FIFA 21 – Saiba quais são as práticas proibidas no jogo da EA

Com o objetivo de dar um fim às trapaças e ao costume de trocar moedas do jogo por dinheiro real, a EA começou a implementar um novo sistema de regras às funcionalidades onlines do FIFA 21.

As normas criadas deverão ser seguidas por todos os jogadores que desejam desfrutar das opções e funcionalidades do modo online. Infringir as regras torna o jogador passível de denúncia por outros usuários e, por consequência, até “ban”.

Se você quer saber mais sobre as regras e normas que devem ser seguidas, confira o texto a seguir.

Ultimate Team

O FIFA 21 é um jogo que começou a revolucionar a gameplay dos jogos de futebol. Dentro do jogo, além de poder conferir todos os times atualizados com seus respectivos jogadores, de todo o mundo, você ainda pode participar de campeonatos competitivos online.

É disso que trata o modo Ultimate Team, a versão competitiva online do FIFA 21. Nesse modo os jogadores precisam criar times para jogar contra adversários reais em partidas que dão prêmios dentro do jogo.

Esses prêmios podem ser usados no mercado de pontos para comprar itens, jogadores e muito mais. Além disso, existe um sistema de rankeamento de habilidade que analisa o estilo de jogo de cada usuário para poder identificar jogadores com níveis de habilidade similares e garantir que a competição seja mais justa.

Infelizmente no meio das funcionalidades multiplayer, que garantem prêmios, sempre existem brechas e trapaças para contornar o sistema e garantir vantagens. Isso acontece com o FIFA 21 e tem sido um problema para a desenvolvedora ao longo dos anos.

Chegou ao ponto em que esse tipo de prática levou a desenvolvedora a criar maneiras de punir os jogadores que desrespeitam regras no modo Ultimate Team. As punições vão de perder completamente as moedas no modo online da sua conta, até ter o seu time excluído. Se a infração for mais grave pode ocasionar o banimento da conta do FIFA ou até da EA.

Quais práticas dão “ban” no FIFA 21

A primeira prática que resulta em punições severas para o jogador é a compra ou venda de moedas do Ultimate. O problema é que o costume aumenta a desigualdade do mercado interno do jogo e inflaciona o preço dos itens.

Além disso, abrir a conta para terceiros não é uma prática recomendada pela EA por questões de segurança. Abri-la para terceiros pode acabar permitindo que alguém roube informações da conta.

Outro motivo que pode ocasionar punições à conta é o acesso ou utilização de cópias para servidores não oficiais do jogo. Não é permitido jogar nos servidores oficiais com cópias piratas.

Qualquer programa externo que agilize ou automatize a compra, venda e qualquer outra interação com o mercado interno do FIFA também será alvo de penalizações. Os autobuyers que monopolizam itens no mercado e sistemas de farming de moedas podem colocar a segurança da sua conta e dos jogos dela em risco.

E por fim e mais obviamente, qualquer cheat, trapaça, software externo de hack será tratado como uma ameaça para os servidores. Existem ferramentas que podem alterar valores e criar vantagens, além de exploits que exploram erros e “atalhos” no sistema.

Também é necessário tomar cuidado ao acessar, divulgar ou utilizar informações de outras contas. Juntamente com isso, as interações do usuário não podem conter alegações falsas para representantes do jogo. Ambas coisas podem acarretar punições.

Formado em Jornalismo, atua como redator de notícias desde 2017 escrevendo sobre games e tecnologia. Também é Co-Fundador da Crenix Games, empresa de jogos digitais de Curitiba onde exerce uma de suas paixões: Design de Narrativas para Games.
FacebookLinkedinWikipédia

Deixe seu comentário

cinco × dois =