Mods de Cyberpunk 2077 podem oferecer riscos ao seu PC

CD Projekt Red, empresa polonesa que criou Cyberpunk 2077, recentemente comunicou a seus jogadores que evitem usar mods. A ferramenta para criação de mods foi adicionada na semana passada, mas já trouxe problemas. 

O problema foi descoberto pelo usuário u/PixelRickyRick no Reddit, que comunicou imediatamente a CDPR. Em resposta, a empresa afirma que está trabalhando para solucionar a questão. Ainda segundo ela, a vulnerabilidade existe por meio de ficheiros DLL do computador, que permite executar códigos e instalar malwares e outros vírus. 

Outro usuário do Reddit, u/Romulus_Is_Here, explica porque esse problema é tão perigoso. Segundo ele, é muito comum que jogadores compartilhem arquivos de Save do jogo em sites como Nexus Mods ou outros. 

Porém, ao utilizar um arquivo desses que esteja editado, o jogador permite que o arquivo tenha acesso à vulnerabilidade do jogo. Então, o vírus escondido nos arquivos consegue executar código malicioso no seu computador. A mesma coisa ocorre com mods. 

Quando o player abre o jogo e carrega o Save editado, não vê nada diferente. Tudo que ocorre fica escondido dele. Assim, se esse jogador também compartilhar seu save com a comunidade, estará espalhando o vírus sem saber. Segundo o usuário, esse arquivo funciona como um “verme”, infectando o jogo de outras pessoas.  

Além do perigo para o jogador, que tem seu computador tomado, os hackers que se aproveitaram dessa vulnerabilidade poderiam ter acessado o próprio servidor da CD Projekt Red

Se o problema não tivesse sido encontrado antes, algum jogador poderia ter mandado, sem saber, um save corrompido para a empresa. Em alguns casos, saves com bugs que impossibilitam o progresso do jogo podem ser enviados aos desenvolvedores para suporte. Se o computador deste jogador estivesse infectado, esse teria contaminado também o sistema da CDPR. 

Problemas para a imagem do Cyberpunk

Após outros impasses com mídia, como reviews negativas, problemas de desempenho em consoles e propaganda enganosa, essa notícia pode afetar a imagem do jogo duplamente. 

Isso porque, além do problema de vulnerabilidade, a criação de mods geralmente é um estímulo para a comunidade. Jogadores e modders testam e compartilham suas criações, geram desafios e acabam divulgando o jogo em redes sociais

Além disso, os conhecidos problemas e bugs do jogo poderiam ter sido resolvidos pela própria comunidade para facilitar a gameplay, enquanto esperam os updates oficiais. 

Agora, a própria empresa avisa que, por hora, o mais seguro é evitar a utilização de mods.

Mais problemas com os Mods

Apesar de mods serem uma paixão da comunidade, e a ferramenta ter sido liberada há apenas uma semana, esse não é o primeiro problema que surgiu. O time da CDPR teve que fazer uma declaração oficial pedindo para que os jogadores evitem utilizar os modelos de pessoas reais em qualquer situação que possa ser ofensiva. 

Isso se refere a um mod, agora indisponível, que permitia aos jogadores ter relações sexuais com o personagem Johnny Silverhand, modelado com base em Keanu Reeves. O ator se tornou um ícone do jogo.

Update 1.1 e o bug que quebrou o jogo

Um dos problemas mais recentes com relação a bugs no Cyberpunk 2077 foi o patch 1.1. Essa atualização trouxe várias soluções para problemas presentes no jogo, além de correções de desempenho que eram necessárias. 

Porém, o update também veio com um bug que impede que o jogador prossiga a quest principal. Na missão “Down on the Street”, o personagem Takemura liga para o jogador para um diálogo que faz parte da missão. Porém, após o update, quando o player atende a ligação, Takemura só encara e o diálogo não começa.

Sem completar a ligação, a quest não avança e o jogador fica preso. Para resolver o problema, é preciso carregar um save mais antigo e tentar de novo, mas nem sempre funciona. 

No dia 28 de janeiro, a empresa lançou um hotfix que resolve esse bug. Agora o diálogo com Takemura ocorre normalmente

 

Luiz Torrens
Jornalista, Roteirista e principalmente criador de histórias. Apaixonado por games e tecnologia.

Deixe seu comentário

dezoito − dezessete =