Vale a pena assistir a minissérie ‘O Sucessor’ na Netflix? Descubra aqui!

A série de origem espanhola é uma produção original da Netflix e conta com 3 temporadas. Descubra se vale a pena assistir 'O sucessor'.

Vale a pena assistir O Sucessor

A série de drama ‘O Sucessor’ da Netflix estreou na plataforma de streaming em setembro de 2018. Até aqui, não é surpresa para ninguém que a Espanha é uma verdadeira potência para produzir séries. Com O Sucessor não é diferente e com certeza vale a pena assistir o filme.

Nesta matéria do Tech News Brasil, você vai descobrir por que vale a pena assistir O Sucessor na Netflix. Então, se você ainda não assistiu ou não sabe nada sobre a produção, continue lendo!

Sobre a série O Sucessor

Sobre a série O Sucesso
Jose Coronado interpreta Nemo Bandeira na série ‘O Sucessor’ (Imagem: Reprodução/Netflix)

Dirigida por Marc Vigil, Miguel Ángel VivasOskar Santos, O Sucessor é uma produção da Mediaset España em colaboração com Alea Media for Telecinco. Assim, a série de drama se baseia no livro ‘Vivir Sin Permiso’ (em tradução, “viver sem permissão), escrito por Manuel Rivas.

A trama gira em torno do chefão do narcotráfico, o empresário Nemo Bandeira (interpretado pelo ator Jose Coronado), que descobre ser uma vítima do Mal de Alzheimer. Quando isso acontece, Bandeira tem de escolher alguém para assumir seu posto. O ideal seria que quem ocupasse seu posto fosse seu genro e braço direito no comando dos negócios, Mario Mendonza (vivido por Álex González).

Porém, não é isso que acontece: enquanto Bandeira decide quem vai ser seu sucesso, Mendonza se mostra disposto a atrapalhar o processo, aproveitando-se da piora do chefe ao longo do tempo. Em linhas gerais, a trama se vale do drama familiar, já que se trata de um tipo de “negócio da família”, para se construir. Alguns entre os temas principais estão família, ambição, relacionamento entre pai e filho e luta.

Afinal, vale a pena assistir O Sucessor?

Em se tratando de uma série com nota 7.5 no IMDb, uma resposta direta para essa pergunta é: vale a pena assistir O Sucessor, sim. São muitos os motivos para isso. A começar, pelo fato de que, sendo um filme que retrata a realidade do narcotráfico, a produção conta bastante com drama e ação para sua construção. Esses dois são gêneros fílmicos que tendem a surtir grandes efeitos sobre os espectadores. Outros gêneros, como romance, também são incrementados à trama, porém de maneira equilibrada.

De modo geral, há muitos conflitos em O Sucessor, de forma que o espectador sempre terá com o que se entreter e envolver. Inclusive, também pela temática, é de se esperar que a trama aponte para muitas questões morais, promovendo também personagens de personalidade dupla, no sentido de que ninguém é tão ingênuo. Isso é algo que conta para chamar a atenção de quem está assistindo, envolvendo o espectador.

Os personagens são construídos de maneira bastante assertiva e a produção conta com locações que contam muito para o espetáculo. Apesar de, no meio dos personagens, haver certo exagero no desenvolvimento de um e de outro, a produção de O Sucessor dispõe de um roteiro brilhante.

Diferente de outras produções, a série de televisão em questão não deixa as coisas perderem o sentido; há uma cautela em apresentar um porquê adequado às situações. Desse modo, é difícil que o espectador se perca em meio às histórias, aos dramas e à série de ação.

Entre outras séries da Netflix, O Sucessor é uma das que mais conta com acertos. Inclusive, tendo em vista o que mencionamos anteriormente, essa é uma série que vale a pena maratonar.

Gostou de saber se vale a pena assistir O Sucessor? Confira também:
Escassez de chips pode arrastar falta de estoque de consoles até 2023

Fonte: IMDb

Graduanda em Comunicação Organizacional na UTFPR, com experiência na área de Gestão de Pessoas e em Marketing Digital. Amante de filmes de ação com protagonização feminina e fã de café à meia-noite.

Deixe seu comentário

10 + 2 =