Moto G Watch: dispositivo aparece com Snapdragon Wear 4100

Moto G Watch, sucessor do Moto 360, lançado em 2019, finalmente está chegando ao mercado. Ao que tudo indica, o smartwatch, ainda em desenvolvimento, terá um processador com foco no baixo consumo de energia.

Apesar de ainda termos poucas notícias sobre o Moto G Watch, é bem provável que a Motorola anuncie em breve seu novo dispositivo. Saiba mais sobre o que esperar.

Moto G Watch
Moto G Watch (Imagem: Reprodução / 9to5Google)

Moto G Watch: novo smartwatch do mercado

A tendência é que a Motorola traga três novos relógios inteligentes para 2021. E o Moto G Watch deve ser um deles. Contudo, diferente dos demais, o modelo tem um foco maior em economia.

Isto é, além de outros diferenciais, o smartwatch chega ao mercado equipado com um processador Snapdragon 4100. Assim, a tendência é que haja, no G Watch, uma economia de energia maior.

Com isso, o novo smartwatch será alimentado por um chipset mais recente da Qualcoom, com foco em autonomia de uso.

Moto G Watch é o sucessor do Moto 360 (Imagem: Reprodução / Flickr)

Moto G Watch é o sucessor do Moto 360

Em outras palavras, o Moto G Watch chega para ser o sucesso do Moto 360, lançado em 2019. Dentre outras novidades, o modelo ainda apresenta recursos como GPS integrado e resistência a água, com certificação 3 ou 5ATM.

O carregamento via wireless, presente na traseira do relógio, é outro diferencial que o modelo pode trazer. Ao que tudo indica, a Motorola vai adotar um novo padrão de carregamento para seus dispositivos.

Por fim, outra expectativa é que o smartwatch tenha o sistema operacional Wear OS do Google. Ainda não há maiores informações sobre o dispositivo ou sua data de lançamento.

Mas a tendência é que ele chegue ao mercado ainda este ano juntamente com outros dois modelos, o Moto Watch e o Watch One.

O Snapdragon Wear 4100

O Snapdragon Wear 4100 é o chipset mais recente lançado pela Qualcoom. Desenvolvido para ter uma eficiência energética maior, o chip é uma boa opção para dispositivos como o smartwatch.

Isto é, com menor gasto de energia, ele oferece uma autonomia maior no uso sem a necessidade de recarga. Além disso, o chip garante um bom desempenho, o que, aliado a economia de energia, apresenta uma vantagem maior em relação aos demais.

A tendência dos smartwatch

A chegada do Moto G Watch alimenta ainda mais um mercado que, cada vez mais, vem ganhando espaço no pulso do consumidor.

Antes limitado a um público, esse tipo de dispositivo vem apresentando mais opções, de design e preço, para o mercado.

Fáceis de usar e uteis para o dia a dia, o smartwatch é também uma opção que agrega ao estilo. Minimalista e com diversas funcionalidades que vão além de mostrar a hora, a tendência é que o item ganhe ainda mais força.

Inicialmente, o dispositivo surgiu como um produto de nicho, com o foco em otimizar o trabalho e as tarefas diárias do usuário. Contudo, ele ganhou ainda mais opções e recursos, e hoje é usado tanto por quem quer organizar a rotina, quanto para quem precisa de um auxílio nos exercícios, ou só quer agregar ao visual.

Apesar de fazer menos sucesso que os smartphones, os relógios inteligentes ainda têm um bom espaço de crescimento. Nos próximos anos, opções com melhores preços e ainda mais recursos devem chegar ao consumidor.

 

Aproveite também para conferir outras novidades no blog Tech News Brasil. Aqui você fica por dentro de todas as notícias e atualidades do mundo da tecnologia!

Guilherme Montiel
Redator da WebGo Content. Especialista em comunicação para internet, com experiência de 04 anos em SEO e Marketing Digital. Apaixonado por tecnologia, comunicação, música e games.
InstagramLinkedinTwitter

Deixe seu comentário

sete + dois =