias de fantasia que flertam de leve com o gênero terror, certamente vale muito a pena dar uma chance para Locke & Key“.

A história segue uma linha similar aos volumes menos felizes de Harry Potter, e apesar de não ter tantos elementos de terror, pode-se dizer que o nível de tensão, personalidades que mostram o lado mais feio da humanidade e a figura das crianças que lidam com famílias disfuncionais, referencia alguns clássico de Stephen King, como “Conta Comigo” e mesmo “It: A Coisa”.

Aliás, a nível de curiosidade, o autor Joe Hill é filho de Stephen King, o que deixa bem claro que essas referências são propositais.

Para mais dicas sobre séries e filmes da Netflix e outros streamings, continue acompanhando a gente aqui no TechNews Brasil.

Formada em Marketing e pós graduanda do curso de Língua Portuguesa e Literatura. Trabalha na área de comunicação como Criadora de Conteúdo além de fazer trabalhos de atuação e locução para materiais em vídeo. Pseudo-cinéfila e apaixonada por todo universo Geek.

Deixe seu comentário

quatro + onze =