Free Fire 2020: Quais São As Novidades? Acompanhe Aqui!

Free Fire é um jogo mobile (ou seja, para aparelhos móveis, como smartphones e tablets) de tiro e sobrevivência. Nele, o principal modo de jogo é o “Battle Royal”, no qual 50 jogadores são lançados em uma ilha, caindo em pontos aleatórios do mapa. Os jogadores precisam encontrar armas e demais equipamentos de sobrevivência a fim de, em dez minutos (tempo de duração da partida), vir a se tornar o único sobrevivente!

O Free Fire é um jogo bastante popular no Brasil, tendo sido o jogo mobile mais baixado de 2019. Parte dessa popularidade toda por aqui se deve ao fato de ele ser um jogo relativamente leve para os gráficos e para a proposta, atraindo milhões de jogadores não só no Brasil, mas em todo o mundo!

Se você já é jogador de Free Fire ou está pensando em começar e deseja saber um pouco mais a respeito do que você pode esperar para o jogo neste ano de 2020, confira este artigo no qual tratamos justamente a respeito disso!

Free Fire: Novidades Já Anunciadas Para 2020!

Free Fire: Novidades Já Anunciadas Para 2020!

Já nos primeiros dias do ano de 2020, a Garena lançou uma atualização para o Free Fire incluindo uma série de novidades. Adicionaram, por exemplo, um novo passe de elite, chamado Elite Free Fire Ninjas, incluindo novas mochilas, skins, caixas de loot, pranchas etc., um novo mapa, chamado Kalahari, um novo personagem, de nome Alvaro, um modo PVE chamado “Lâmina Mortal” dentre outras novidades.

Para o restante do ano, ainda temos poucas informações a respeito de novidades. Já sabemos, porém, que por volta do dia 11 ou 12 de fevereiro de 2020, será lançada uma nova atualização (OB20). Uma skin, de temática Trap Rap, parece já ter sido revelada, possivelmente de maneira acidental.

Demais informações sobre essa atualização só serão obtidas a partir do momento em que o Servidor Avançado ficar disponível para os jogadores que se inscreveram nele. O Servidor Avançado é uma espécie de servidor de testes, no qual é possível conferir todas as novidades que chegarão ao jogo na próxima atualização, testando-as em primeira mão e permitindo que os desenvolvedores percebam possíveis bugs, a fim de corrigi-los antes do lançamento oficial da expansão.

Para se cadastrar no Servidor Avançado e ter acesso às novidades do Free Fire em primeira mão, basta acessar este link, da própria Garena, e seguir os passos indicados nele.

O Que É Possível Esperar de Novidades Para 2020?

Embora nenhuma outra informação tenha sido revelada pela Garena até o presente momento, é possível presumir que a empresa possivelmente investirá pesado em novidades para o Free Fire neste ano de 2020.

Isso porque, em 2019, Free Fire foi o jogo mobile mais baixado do ano. E, como todos nós sabemos, jogos, em geral, tendem a ter uma vida bastante curta. Lançado em 2017, Free Fire tem mantido a popularidade, graças às atualizações da Garena, que está sempre recheando o jogo com mais conteúdo. Porém, caso a empresa diminua o ritmo, é possível que outro jogo roube o seu posto.

Espera-se, portanto, que em 2020 a estratégia mantenha-se a mesma, a fim manter o jogo ainda vivo, atraindo novos jogadores e mantendo os mais antigos com cada vez mais mapas, personagens, armas e modos de jogo.

Parte desses lançamentos podem até mesmo ser focados no Brasil, como possíveis exclusividades, uma vez que é onde o Free Fire é mais popular. Há grandes chances de a Garena, portanto, investir em conteúdo exclusivo para o país, a fim de dominar ainda mais o cenário nacional de jogos mobile.

O Que Ainda É Possível Melhorar no Jogo?

Além do lançamento de novas armas, personagens, skins e mapas, outro detalhe que a Garena precisa manter-se atenta é a presença de bugs (erros) no jogo, algo que é muito frustrante para os jogadores e pode acabar afastando parte de seu público.

Atualmente, algumas das reclamações comuns dos jogadores, que possivelmente serão alvos de atualizações futuras, são as seguintes:

  • Incoerências nas armas presentes no jogo, tornando-o pouco realista (por exemplo, a escopeta 1887, usada na Segunda Guerra Mundial, aceita apenas uma munição, e não duas, como no Free Fire, precisando ser recarregada a cada disparo);
  • Presença de hackers no jogo (uma das principais reclamações dos usuários);
  • Problemas de desempenho em aparelhos mais antigos (o que é natural que aconteça com o tempo, mas pode ser evitado com algumas configurações);
  • Bug de Capa, que permite dar um headshot instantâneo;
  • Banimentos e suspensões supostamente injustos, como muitos usuários relatam;
  • Tendência a ser “pay to win” (ou seja, jogadores que gastam mais dinheiro no jogo estão começando a ter muitas vantagens, o que é bastante frustrante para novos jogadores)

Esses são apenas algumas das coisas que a Garena pode investir em consertar em atualizações futuras.

Convém observar que o problema do baixo desempenho em alguns aparelhos pode vir a se tornar um problema ainda mais para a empresa, que precisa, também, investir nos gráficos do jogo, a fim de que ele não se torne ultrapassado, sem deixar de ser um jogo leve, que rode em bastante aparelhos, uma vez que foi justamente isso que impulsionou a popularidade do jogo, principalmente no Brasil.

Gil Penter
Fotógrafo, ator e comunicador é apaixonado pelas artes e pela aventura que é a vida. Nas palavras, vê uma chance de mudar o mundo, mesmo que para isso tenha que vir até ele, afinal, passa muito mais tempo no mundo da lua.

Deixe seu comentário

5 × 2 =