What if…? | Primeiro episódio estreia no Disney+ — O que achamos?

O primeiro episódio de What if...?, mais nova série do Marvel Studios, estreou no Disney+. Confira aqui a nossa opinião sobre ele!

Peggy Carter como Capitã Carter no primeiro episódio de What if...? (Imagem: Reprodução/Marvel Studios)

Nesta quarta-feira (11), chegou ao catálogo do Disney+ a mais nova série do Marvel Studios: What if…? (“E se…?”, em tradução livre). Neste primeiro episódio da animação What if…?, que tem a premissa de explorar realidades alternativas em que determinados acontecimentos do Marvel Cinematic Universe tiveram desdobramentos diferentes a partir da ótica do Vigia, vemos o que aconteceria se Peggy Carter tivesse recebido o Soro de Super Soldado no lugar de Steve Rogers.

Nesta matéria original do Tech News Brasil, você vai relembrar os principais acontecimentos deste primeiro episódio de What if…? e, ao final, descobrir se gostamos ou não do que vimos até agora!

Aproveite e leia também:
What if…? | Tudo o que já sabemos sobre a nova animação da Marvel

Resumo completo do primeiro episódio de What if…? (com spoilers!)

O que criou o novo universo neste primeiro episódio foi a decisão de Peggy Carter de ficar ao lado de Steve Rogers no momento da aplicação do Soro de Super Soldado. Durante o ataque ao laboratório, Rogers é baleado pelo terrorista, que é abatido por Peggy. Pela fragilidade da saúde de Steve, quem precisou entrar na máquina para receber a injeção do Soro de Super Soldado foi a Agente Carter.

A mudança nos planos não agradou à alta cúpula da Reserva Científica Estratégica (RCE), que posteriormente se tornaria a S.H.I.E.L.D., especificamente pelo fato de  Carter ser mulher. Com isso, a série expõe o machismo tão presente no meio militar (até nos dias de hoje). O líder da RCE, Coronel Flynn, até mesmo afirma que “Mulheres não são soldados, e com certeza não lutam na linha de frente. Elas poderiam quebrar uma unha“, o que apenas motiva Peggy Carter a provar o contrário ao longo do episódio ao se tornar Capitã Carter, a Primeira Vingadora.

Com a ajuda de Howard Stark, que entrega à agente um uniforme e um escudo, Carter parte para a Alemanha a fim de recuperar o Tesseract, que estava sendo transportado a Berlim pela Hidra. Contrariando as expectativas do Coronel Flynn, Carter dá uma verdadeira sova nos nazistas, que também a subestimam por ser mulher, conquistando assim o Tesseract para os Aliados e impedindo que ele caísse nas mãos de Hitler.

Capitã Carter e Steve Rogers em cena do primeiro episódio de What if...? (Imagem: Reprodução/Marvel Studios)
Capitã Carter e Steve Rogers em cena do primeiro episódio de What if…? (Imagem: Reprodução/Marvel Studios)

Graças ao poder do Tesseract, Howard Stark cria um traje de metal para Steve Rogers, que consegue se juntar à luta contra os nazistas mesmo sem o Soro de Super Soldado, sendo conhecido agora pelo nome “Esmagador Hidra“. Porém, em uma operação contra o Caveira Vermelha ao lado de Carter e Bucky Barnes, Steve Rogers é soterrado por uma avalanche causada por uma explosão, fazendo com que a Hidra recupere o Tesseract.

Para se vingar, toda a equipe decide atacar o castelo da Hidra a fim de impedir os planos de dominação mundial do Caveira Vermelha. No castelo, ao lutar contra uma lula gigante criada com o poder da joia, Capitã Carter se vê obrigada a empurrar a criatura para o local de onde ela havia saído, ficando presa dentro do Tesseract por mais de 70 anos, até ser libertada por Nick Furry no futuro.

Você pode ter perdido de ler:
Stranger Things | Novo teaser confirma 4ª temporada apenas em 2022

O que achamos do primeiro episódio de What if…?

O Vigia, personagem da série What if...? (Imagem: Reprodução/Marvel Studios)
O Vigia, personagem da série What if…? (Imagem: Reprodução/Marvel Studios)

O primeiro episódio de What if…? foi um bom piloto para esta série que promete explorar diversas possibilidades de realidades paralelas do MCU. A série aproveita os conceitos de Multiverso e Linhas Temporais apresentados e explorados na última série do Marvel Studios, Loki, que teve o encerramento de sua primeira temporada há algumas semanas.

Seguindo a mesma linha de Falcão e o Soldado Invernal, que introduziu o primeiro Capitão América negro do MCU e discutiu questões de representatividade e segregação racial, o primeiro episódio de What if…? colocou a Agente Carter num papel de protagonismo ao se tornar a Capitã Carter. Já no primeiro episódio, a série tratou de questões bastante necessárias e contemporâneas, como o protagonismo feminino, e teceu críticas profundas ao machismo e ao patriarcalismo, especificamente dos presentes no meio militar.

A decisão de Peggy Carter de receber a dose do Soro de Super Soldado no lugar de Steve Rogers, que estava incapacitado, mesmo que fosse pelo bem do projeto, desagradou a alta cúpula do exército, que não aceitou a ideia de uma mulher sendo o símbolo máximo de patriotismo e heroísmo no combate à Alemanha Nazista e à Hidra. Mesmo assim, Carter não se deixou abalar e foi responsável não apenas por recuperar o Tesseract das mãos dos nazistas, mas também dar uma surra (linda de se ver) em vários deles e acabar com os planos do Caveira Vermelha.

Mesmo com uma mudança tão drástica na história, personagens como Steve Rogers (que se tornou o Esmagador Hidra) e Bucky Barnes não foram esquecidos. Ambos tiveram seus momentos no primeiro episódio, mas sem ofuscar o brilho de Carter.

A qualidade da animação dispensa comentários.

Depois de um bom começo de temporada, ficamos ansiosos para descobrir que outras possibilidades a série What If…? preparou para o público. Original do Disney+, a série vai ganhar novos episódios toda quarta-feira. Semanalmente, nós, do Tech News Brasil, vamos preparar resumos e análises como os de hoje. Não perca!

Gostou dessa matéria? Pois aproveite e confira também:
Cobra Kai | Tudo o que já sabemos sobre a Temporada 4

Editor, redator e revisor da WebGo Content, graduado em Letras – Português/Inglês. Tem experiência com redação e revisão de textos para Web. Apaixonado por poesia, literatura, games, tecnologia e gatos.
FacebookLinkedin

Deixe seu comentário

um × cinco =